Thursday, 21 de March de 2019

ESTADO


Palmas

Agentes prisionais encontram bloco de concreto com drogas e celulares em unidade prisional

09 Feb 2019    16:36    alterado em 09/02 às 16:36
Agentes prisionais encontram bloco de concreto com drogas e celulares em unidade prisional

Mais uma tentativa inusitada de levar ilícitos para o interior dos estabelecimentos penais foi frustrada por agentes prisionais na manhã desta sexta-feira, 08, na Unidade Prisional Feminina (UPF) de Palmas. Durante vistoria de rotina nas dependências da unidade, duas agentes prisionais plantonistas encontraram um bloco de concreto suspeitoso nos fundos da casa penal.

Após comunicar ao chefe de segurança da unidade, as agentes começaram a quebrar partes do bloco de concreto que tinha as extremidades tampadas,  encontrando dois aparelhos celulares, dois chips para telefone móvel, dois carregadores, um isqueiro, uma porção de substância análoga à maconha e uma porção de fumo, escondidos dentro do bloco.

“Suspeitamos que o material tenha sido jogado pelo muro da unidade, mas a equipe de agentes é bem preparada, fazemos vistorias e revistas constantes em toda a estrutura da unidade para evitar que ilícitos cheguem ao ambiente da carceragem”, contou Paulo Henrique Alves dias, chefe de segurança da UPF Palmas. Os ilícitos encontrados serão encaminhados para a Polícia Civil.

COMPARTILHE:


Confira também:


Redução

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

A quitação antecipada vai gerar economia de R$ 8,4 bi para consumidor

São Paulo

XI Congresso Internacional Six Sigma Brasil acontecerá em momento decisivo de recuperação do país

Evento apresentará metodologias de gestão internacionalmente aceitas, capazes de contribuir com o avanço das empresas brasileiras


Transplantes de Córneas

Estado realizou 128 transplantes de córnea por intermédio e captação do Banco de Olhos

Oftalmologista, responsável técnica do BOTO, Doutora Núbia Maia aconselha o diálogo familiar sobre a doação de órgão para sanar a dúvida da família.


Crime

Corte estético de cauda e orelha de animais é crime ambiental

Além disso, os cães de cauda comprida possuem essa estrutura anatômica como contrapeso em corridas. “O corte acaba interferindo no equilíbrio natural do animal”, afirma.


Lançamento

Campanha da Fraternidade 2019 é lançada na Câmara Municipal


Balanço

ICMS Ecológico encerra prazo com adesão de 136 municípios


Energisa ouve clientes em audiência pública sobre projetos de eficiência energética


Palmas

Estudantes da UFT vencem 1º Prêmio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Tocantins


18 de março

Dia da Autonomia homenageia luta de antepassados pela emancipação do norte de Goiás


Norte

Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira