Monday, 21 de October de 2019

ESPORTE


Educação

Prof. Júnior Geo cobra direitos dos professores do Tocantins atrasados há cinco anos

12 Jun 2019    11:21    alterado em 12/06 às 11:21
Prof. Júnior Geo cobra direitos dos professores do Tocantins atrasados há cinco anos

Em resposta à demanda recebida pelo vereador Professor Deley (PSC), de Paraíso do Tocantins, o deputado Professor Júnior Geo (PROS), solicitou na última semana, por meio de requerimento, que fosse encaminhado à Secretaria de Educação do Estado do Tocantins, o pagamento retroativo das progressões de 2014.

Geo solicitou também a incorporação das progressões de 2015 que foram publicadas em agosto de 2016, as incorporações das progressões de 2016 que foram publicadas em julho de 2018, e que continuam pendentes até a presente data, a incorporação das progressões de 2017 e 2018, sendo que essas não foram sequer publicadas ainda e o pagamento retroativo da data base de 2016, 2017, 2018.

“Não estou pedindo nada mais, apenas os direitos trabalhistas que estão em lei, que se encontram no plano de carreira e que, infelizmente, até a presente data não foram pagos. Nos referimos a datas aqui de 2014 ainda, não são 30 meses, não são apenas 18 meses, são cinco anos em atraso. Espero que a Secretaria de Educação, assim como o Governo do Estado, que é claro, quem vai definir sobre o pagamento ou não, que possam se sensibilizar diante da situação e que façam o que é direito, o que é correto para com os educadores, os trabalhadores da educação, afirmou Geo.

O parlamentar ressaltou a necessidade de priorizar a valorização dos professores e lhes conferir o que foi estabelecido por direito. Para ele, são os professores que formam a sociedade tocantinense, que desempenham um trabalho com qualidade, promovem uma formação crítica, promovem o desenvolvimento intelectual para que se tenha uma sociedade mais justa, mais equilibrada, melhor e ainda indagou: “qual a dificuldade em se dar a César o que pertence a César?”.

COMPARTILHE:


Confira também:


Criminalidade

Polícia Civil deflagra operação de combate à criminalidade no interior do Estado

No total foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em locais previamente mapeados pela Polícia Civil e que poderiam estar sendo utilizados para práticas criminosas.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira