Friday, 10 de July de 2020

ESTADO


Recursos

Ruraltins tem balanço positivo e assegura recursos de R$ 30 milhões para ações estratégicas em 2020

02 Jan 2020
Lúcia Brito Ruraltins tem balanço positivo e assegura recursos de R$ 30 milhões para ações estratégicas em 2020

Para valorizar a agricultura familiar e o produtor rural, respeitando a vocação agrícola de cada região, o Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), desenvolve ações prioritárias como estratégia de crescimento regional. São programas, convênios e parcerias que, com a assistência técnica e extensão rural, vêm contribuindo para o desenvolvimento sustentável do setor agropecuário, principalmente a agricultura familiar.

Atuante em todos os municípios tocantinenses, por meio de 96 escritórios locais e sete regionais, com sedes em Araguatins, Araguaína, Miracema do Tocantins, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Gurupi e Taguatinga, o Ruraltins está alinhado às políticas de desenvolvimento do país. Desse modo, implementou uma série de ações de fortalecimento das cadeias produtivas nas áreas da pecuária, fruticultura, agricultura, piscicultura e crédito rural, alcançando resultados positivos no ano de 2019, incentivando as boas práticas de produção e difundindo novas tecnologias, gerando assim renda e a melhoria da qualidade de vida no campo. 

Resultados

O balanço do órgão traz como destaque o mutirão do Agrocrédito, ação que propiciou a elaboração de 45 projetos de crédito rural com valor superior a R$ 3,1 milhões para agricultores dos municípios de Ponte Alta e São Félix do Tocantins, na região do Jalapão. O trabalho piloto em conjunto com as instituições financeiras teve por objetivo facilitar o acesso às linhas de financiamentos, no sentido de reduzir a distância e o tempo de espera dos produtores rurais para incrementar e instalar seus projetos agropecuários de geração de renda e vida digna no campo.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)/Compra Direta) também é uma das iniciativas que têm favorecido as cadeias produtivas do agricultor familiar, e os circuitos locais e regionais. Com investimentos do Ministério da Cidadania na ordem de R$ 3 milhões, 127 municípios foram atendidos, com a compra de produtos de 1,2 mil agricultores. Já a rede de entidades socioassistenciais contempladas com a doação de alimentos somou 1.018, beneficiando ainda cerca de 280 mil pessoas por elas atendidas, promovendo a segurança alimentar e nutricional.

Para o presidente Thiago Dourado, mesmo diante das limitações operacionais e orçamentárias conseguiu colocar em dia diversas demandas administrativas, além de reforçar a atuação do órgão nas principais cadeias produtivas. “Conseguimos avançar mostrando de forma efetiva os resultados dos convênios e ações, buscando resultados e melhorias na geração de renda das famílias rurais, além do gerenciamento estrutural das propriedades. Os resultados obtidos em 2019 são frutos do empenho e comprometimento do servidor, desde o setor administrativo ao departamento técnico, a partir de um esforço concentrado, onde todos colaboraram para construir os índices que alcançamos”, afirma.

Thiago Dourado complementa ainda que a pasta está com as ações organizadas e entra no ano de 2020 de forma positiva, com recursos previstos para investimentos de mais de R$ 30 milhões, conquista de um trabalho feito junto à bancada federal e parcerias com outras instituições ligadas ao meio rural.

“Neste ano, trabalhamos com ajustes importantes na captação de recursos para 2020. Junto a bancada federal, por meio de uma atuação muito forte do governador Mauro Carlesse, conseguimos uma emenda parlamentar de autoria do Deputado Federal, Carlos Gaguim, no valor de R$ 10 milhões para aquisição de tratores que vão beneficiar 61 municípios tocantinenses. Além disso, vamos potencializar os serviços de assistência técnica e extensão rural em todo o Estado, com convênios fechados com a Associação Brasileira de Entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), no valor de R$ 1,6 milhão para modernização da frota e escritórios do órgão. Junto a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) serão mais R$ 5 milhões para a ampliação do programa Inovação no Campo, e outros R$ 15 milhões para o incremento das cadeias do leite, piscicultura, mandiocultura, fruticultura, dentre outras, em uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio as Pequenas e Micro Empresas (Sebrae). Vamos também continuar a investir na política de acesso ao crédito rural que estamos adotando, como o Mutirão do Agrocrédito. Tudo isso, buscando o fortalecimento do Ruraltins e a melhoria dos serviços prestados junto aos produtores rurais”, avalia o gestor.


Trabalho conjunto

O levantamento do órgão aponta ainda que em 2019 o Tocantins avançou nas ações do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC) tendo as Unidades de Referência Tecnológicas (UDs), implantadas pelos técnicos do Ruraltins, todas reconhecidas em nível nacional, colocando o Estado como referência na execução do ABC. Desde 2012 foram mais de 21 mil pessoas capacitadas e 74 UDs implantadas. Os recursos investidos são oriundos do Governo do Estado/Embrapa/ Mapa, no total de R$ 1,2 milhão.

Além dessas ações, o Ruraltins vem desenvolvendo projeto piloto junto às Secretarias Estaduais de Educação e de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, denominado de Pátria Amada Mirim (PAM), atendendo com educação ambiental e conscientização um grupo de 60 crianças da Escola Estadual de Entre Rios, município de Palmas, distrito de Taquaruçu. Foram realizados ainda 815 cadastros ambientais rurais pelo órgão, a agricultores familiares que não tinham sido atendidos pelo programa no Estado, somando-se aos 8.182 projetos já cadastrados pelo Ruraltins no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar).

De acordo com o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural, Kin Gomides, o próximo ano será de muitas capacitações e treinamentos para técnicos e produtores, com uma atuação mais efetiva do corpo técnico em campo.

“Vamos mostrar a capacidade e a força do Ruraltins de gerar bons exemplos e resultados que possam trazer renda e dignidade no campo, como é o lema do próprio órgão, Cidadania no Campo. É isso que a gente vai buscar para 2020”, disse.


Mais ações de destaques em 2019

Convênio Oportunidade – a iniciativa atende a 800 pequenos produtores rurais, ou seja, produtores com renda de até quatro salários mínimos, através de uma equipe de 150 técnicos das mais diversas especialidades. Esse convênio foi firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no valor de mais de R$ 3 milhões dos quais R$ 60 mil referem-se à contrapartida do Ruraltins.  A ação tem como objetivo prestar assistência técnica com foco na gestão da propriedade e desenvolvimento tecnológico, com ciclos de capacitação priorizando as cadeias: mandioca, mel, leite, bovinos de corte e leite, caprinos, ovinos, frutas e aves.

Convênio Ater para Médio Produtor - O convênio de Assistência Técnica para Médios Produtores (Ater para Médios) é uma ação que visa prestar assistência técnica e extensão rural aos médios produtores rurais do Estado, com foco na gestão da propriedade e desenvolvimento tecnológico das cadeias produtivas de pecuária de corte e mista, culturas anuais e fruticultura irrigada. Em 2019, beneficiou 160 produtores de 48 municípios tocantinenses.

Programa de Fomento às atividades produtivas rurais - tem como foco o Fomento Rural, executado por meio de acordo de cooperação técnica. Tem por objetivo prestar serviços de assistência técnica e transferência de recursos para 2,2 mil famílias que vivem em situação de extrema pobreza. O fomento rural está sendo desenvolvido em 60 municípios que apresentam os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDHs) do Estado. As famílias participantes são acompanhadas individualmente, recebendo cada uma, o valor de R$ 2,4 mil, para a compra de insumos e equipamentos, desenvolvendo assim seu projeto produtivo. O  investimento total é de R$ 4,8 milhões por parte do governo federal.

Projeto Inovação no Campo - Contrato com a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater ) para Prestar Assistência Técnica e Extensão Rural a 1 mil agricultores em 50 municípios do Estado.

Censo da piscicultura - O censo da piscicultura cadastrou 1,2 mil produtores e visou mapear, identificar, classificar e caracterizar a produção do pescado no Tocantins, traçando o perfil da produção, dos produtores e das propriedades, para subsidiar e promover a cadeia produtiva da piscicultura. A ação mostrou que o setor  de piscicultura produz 14.328 toneladas de pescado por ano, com 1.099 produtores atualmente em atividade, e está presente em 117 municípios tocantinenses, movimentando mais de R$ 90 milhões no Estado.

Programa Quintal Verde II - Com enfoque estratégico no desenvolvimento rural sustentável e na produção de alimentos mais saudáveis, o convênio foi firmado para a distribuição de sementes de hortaliças, milho e feijão caupi, a 10 mil famílias produtoras rurais de nosso Estado.

Projeto Restaura-TO – O projeto de Restauração ecológica e econômica em áreas degradadas e alteradas no Estado do Tocantins (Restaura-TO), tem como objetivo promover o uso racional da cobertura vegetal e da flora nativa do Tocantins, transformando Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL) degradadas e alteradas em zonas estratégicas para conservação dos recursos naturais e para a economia do Estado. A iniciativa implantou um Banco de Germoplasma, com mais de 200 mil sementes de espécies madeireiras, medicinais, frutíferas e ornamentais com vistas a implementar ações de reflorestamento. O projeto é uma parceria firmada pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), com a Organização não Governamental (ONG) 8 Billions Trees.


Ruraltins

O Ruraltins conta com uma força de trabalho de mais de 700 servidores e está presente nos 139 municípios tocantinenses. Os profissionais incentivam boas práticas de produção e difundindo novas tecnologias, gerando renda e a melhoria da qualidade de vida no campo. O órgão tem como missão promover o desenvolvimento rural sustentável no Estado, tendo como visão ser referência na prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural.

COMPARTILHE:


Confira também:


Vacinação

Governo do Tocantins deve vacinar 100 mil bovinos contra febre aftosa na Ilha do Bananal

A campanha vai ocorrer entre os dias 1° de agosto e 30 de setembro


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira