Sunday, 25 de October de 2020

ESTADO


Arquitetura e urbani

Para cada problema, há uma solução, defende Antunes

29 Jul 2008

O arquiteto, apesar de afirmar que existe uma integração entre a população e a cidade, e há dificuldades enfrentadas pelos moradores da Capital, sobretudo quanto ao sistema de transporte, trânsito e locomoção.

Para Walfredo, quanto ao sistema público de transporte, houve mudanças equivocadas que deixaram de cumprir a proposta do plano inicial. Segundo ele, “este plano prevê claramente um sistema de linhas alimentadoras para um eixo principal, o que nunca foi tentado até hoje”, lamenta.

Com relação ao trânsito, o arquiteto aponta uma grande falha na execução do projeto, que seria com relação à apropriada sinalização urbana, para orientar a população em seus deslocamentos. Walfredo ainda alega que falta em Palmas uma efetiva gerência de trânsito e tráfego, com quadros capacitados para implantar a devida sinalização horizontal e vertical em todas as vias, e com fiscais em número suficiente para supervisionar a obediência dos que se deslocam. “Temos uma movimentação caótica, em que cada um faz o que quer, no lugar e momento em que queira. Em nenhum lugar do mundo, isto pode acabar bem”, conclui.

O arquiteto ainda comentou que as rotatórias, taxadas por alguns como o principal motivo dos acidentes, são na verdade, limitadores de velocidade. Com o aumento da população, a solução apresentada pelo arquiteto seria “abrir as ligações norte-sul e leste-oeste, faltantes das vias principais, para melhor distribuir o tráfego”, explica. Além disto, o arquiteto sugere medidas educativas complementares, pois, segundo ele, raros são os motoristas que estão sabendo utilizar correta e convenientemente as rótulas.

Quanto à locomoção de pedestres sem proteção contra o sol, o arquiteto alega que, ao menos na área central, a Prefeitura abriu mão por muito tempo das marquises e colunatas previstas como obrigatórias pelo plano. “Já passa da hora de retornar esta exigência”, desabafa. Walfredo ainda ressalta a importância de a prefeitura exigir dos proprietários a pavimentação dos passeios públicos, inclusive para lotes vagos. “Nunca se pagou por asfalto em Palmas, e não custa exigir a pavimentação dos passeios públicos por parte daqueles que possuem os lotes, ainda que para isto exista alguma compensação tributária”, sugere.

COMPARTILHE:


Confira também:


COVID-19

Tocantins contabiliza 236 novos casos confirmados da Covid-19, sendo 82 das últimas 24h

Dos 236 novos casos 84 foram detectados por RT-PCR, 24 com sorologia e 128 através testes rápidos.

TRE

Cidadania: cartilhas bilíngues chegam aos povos indígenas da Ilha do Bananal

A equipe da Justiça Eleitoral segue com as entregas até esta sexta-feira (23/10) visitando as aldeias Macaúba, São João Fontoura e Santa Izabel


Eleições 2020

Cinthia diz que aumentará investimentos para a juventude com o projeto Qualifica PMW

Para impulsionar a economia pós-pandemia, Cinthia afirmou que irá criar um mecanismo legal para conceder benefício fiscal de Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) e de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)


Portaria

Tocantins fixa início da Piracema para o próximo dia 1º de novembro

A Portaria do Naturatins traz as proibições e as exceções, para a prática da pesca no Estado durante o período de defeso


Palmas

Alan Barbiero comemora aniversário de 20 anos da lei que criou a UFT


Ocorrência

Em Palmas, homem suspeito de repassar moeda falsa é detido pela Polícia Civil


Unirg

Governo do Estado integra programação da 6ª Semana de Ciência e Tecnologia de Gurupi


Eleições 2020

Cinthia publica edital de licitação para a Feira da Promessa, em Taquaralto; investimento de R$ 1,7 milhão


Covid-19

Programa de atendimento psicológico e social remoto da Segurança Pública realiza mais de 300 atendimentos


Eleições 2020

Subprefeito de Luzimangues será morador do distrito, garante Otoniel



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira