Friday, 18 de October de 2019

ESTADO


Emoção e Alimentação

Coach Nutricional aponta a relação direta entre a emoção e a alimentação

21 Dec 2018    12:00
MF Press Global Coach Nutricional aponta a relação direta entre a emoção e a alimentação

As nossas emoções têm um efeito poderoso na escolha dos alimentos e nos nossos hábitos alimentares. A sensação de prazer que certas comidas proporcionam e a relação emocional das pessoas com a alimentação tem sido objeto de estudo de especialistas em nutrição, psicólogos e filósofos ao longo dos anos.

A coach nutricional Gabi Lodewijks aponta que o que comemos afeta a forma como nos sentimos, assim como o que sentimos afeta nossa maneira de comer: “nosso paladar é mais sensibilizado quando estamos em contato com alguma substância que o estimule, por exemplo açúcar, sal e temperos em geral. Isso provoca reações diferenciadas no organismo, emocionais, psicológicas e sensoriais”, afirma.

Gabi afirma que os sabores provocam sensações e reações que são experimentados por cada indivíduo de uma maneira diferente: "de natureza fisiológica a sensação é diferente, assim como diferenciamos o doce do salgado. São estímulos químicos diferentes que provocam sensações diferentes. Quando estamos de frente a um prato de sopa de legumes cada colherada terá um sabor que possa ser sentido mais intensamente em função da maior quantidade de sal ou qual legume presente na colherada”.

A relação emocional das pessoas com os alimentos é profunda e memorialista: "para mim o ato de comer é cultural e simbólico, e quando feito sozinho é só nutricional. Existem comidas memorialistas e de aconchego por exemplo, comfort food. O ato de comer tem super a ver com o emocional. As emoções e os comportamentos afetam as decisões nutricionais, como a quantidade, tipo de alimento e o número de refeições. Uma pessoa com depressão pode pular refeições ou eliminar o café da manhã na sua rotina diária. Como vemos, o vínculo entre emoção e alimentação é um fato concreto”.

A especialista aponta que isso influi diretamente em questões como controle de peso, ansiedade e depressão: "Abusar do ato prazeroso de comer pode nos fazer sentir mais cansados e a buscar mais alimentos constantemente, mas também pode causar sérios problemas de saúde. A nossa emoção deve nos conscientizar da comida de que precisamos, assim como uma pessoa com depressão pode pular refeições ou eliminar o café da manhã na sua rotina diária. Como vemos, o vínculo entre emoção e alimentação é um fato concreto”, conclui.
MF Press Global 

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira