Thursday, 03 de December de 2020

ESTADO


Meio Ambiente

Governo do Tocantins participa do maior evento de Mudanças Climáticas do mundo

06 Dec 2019
Governo do Tocantins participa do maior evento de Mudanças Climáticas do mundo

Iniciou esta semana o maior evento de Mudanças Climáticas do mundo, a Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP 25), em Madrid, Espanha e segue até o próximo dia 13. O Governo do Tocantins embarca nesta sexta-feira, 06, para apresentar a sua estratégia Tocantins 20-40- Estratégia para um Tocantins Competitivo e Sustentável e o programa Pátria Amada Mirim (PAM). O governo do estado será representado pelo vice-governador Wanderlei Barbosa.

Juntamente com o vice-governador representará o estado o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Renato Jayme, os deputados estaduais Olyntho Neto, Claudia Lelis e Ricardo Ayres, e a equipe técnica da Semarh, a diretora de Instrumentos e Gestão Ambiental Marli Santos e o gerente de Recursos Energéticos e Mudanças Climáticas, Francis Rinaldi Frigeri.

A estratégia Tocantins 20-40 tem como objetivo promover o desenvolvimento equitativo e competitivo do Estado do Tocantins, com uso racional de recursos naturais, respeito às próximas gerações e melhoria da qualidade de vida de sua população. A estratégia irá colocar o estado como referência na região Norte do Brasil em produção sustentável de alimentos e produtos da sociobiodiversidade, com beneficiamento e agregação de valor, na distribuição de renda e na conservação e manejo de suas riquezas naturais, até o ano de 2040. O documento foi desenvolvido intersetorialmente entre as Secretarias.

Com o intuito de promover a inclusão socioambiental de crianças e adolescentes, o PAM beneficiará 25 mil estudantes da rede pública de ensino em todo o Tocantins, até 2022. Por meio da educação ambiental, os estudantes terão a formação cidadã em benefício da preservação, conservação e restauração do meio ambiente, trazendo como resultados a implantação ou restauração de viveiros nos 139 municípios, produzindo até 6 milhões de mudas nativas, podendo restaurar até 12 mil hectares de áreas degradadas.

O vice-governador, Wanderlei Barbosa ressalta que "participar de perto e se envolver nessa temática traz muitos benefícios para o Tocantins, pois isso possibilita trabalhar de forma sustentável no nosso estado, beneficiando todos". Ainda segundo o vice-governador “a COP 25 está diretamente relacionada com as problemáticas ambientais, e esses aspectos contribuem para uma alteração climática do mundo, e só podemos modificar essa realidade mudando nossos hábitos e trabalhando juntos".

Para o secretário Renato Jayme, a participação do estado do Tocantins na COP 25 vem ao encontro do alinhamento das expectativas e projetos relacionados às questões climáticas no contexto geral. ”Iremos apresentar a estratégia Tocantins 20-40 que visa para o estado nos próximos 20 anos não só a produção sustentável de alimentos e produtos da sociobiodiversidade, mas também o beneficiamento e agregação de valor na distribuição de renda e na conservação e manejo de suas riquezas naturais, contemplando a todas as comunidades tradicionais e povos indígenas. Acreditamos que após a apresentação das estratégias, possamos sensibilizar instituições internacionais que possam apoiar e investir nos projetos para a preservação do meio ambiente”, afirmou.

A estratégia Tocantins 20-40 é um trabalho em conjunto realizado pela Semarh e as Secretarias da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro); da Cidadania e Justiça (Seciju); da Fazenda e Planejamento (Sefaz); da Indústria, Comércio e Serviços (Sics); do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas); da Educação, Juventude e Esporte (Seduc); Casa Civil; da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc); do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins); da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), sob a consultoria do Earth InnovationInstitute.

COMPARTILHE:


Confira também:


Panorama

Número de endividados de Palmas tem leve aumento, mas inadimplentes e os que não terão condições de pagar suas dívidas também

O presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, acredita que este cenário deve acender um alerta tanto nos consumidores quanto nos empresários.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira