Wednesday, 15 de July de 2020

ESTADO


Agricultura Familiar

Tocantins leva sabores do Cerrado ao Rio de Janeiro

19 Nov 2008

Araçá, buriti, bacaba, cajá, cajuí e murici. Essas são as principais matérias-primas de um projeto de desenvolvimento sustentável desenvolvido por agricultores familiares da Cooperativa Agroflorestal do Nordeste do Tocantins, instalada no município de Santa Maria do Tocantins. O resultado? Polpas, compotas, doces e óleos, que serão expostos e comercializados na V Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, que será realizada de 26 a 30 de novembro, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

Os produtos são naturais, sem conservantes e aditivos químicos. Em breve, passarão a ser identificados pela marca “Gosto do Cerrado”. Entre as frutas nativas e adaptadas ao bioma, também são utilizados o abacaxi, a acerola, o bacuri, o caju, a carambola, o cupuaçu, a goiaba, o jenipapo, a manga e o tamarindo. Todas são coletadas por agricultores familiares no Cerrado, ou em pequenos pomares cultivados nos quintais de casas e em propriedades rurais.

A conservação ambiental e o manejo sustentável do bioma são pilares do projeto Frutos do Cerrado, que gera alimento e renda para 580 famílias nos municípios de Bom Jesus do Tocantins, Campos Lindos, Itacajá, Pedro Afonso, Recursolândia e Santa Maria. Mas foi necessário superar obstáculos para consolidar este Brasil Rural Contemporâneo no Nordeste do Tocantins. Entre esses, o avanço das lavouras de soja na região, e a crença de que as frutas nativas não têm valor comercial.

“A maioria não tomava suco e nem tinha pomar em suas casas. Hoje, todos têm um pomar e plantam mudas nativas nas propriedades, para recuperar as áreas degradadas”, revela Maria José Ferreira Alves Lima, que representará a Cooperativa na Feira Nacional da Agricultura Familiar.

O projeto capacita e organiza os agricultores familiares e fornece mudas nativas do Cerrado para o plantio em áreas degradadas ou pomares. O objetivo é garantir escala de matéria-prima para a cooperativa, que compra as frutas para processamento e comercialização. A produção anual de polpa ainda é pequena, cerca de 16 toneladas, mas gera às famílias que participam do projeto renda de até R$ 2 mil por safra, dependendo da quantidade de frutas fornecidas.

A primeira participação na Feira Nacional da Agricultura Familiar alimenta a expectativa de novos horizontes para os produtos da Cooperativa Agroflorestal, um dos seis grupos que representam o Tocantins no Rio de Janeiro. Com comercialização restrita ao Estado, um dos objetivos é levar os produtos a outras regiões do País. “O mercado de polpas e sucos naturais cresce, e podemos conquistar espaço com as frutas do Cerrado. Trabalhamos com um segmento que tem muito potencial e esperamos conquistar o público com nossos produtos”, afirma Maria José.

 

 

O Tocantins na Feira Nacional da Agricultura Familiar


Agrop - Palmas

Temperos, geléia, granola, castanha, biscoitos, material de decoração, açúcar mascavo, bombons.


Associação do PA Santo Onofre

Ponte Alta do Tocantins

Bolsa trançada, bolsas, sandálias, anéis, porta-guardanapo, cintos, brincos, mandalas, pulseiras, frasqueira, chapéus, paneleiro, tiaras.


Projeto Frutos do Cerrado

Santa Maria do Tocantins

Doces, mel.


Associação Mulheres Ext. Piracema

Marianópolis do Tocantins

Chapéus, colares, pulseiras, bolsas, cintos, mandalas e brincos de capim dourado, brincos de semente, sais e buchas para banho, suplá, colares de sementes.


Associação dos Artesões

Lagoa do Tocantins

Mandalas, chapéus, chinelos, suplá, bolsas de capim dourado, bijuterias de capim dourado, sandálias.


Associação Arte Santa Tereza

Santa Tereza do Tocantins

Porta-jóias, suplá, bolsas de capim dourado, bijuterias de capim dourado, mandalas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Covid-19: Brasil tem 1,96 milhão de casos e 75,3 mil mortes

Até o momento, 1.255.564 brasileiros se recuperaram da doença

Pandemia

Tocantins registra 339 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 16.031 casos no total, destes, 10.049 pacientes estão recuperados, 5.711 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 271 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira