Friday, 18 de October de 2019

GERAL


Perspectivas

Alan Barbiero comemora o orçamento recorde da UFT para 2009

26 Mar 2009

Em seu segundo mandato, o reitor da Universidade Federal do Tocantins – UFT, Alan Barbiero, só tem motivos para comemorar. Com a expansão dos campus e a implantação de 14 novos cursos em 2009, a UFT parece andar na contramão da crise financeira. O orçamento foi recorde este ano e, se comparado a 2004, cresceu cinco vezes - de 20 para 105 milhões de reais -, sendo que o orçamento para investimentos também foi inédito, atingindo 39 milhões de reais em 2009.

Mas nem tudo é um mar de rosas. No final de 2008 o Congresso Nacional efetuou um corte de 3 milhões de reais no orçamento para assistência estudantil, uma bolsa permanente para estudantes que se envolvem em atividades culturais e de extensão. Segundo Alan, foram realizados cortes em todos os ministérios e a retomada deste recurso para o primeiro semestre deste ano já este em negociação.

A Universidade oferece hoje 43 cursos, 7 mestrados e 1 doutorado. Mas Alan ainda não se dá por satisfeito. O reitor tem a meta de, até o final do mandato, em 2012, implantar 12 cursos de mestrado e 4 doutorados e já deixa no ar a promessa de que muitas novidades ainda estão para ser confirmadas até o final deste ano, principalmente com relação à implantação de novos cursos.

O quadro docente é de 600 professores efetivos. Para Alan, a última seleção, que abriu 60 vagas para o corpo docente, é suficiente para suprir a demanda. O reitor comenta que, a cada ano, à medida que novas disciplinas vão sendo implantadas nos novos cursos, a quantidade de professores também vai se expandindo. “Mas isso é um processo progressivo, não adianta colocar professores agora sendo que terão que esperar quatro a cinco semestres para trabalhar com a disciplina”, explica. Segundo Alan, o ingresso dos 60 professores é o suficiente para suprir as necessidades para 2009, já que professores podem ser remanejados para assumirem disciplinas relacionadas em mais de um curso.

Para este ano, as bibliotecas de Palmas e Araguaína devem ser concluídas. Em Araguaína, onde a situação está um pouco mais delicada devido ao fato de a universidade já está funcionando no novo campus e a biblioteca ainda permanecer no campus antigo, o reitor pede um pouco mais de paciência aos estudantes para aguardarem a conclusão das obras.

 

Imbróglio

Outra polêmica envolvendo a Universidade recentemente foi o caso da procuradora Tereza Cristina Ibiapina da Rocha. A procuradora da Advocacia Geral da União (AGU) foi transferida no final do ano passado para o Rio de Janeiro, onde seu filho cursava medicina em uma universidade particular. Com apenas três dias de exercício no RJ, a procuradora voltou a Palmas e conseguiu, por força de lei, trazer o filho, que solicitou matrícula no curso de medicina da UFT. A universidade negou a transferência recomendando a matrícula na universidade de Porto Nacional, mas, após recurso na justiça, o juiz deu ganho de causa à procuradora. A UFT, por determinação judicial, foi obrigada a efetivar a matrícula do estudante. Alan explica que a universidade entrou com recurso e aguarda o parecer legal. Alan declarou apoiar as manifestações dos estudantes afirmando que os mesmos têm legitimidade para qualquer manifestação devido à universidade ser uma instituição democrática.

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira