Saturday, 05 de December de 2020

ESTADO


Interior

Asfalto novo garante acesso e segurança aos moradores do sudeste do Tocantins

14 Mar 2020
Washington Luiz/Governo do Tocantins Asfalto novo garante acesso e segurança aos moradores do sudeste do Tocantins

Inácio Márcio da Silva tem uma pequena propriedade rural nos arredores de Dianópolis. Lá, ele produz milho, banana e legumes que comercializa em feiras e em supermercados da cidade. Usuário da TO-040, o produtor rural  aprovou as obras de restauração da rodovia que faz parte dos 11 trechos que estão sendo reconstruídos pelo Governo do Estado. “Antes era uma buraqueira só, a gente tinha vários prejuízos com o carro e ainda demorava muito para poder fazer um trajeto, que agora a gente só gasta 20 minutos”, afirmou o produtor Inácio Márcio da Silva.

Os 11 trechos de rodovias, que compreendem 285 km com um investimento que ultrapassa os R$ 80 milhões, estão sendo reconstruídos para garantir a trafegabilidade da população de oito municípios tocantinenses, beneficiando 60 mil pessoas. “O asfalto novo não garante apenas a segurança dos motoristas, ele também garante o acesso da nossa população aos serviços públicos e mostra que acabou o sofrimento de 10 anos de descaso com o nosso povo e com as cidades do sudeste”, destacou o prefeito de Ponte Alta do Bom Jesus, Yaporan Milhomem.

As rodovias TO-040 e TO-110 ganharam novo pavimento e nova sinalização. “Essas estradas estavam intransitáveis, sofremos mais de uma década com o descaso do poder público e essa reconstrução mostra que o Governo do Estado voltou a enxergar o Sudeste”, ressaltou a vice-prefeita de Dianópolis, Francisca Ribeiro.

De acordo com a secretária de Estado da Infraestrutura e presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras, Juliana Passarin, a recuperação da malha viária do sudeste tem o objetivo de melhorar o sistema logístico do Estado facilitando o escoamento de grãos da região. “O sudeste é uma das principais regiões produtoras de grãos do Estado e melhorando as condições das rodovias a gente consegue fomentar a economia local”, frisou a gestora.

Turismo

As novas rodovias também irão contribuir com o desenvolvimento do turismo na região. Localizada no sudeste do Tocantins, as Serras Gerais fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil e, além das maravilhas naturais, guardam tradições, arquitetura colonial, história e cultura. Por lá, os amantes das belezas naturais e do ecoturismo podem encontrar cavernas, desfiladeiros, cachoeiras e rios de águas cristalinas.

Um dos atrativos locais é o Rio Azuis, considerado o menor rio do Brasil e da América Latina e o terceiro menor do mundo, segundo o Guinness World Records. Com 147 m, ele encanta o visitante com suas águas cristalinas e azuis. A comunidade também ganhou com a reconstrução. “O acesso ao povoado ganhou novo asfalto e teve a sua sinalização totalmente revitalizada, respeitando as necessidades do trânsito local”, explicou Juliana Passarin.

Por lá a população comemorou a restauração. “Nunca imaginei que iria ter um governador que ia fazer uma obra dessas, nossa estrada estava em péssimas condições e agora deixou até nossa comunidade mais bonita”,  disse  Marilene Ferreira Brito, moradora da comunidade há 26 anos e dona de uma restaurante no local.

Segundo Marilene Ferreira Brito, a estrada também serve para encantar o turista e contribuiu com o processo de organização do atrativo. “Antes aqui era explorado de qualquer jeito, agora não, agora está organizado, tudo controlado e a estrada impecável”, completou.

Nascida no povoado, à empresária Valéria Benício, dona de uma pousada, disse que além da restauração do pavimento do acesso ao Azuis, a população local também foi beneficiada com as obras da TO-110. “Às vezes a gente precisava sair daqui para ir a Taguatinga ou Aurora do Tocantins e era uma dificuldade, muito buraco, e agora a viagem é rápida e segura porque a estrada está um tapete”, ressaltou.


Agenda Positiva 2020

Durante a Agenda Positiva 2020, o Governador Mauro Carlesse, inaugurou 8 trechos de rodovias totalmente reconstruído, somando 211 Km. As obras foram financiadas pelo Banco Mundial, por meio do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema).

COMPARTILHE:


Confira também:


Capital Provisória

Governo do Tocantins cancela transferência da Capital para Miracema em virtude da Covid-19

Ações eram desenvolvidas tradicionalmente no dia 7 de dezembro


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira