Monday, 27 de May de 2019

ESPORTE


Alerta

Tocantins investiga primeiros casos possíveis de Sarampo

13 Apr 2019    14:32    alterado em 13/04 às 14:32
Nielcem Fernandes Tocantins investiga primeiros casos possíveis de Sarampo

Secretaria de Estado da Saúde e Secretarias Municipais de Saúde estão em alerta para a reintrodução do vírus do Sarampo no Tocantins, que desde o ano 2.000 não registra nenhum caso da doença. A preocupação dos setores da Saúde é em virtude de dois casos suspeitos na cidade de Palmas e de Araguaína.

Além disso, segundo dados recentes do Ministério da Saúde, de 2018 até agora existe um registro de epidemia no estado do Amazonas com 9.803 casos confirmados, Pará com 62 casos, Bahia com três casos e Distrito Federal com um registro, todos estados próximos ao Tocantins. No mesmo período, também foram confirmados 12 óbitos por sarampo no Brasil.

A técnica de Doenças Imunopreveníveis da SES/TO, Eliana Ribeiro Oliveira afirmou que a vacina Tríplice Viral utilizada para imunização do sarampo, caxumba e rubéola é a forma mais eficaz de se prevenir contra estas doenças. “A Tríplice Viral está dentro do calendário básico de vacinação, sendo aplicada em crianças com 12 meses e adultos jovens até 29 anos e também na faixa etária de 30 a 49 anos. A vacina é gratuita sendo disponível em todas as unidades Básicas de Saúde e todos podem ter acesso a esta vacina em algum período da vida, facilitando a possibilidade de imunização. A preocupação do Estado está na falta de interesse da população, uma vez que a baixa procura está deixando a população vulnerável ao vírus”, explicou a Eliana.

No Tocantins a cobertura vacinal da tríplice viral em 2018 foi de 83,24%, sendo que o mínimo necessário seria de 95% da população alvo. Eliana informa ainda que o Estado está em constante contato com os municípios para reforçar a busca ativa dos faltosos, principalmente crianças de 01 ano.

A Doença
O Sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda (manchas na pele), altamente transmissível e contagiosa, que pode evoluir com complicações e levar ao óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema.

COMPARTILHE:


Confira também:


Senado

Avança relatório de Kátia Abreu que facilita regularização de dívidas de crédito rural

Famílias com financiamento no Banco da Terra e na Cédula da Terra poderão ter contratos individualizados

Política

Atos em apoio ao governo ocorrem em diversas cidades do país

Na rede social Twitter, o presidente postou cenas de atos que ocorrem em outras cidades do país.



Campo

Agricultura e Fundação divulgam projetos de pesquisa selecionados para cadeia produtiva do mel no Tocantins

Foram aprovados cinco projetos de pesquisa para concessão de materiais e equipamentos de insumos para projetos de pesquisa com apicultura e meliponiculutura no Tocantins.


AL

Deputado propõe que o governo do Estado monte Casa de Apoio em Barretos

A proposta foi apresentada na sessão matutina desta quarta-feira, 22


IPVA

Inadimplência do IPVA chega a 36% da frota no Tocantins

Inadimplência gera déficit de mais de R$ 48,9 milhões aos cofres públicos do Estado e dos municípios


Pavimentação

Wanderlei Barbosa pede a ministro que priorize pavimentação da BR-010, eixo de integração da Amazônia


Paulo Ziulkoski, é homenageado pela ATM durante evento técni

Paulo Ziulkoski é homenageado pela ATM durante evento técnico em Palmas


Prof. Júnior Geo apresenta Projetos que visam garantir o bem-estar e a dignidade dos idosos


Sisu

Estudantes podem consultar vagas do Sisu


CPI do PreviPalmas

Max Fleury é ouvido na CPI do PreviPalmas


Fenelon Barbosa

Primeiro prefeito acredita que Palmas será uma das maiores e melhores cidades do Brasil



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira