Wednesday, 11 de December de 2019

ESTADO


AEM-TO

Metrologia Estadual faz repasse de produtos pré-medidos periciados

15 May 2019
Metrologia Estadual faz repasse de produtos pré-medidos periciados

A Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia do Estado do Tocantins (AEM-TO), órgão delegado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), repassou os produtos pré-medidos que já foram periciados para a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Tocantins (Setas), para posterior doação às entidades cadastradas junto à pasta.

Açúcar, arroz, feijão, polvilho, biscoitos, achocolatados, macarrão, leite, leite em pó, maionese, detergente, creme dental, entre outras mercadorias, totalizaram cerca de 964 kilos e 28,5 litros próprios para o consumo, referentes a dois meses de ações fiscalizatórias na área de pré-medidos. Excepcionalmente, neste repasse, foram entregues também várias unidades e tamanhos de produtos pascais: ovos e bombons de chocolate e a colomba pascal, oriundos da Operação Páscoa.

De acordo com o presidente da AEM, Rérison Antonio Castro Leite, os produtos só são repassados após todo o trâmite processual administrativo, que é publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). “Repassamos os produtos que estão sem conformidade para a comercialização por divergirem nos ensaios laboratoriais que aferem o peso, a massa e o volume informado nas embalagens ou mesmo pela abertura do produto em decorrência dos testes”, informa o presidente.

Ações fiscalizatórias de produtos pré-medidos
A AEM só promove as aferições em produtos que estão aptos ao consumo. Desta forma, quando existem divergências nas informações relacionadas às mercadorias que são pré-medidas, é possível fazer a doação, sem oferecer riscos ao consumidor final e, assim, evitar o desperdício de alimentos e produtos de higiene.

A fiscalização dos produtos pré-medidos que são comercializados nos estabelecimentos varejistas, atacadistas, fabricantes e envasadores do Estado e a submissão a ensaios metrológicos para averiguar se as informações dos rótulos condizem com o peso líquido informado são ações rotineiras da Metrologia Estadual, pactuadas junto ao Plano de Trabalho do Inmetro.

Testes laboratoriais
Para fazer os testes laboratoriais, os produtos são recolhidos, desembalados e pesados. Com isso, alguns produtos poderão ou não ser reinseridos para comercialização, seja pela abertura da embalagem ou pela reprovação na pesagem / conferência.

É feito um termo de coleta, para que o fabricante ou distribuidor possa ressarcir o estabelecimento comercial. É, também, feita uma carta convite para que o fabricante participe de todo o exame pericial dos produtos a serem aferidos e a assinatura de documentos autorizando a doação dos produtos examinados ou a sua retirada. Após a verificação, os produtos – aptos a consumo – são doados pela AEM, por isso os produtos pré-medidos recolhidos para averiguação são sempre com o maior prazo de validade para que uma vez não aptos ao mercado, possam ser repassados para doação após todo o trâmite administrativo legal.

Repasses
Os repasses da Agência Estadual de Metrologia são procedidos de acordo com a Norma NIE-DIMEL-068, que disciplina o destino final de produtos pré-medidos após exame metrológico.

Quando o fabricante ou distribuidor, ciente via Carta Convite, não comparece aos ensaios laboratoriais, passadas 24 horas posteriores à aferição, os produtos podem ser repassados para doação, em conformidade com a legislação que regula os procedimentos.
 

Fique sabendo
Produto pré–medido é aquele que é embalado e medido sem a presença do consumidor e que se encontra em condições de comercialização.

Dentre os produtos pré–medidos podemos destacar produtos de limpeza, materiais de higiene pessoal e gêneros alimentícios.

COMPARTILHE:


Confira também:


Adorno Zero

HGP realiza Campanha do Adorno Zero no ambiente hospitalar

O não uso de adornos pode evitar infecções relacionadas à assistência à saúde, bem como evitar acidentes de trabalho.

Olyntho Neto

Deputado propõe CNH Social Gratuita para cidadão de baixa renda

O Projeto de Lei que propõe a CNH Gratuita, ou seja, a Carteira Nacional de Habilitação Social (CNH Social) sem custo para a população de baixa renda, foi apresentado nesta semana na Assembleia Legislativa.



Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural

Foco do encontro foi desenvolver parcerias entre os dois países; gestores abordaram as oportunidades de cooperação, nomeadamente na área cultural


Palmas

Relatório final da LDO é aprovado em sessão extraordinária

O projeto agora segue para apreciação e votação em plenário, em turno único, cuja inclusão em pauta está atrelado a decisão da presidência da Casa legislativa e a regras regimentais.


CGE

Combate à Corrupção é tema de evento realizado pela Controladoria e parceiros

Evento contou com premiação e participação de alunos da rede estadual de ensino.


IML

Corpo de homem encontrado em Palmas aguarda identificação no IML


Endividamento

Palmenses continuam acima de média nacional quando o assunto é endividamento


CGE

Controladoria imprime perfil mais preventivo e ativador das forças políticas e sociais em 2019


PAGH-Cirúrgico

Governo realiza mais de 50 procedimentos cirúrgicos pelo Opera Tocantins no final de semana


Tom Lyra

Presidente da Adetuc participa de audiência pública sobre o programa Investe+ Turismo


Homenagem

Sessão solene homenageia transferência da capital para Miracema



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira