Tuesday, 19 de March de 2019

ESTADO


Febre Aftosa

Tocantins comemora o reconhecimento internacional do Brasil livre da febre aftosa com vacinação

22 May 2018    14:43
Delfino Miranda Tocantins comemora o reconhecimento internacional do Brasil livre da febre aftosa com vacinação

O Brasil recebeu o reconhecimento internacional de livre da aftosa com vacinação, nesse domingo, 20, durante a 86ª Sessão da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que ocorreu em Paris. Para o Tocantins, que está engajado na luta é uma conquista que chancela a qualidade da carne e a eficácia da preservação da sanidade dos animais. O Estado ocupa o 11º lugar no ranking nacional com 8,7 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) e está há 21 anos sem foco da doença.

“A conquista é um grande passo em direção à retirada da vacinação em todo o país, já estamos executando as medidas previstas no Plano Nacional do Ministério da Agricultura, para que em 2021 se inicie a retirada gradual da vacinação”, analisa o presidente da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Alberto Mendes da Rocha, acrescentando que a implementação das ações resultará no fortalecimento da economia, gerada pela abertura de novos mercados e o fomento da produção agropecuária.

As estratégias para colaborar com esse resultado já começaram no Tocantins. “O recadastramento de propriedades rurais está em andamento, intensificamos o controle de trânsito, mantemos os altos índices vacinais, controlamos os estoques de vacinas, além de atuarmos com agilidade nas notificações de doenças vesiculares”, destaca o responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pinto Pires.

O certificado internacional de zona livre de febre aftosa com vacinação abrangeu os estados do Amapá, Roraima, partes do Amazonas e Pará, que eram os que faltavam para que o Brasil alcançasse toda a extensão territorial livre da febre Aftosa com vacinação.

De acordo com o Ministério da Agricultura, a partir de maio de 2019, o Acre e Rondônia, além de municípios do Amazonas e Mato Grosso, iniciam a suspensão da vacinação. A previsão é que os produtores parem de vacinar o rebanho após maio de 2021, e o País inteiro seja reconhecido pela OIE como País livre de aftosa sem vacinação até maio de 2023.

Atualmente o Brasil possui o maior rebanho comercial do mundo, somando 218,7 milhões de cabeças de bovinos e búfalos. É também o maior exportador de carne com vendas para mais de 140 países. (Fonte: Mapa) 

COMPARTILHE:


Confira também:


Imbróglio

PGR pede informações sobre dinheiro depositado em conta da Lava Jato

Em nota à imprensa, após a decisão do ministro, a força-tarefa da Lava Jato disse que pediu a suspensão do fundo antes mesmo do pedido feito por Raquel Dodge ao STF.

Ocorrência

Polícia Civil prende dois suspeitos de tráfico de drogas no interior do Estado

Os policiais civis também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência de M.T.C, sendo que, no local, foram encontrados uma balança de precisão e um aparelho celular.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira