Wednesday, 17 de July de 2019

ESTADO


Serviço

Servidor público pode simular regras de aposentadoria no site do Igeprev

28 Mar 2019    17:29    alterado em 28/03 às 17:29
Servidor público pode simular regras de aposentadoria no site do Igeprev

O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev), com o objetivo de facilitar o acesso dos servidores públicos do Estado a informações sobre o processo de aposentadoria, disponibiliza na sua página na internet uma ferramenta que simula as regras necessárias para conseguir o benefício.       

A Simulação de Regras de Aposentadoria do segurado do Igeprev está disponível no Portal do Segurado, no link http://sisprevweb.igeprev.to.gov.br/portal/Login/Login.aspx. Se restar alguma dúvida, após o acesso ao portal, quem estiver interessado pode  entrar em contato por meio do telefone 0800 647 0747; nas Unidades do É Pra Já de Araguaína ou Gurupi; ou direto nos guichês do Igeprev em Palmas, na Avenida Theotônio Segurado, 302 Norte, Alameda 5, Lote 2 e 3.

Como solicitar a aposentadoria
Segundo informações da gerente de Concessão e Revisão de Benefícios do Igeprev, Ione Cavalcante, para dar início ao processo de aposentadoria o segurado deverá apresentar os documentos pessoais e funcionais, Certidão de Tempo de Contribuição (CTC) emitido pelo regime de previdência ao qual era vinculado antes do ingresso no Igeprev e preencher o requerimento na sede do Instituto em Palmas, ou nas unidades do É Pra Já de Araguaína ou Gurupi.

Já em relação às aposentadorias por invalidez e compulsória, o processo é autuado junto ao órgão/poder de vinculação do segurado, após a emissão de laudo médico pela Junta Médica Oficial (invalidez) e ao completar a idade limite de permanência no serviço público (75 anos), respectivamente. Também nesses casos será solicitado do segurado os documentos necessários e o preenchimento do requerimento próprio do Igeprev.

O check list e o requerimento relativos a cada tipo de benefício estão disponíveis no endereço eletrônico https://igeprev.to.gov.br/servicos-ao-segurado/formularios. Em razão de ainda não ter sido adotada pelo Igeprev, a modalidade de atendimento previdenciário por agendamento, como faz o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), não é necessário o segurado agendar seu atendimento.

O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins estabeleceu o prazo de 180 dias para instrução, análise e deferimento ou indeferimento do pedido de Aposentadoria, Reserva e Reforma, desde que esteja instruído corretamente pelo órgão de origem ou pelo Atendimento Previdenciário do Igeprev, conforme disposto na Portaria nº 089, de 29 de março de 2012, que altera a Portaria 63/2009.

Segundo a professora Francisca das Chagas Alves Rodrigues Bezerra, o processo para a aposentadoria pode ser bem mais rápido. “No meu caso, demorou aproximadamente dois meses, até sair a minha aposentadoria, mas poderia ter sido menos tempo, se não houvesse um conflito no período de pagamento do meu salário, pois eu aguardava em atividade”.

Na opinião da professora, “o que atrapalha o processo de aposentadoria é a desorganização e a falta de informação do próprio segurado. No site do Igeprev tem o chek list. Basta você pegar e correr atrás dos documentos antes de dar início ao processo. Eu, por exemplo, comecei a organizar meus documentos em 2010 para solicitar a minha aposentadoria em 2013. Quando chegou o dia eu já estava com tudo pronto. A parte do Igeprev ele faz com eficiência, mas a nossa parte nós temos que correr atrás”, ressaltou.

Dona Francisca disse também que as pessoas são muito ansiosas. “Tem gente que quer tudo pra ontem. Eu não. Dei entrada na minha aposentadoria e fiquei trabalhando tranquila. Quando me espantei, a aposentadoria saiu. Não demorou nada. Dei entrada em 17 de outubro e em janeiro eu estava aposentada. Só não fui aposentada antes, porque, se eu entrasse na folha do Igeprev, corria o risco de interromper o meu pagamento, porque já tinha fechado a folha. Se não fosse isso, minha aposentadoria tinha saído em dezembro”, comentou.

Uma informação relevante sobre a aposentadoria é que o segurado deverá manter o seu cadastro atualizado para que possa ser emitida a simulação de benefício conforme sua situação funcional, financeira e previdenciária. O Igeprev sugere que o segurado procure o setor de Recursos Humanos de seu órgão de lotação para verificar se existe alguma pendência funcional, a fim de acrescentar no cadastro previdenciário no Instituto.

 

Números

 

Em 2018 foram concedidos 1.124 benefícios, sendo:

 

- 1020 Aposentadorias;

 

- 11 Reformas de Militares;

 

 - 93 Reservas Remuneradas de Militares.

 

Já de janeiro a março de 2019 foram concedidos 394 benefícios, sendo:

 

- 335 Aposentadorias;

 

- 1 Reforma de Militar;

 

- 58 Reservas Remuneradas de Militares.

 

Certidão por tempo de contribuição

Em relação à questão sobre a emissão de Certidão por Tempo de Contribuição, para ex-segurado do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS-TO), para apresentar em outro Regime de Previdência, no caso o INSS, o Igeprev informa que o prazo para a análise do processo e emissão da Certidão de Tempo de Contribuição é de até 180 dias. Apesar do prazo formal instituído por meio da Portaria nº 089, de 29 de março de 2012, que altera a Portaria 63/2009, o Instituto está trabalhando para estabelecer um prazo razoável para a emissão do referido documento.

COMPARTILHE:


Confira também:


Siqueira no Senado

Governador Wanderlei Barbosa prestigia posse de Siqueira Campos no Senado

Durante discurso, Wanderlei Barbosa ressaltou a importância história de Siqueira Campos, como líder fundamental na criação do Tocantins.

TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos

Irmã da também Audiora Fiscal, Ana Maria Leda Barros e tia do vereador Rogério Freitas, Dra Beth no início da implantação do Estado do Tocantins exerceu o cargo de Coordenadora de Recursos Humanos do Estado


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira