Saturday, 23 de February de 2019

ESPORTE


Esporte

Tocantins encerra participação nas Paralimpíadas Escolares 2018 com 24 medalhas e dois destaques nacionais

26 Nov 2018    22:53
Núbia Daiana Tocantins encerra participação nas Paralimpíadas Escolares 2018 com 24 medalhas e dois destaques nacionais

Dedicação, concentração e confiança foram determinantes para que os estudantes tocantinenses chegassem à marca de 24 medalhas nas Paralimpíadas Escolares 2018. Os 16 estudantes que representaram o Tocantins fizeram uma excelente campanha e faturaram 12 medalhas de ouro, sete de prata e seis de bronze. Além das vitórias nas competições, os atletas retornaram para casa, no último sábado, 24, com a certeza de que as limitações e deficiências não são impedimento para que realizem o sonho de seguirem carreira no esporte.

O maior evento paradesportivo estudantil do mundo foi realizado no Centro Brasileiro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, de 19 a 23 de novembro.  No último dia de competições, foram dois medalhistas de ouro. Luiz Fernando, que tem paralisia cerebral, foi o melhor no arremesso de peso. Ele é estudante da Escola Estadual Maria dos Reis, de Palmas. Irla Maria Moraes, do Colégio Estadual Adá de Assis Teixeira, de Goiatins, garantiu a medalha dourada no arremesso de pelota. 

Vitória Reis, aluna da Escola Estadual São José, de Palmas, ficou com a segunda colocação no lançamento de dardo e levou a prata. Na natação, Sâmyla Vitória, da Colégio Esportivo Militar do Corpo de Bombeiros, acumulou mais uma prata, agora nos 50 metros livre. Também na piscina, Welder Araújo, aluno da Escola da Marinha Caroline Campelo, de Palmas, faturou o bronze, nos 100 metros borboleta. 

Destaques nacionais
Além do quadro de medalhas, os tocantinenses ainda figuraram entre os destaques nacionais. Os tempos de provas na natação, renderam à paratleta Sâmyla o segundo melhor tempo nacional. “É muito bom ver o esforço da gente reconhecido. Pra quem não sabia nadar até pouco tempo, ficar com três pratas é maravilhoso. Esse resultado nacional também foi muito bom. Espero melhorar pra levar o ouro no ano que vem”, frisou a nadadora que é treinada pelo professor George Lino.

Kauany da Silva Alves, aluna da Escola Estadual São Pedro, localizada no distrito de Jacilândia, município de Araguanã, recebeu o trofeu de segundo lugar em destaque nacional do atletismo. A adolescente, que é deficiente visual total, é treinada pelo professor Rafael Gabarrão e o guia Denilson da Silva. “Fiquei muito feliz com as medalhas e agora mais ainda com esse troféu. O esporte mudou a minha vida”, revelou.

Além de conquistar duas medalhas nas Paralimpíadas, Irla Maria, também se destacou ao quebrar o recorde da prova do arremesso de peso. Ela alcançou a marca dos 3.83 metros, enquanto a última marca em edições passadas havia sido 2,84 metros. “Eu estou muito feliz mesmo. As Paralimpíadas me deram muita coisa boa. Ganhei duas medalhas, quebrei o recorde e viajei de avião. Também achei o máximo conhecer pessoas como eu, porque na minha cidade eu sou a única assim”, revelou a paratleta que nasceu com nanismo.      

Conforme a chefe da delegação do Tocantins, Keilla Cristine Gonçalves, os resultados comprovam o talento dos estudantes e a dedicação dos técnicos e professores. “Nossa avaliação é bastante positiva, com as medalhas, recordes e atletas destaque. Os que não foram medalhistas  ganharam experiência e terão a chance de se  preparar melhor para futuras edições. Esses talentosos atletas, que contam com todo o apoio dos treinadores e guias, foram revelados pelos Jogos Paradesportivos Escolares do Tocantins (Parajets) e através do esporte conheceram uma nova forma de viver, com muitos planos para o futuro”, concluiu.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pressão

Parlamentares solicitam retomada de cirurgias e reforma de hospitais

Também foi solicitada pela deputada Cláudia Lelis (PV) a compra de insumos e materiais para unidades hospitalares do Estado.

Xingu

Viagem Gastronômica oferece menu degustação com pratos inspirados na culinária da Aldeia do Xingu

Para Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também uma transformação da sua vida pessoal e uma experiência rica em conhecimentos.


Tocantins

Membros do MPE comemoram aprovação de Lei que permite Promotores concorrerem ao cargo de Procurador-Geral de Justiça

Pelo projeto de Lei, poderão compor a lista tríplice, a partir da próxima eleição, os Promotores de Justiça de 3ª entrância, em exercício na instituição, que tenham no mínimo 10 anos de carreira e 35 anos de idade.


Palmas

Tiago Andrino apresenta projeto que institui tradução simultânea em Libras na Câmara

Anteriormente, Andrino já havia solicitado o serviço, por meio de requerimento, o que permitiu que um profissional de Libras atuasse na Casa de Leis por aproximadamente um ano.


Palmas

Projeto aconchego acolhe e leva tranquilidade aos acompanhantes na UTI do HGP


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde


Em audiência com Tiago Dimas, Ronaldo Dimas e Eduardo Gomes, ministro garante liberação de recursos


AL

Presidente da Assembleia recebe demandas do sindicato dos jornalistas do Tocantins


Presidente

Léo Barbosa é eleito presidente do Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos


Defesa do Comércio

Diogo Fernandes lidera Frente Parlamentar em defesa do comércio



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira