Tuesday, 12 de November de 2019

ESTADO


Polêmicas

“Há sempre muita inveja”, diz Amastha

17 Dec 2008

Já faz algum tempo que vários leitores contatam o jornal O GIRASSOL para que o veículo pesquise um pouco mais sobre o “manda-chuva” do maior empreendimento privado que está sendo erguido em nossa Capital (pelo menos de que se tem notícia). Questões como: quando, de fato, o shopping será entregue? Por que a imprensa catarinense, sobretudo alguns blogs especializados, levantam tantas dúvidas sobre as ações do colombiano no Sul do País? O que será da Eadcon depois da iniciativa do MEC, que fechou milhares de pontos de ensino por todo o país e suspendeu o vestibular da Unitins? O que, de fato, o empresário – que agora é cônsul da Colômbia no Tocantins – já fez para aproximar seu país da mais nova unidade federativa do Brasil?

Em meio a mais um mega-evento promovido pelo empreendedor do Capim Dourado Shopping, nossa equipe esteve com Carlos Amastha levando todos os questionamentos de nossos leitores diretamente ao alvo de tantas polêmicas. O leitor confere, abaixo, as justificativas do empresário, empreendedor e cônsul, que já provou que não está aqui pra perder tempo nem dinheiro, e vem chamando a atenção de brasileiros de Norte a Sul do país com seus investimentos milionários.

 

O Capim Dourado Shopping

Mesmo com as previsões e opiniões de especialistas de que o esperado Capim Dourado Shopping não será entregue conforme o cronograma, Carlos Amastha continua afirmando, com todas as letras, que a inauguração do empreendimento acontecerá em dezembro de 2009, com o projeto todo pronto. O senhor Amastha ainda afirma que não faz questão de discutir a insegurança gerada quanto à credibilidade de seu empreendimento. “Não temos investidores locais, trabalhamos com recursos próprios”, assegura, demonstrando segurança ao afirmar que “o que fala é a obra, o Shopping pronto, isso é o que é importante”.

Carlos Amastha ainda comentou que se orgulha dos empreendimentos realizados em Florianópolis – SC (Floripa Shopping) e em Maringá - PR (Maringá Park Shopping Center). “Se tenho orgulho de alguma coisa que fizemos foi o trabalho realizado em Santa Catarina. O Floripa Shopping, que é um sucesso total, além do projeto socioambiental de quase R$ 4 milhões que realizamos lá, e, por último, a expansão do Maringá Shopping, em que investimos mais de R$ 20 milhões para ampliar o shopping em 50%”, explica Amastha.

Quanto às críticas e acusações contra o empresário, Amastha alega que “críticas e inveja existem em todo e qualquer lugar, e aqui não é diferente”. E acrescenta: “um empreendimento é muito maior que as pessoas. Ainda que eu fosse o homem mais poderoso do mundo, haveria crítica e inveja. Sempre tem a torcida contra, mas a gente conhece o resultado final, que vamos conferir no dia da inauguração”, desabafa.

Carlos Amastha ainda comemora a adesão das grandes âncoras, que, segundo ele, aconteceu com muito mais facilidade do que esperava. O empreendedor afirma ter imaginado que seria mais difícil por Palmas ainda não ser uma cidade tão grande, mas ressalta que a adesão aconteceu com muito mais facilidade que em qualquer outro lugar do país. “Isso demonstra o nível de credibilidade no empreendimento e no empreendedor. Quero preparar para a população tudo ao nível do que a cidade está precisando. Trabalhamos, gostamos do que fazemos e fazemos com muito carinho e muito profissionalismo”, conclui.

 

Eadcon

Quanto à suspensão do vestibular da Unitins pelo MEC e aos problemas relacionados ao ensino à distância, o ‘Czar da Educação’, como ele mesmo se define em seu Blog, afirma que o MEC está regulamentando algo que tem crescido sem muito conhecimento no Brasil, que são os cursos à distância. “O MEC está tecendo novos parâmetros por ser algo muito novo no Brasil”, justifica. “Obviamente nós temos que receber esta normativa. Os ajustes precisam de prazos, mas eles estão sendo cumpridos”, conclui Amastha.

 

Cônsul da Colômbia no Tocantins

Eleito como Cônsul da Colômbia no Tocantins, sendo esta a primeira representação diplomática de outro país no Estado, Carlos Amastha se diz “muito feliz que este país seja a Colômbia, e mais feliz ainda que tenha sido eu esta pessoa escolhida para representar meu país aqui”, comemora. Dentre os objetivos do estreitamento entre os dois países, segundo ele, um dos principais é o fato de o presidente Lula defender a importância de se reforçar as fronteiras brasileiras, evitando, assim, diversos problemas, como o tráfico, por exemplo. O empresário afirma que há um mercado potencial muito grande para o Tocantins, e se declara privilegiado por poder intermediar tudo isso. “Qualquer coisa que se falar em relacionamento Brasil- Colômbia passa por mim ou pela região Norte”, comenta.

COMPARTILHE:


Confira também:


Soja

Plantio de soja no Tocantins atinge 30% da área a ser cultivada

A expectativa para produção de grãos na safra 2019/2020 é atingir 4,9 milhões de toneladas, ultrapassando a safra anterior que produziu 4,8 milhões de toneladas, um aumento de 1,5%.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira