Saturday, 05 de December de 2020

GERAL


Saúde

Birra pode ser doença

24 Jun 2008

Vai longe o tempo em que birra e manha explicavam todos os comportamentos das crianças e deviam ser corrigidos com broncas, castigos ou palmadas. Hoje se sabe que os pequenos podem sofrer com vários problemas emocionais.

Estudos revelam que os transtornos ansiosos atingem entre 9% e 15% das crianças e adolescentes. Os mais comuns são o de ansiedade de separação (4%), o de ansiedade geral (2,7% a 4,6%), e as chamadas fobias específicas (2,4% a 3,3%).

As crianças com transtorno de ansiedade generalizada (TAG) têm medo excessivo e sentimentos de pânico exagerados e irracionais diante de várias situações. Estão sempre tensas e muito preocupadas com o julgamento que os outros têm sobre o seu desempenho. Precisam exageradamente que as pessoas demonstrem confiança e as tranqüilizem.

Têm dificuldade para relaxar, reclamam de problemas físicos sem causa aparente e têm sintomas como palidez, suor excessivo, respiração acelerada, tensão muscular. Tendem a ser autoritárias quando querem que os outros a tranqüilizem.

A criança pergunta o tempo todo se o que as pessoas dizem é verdade, se recusa a iniciar qualquer atividade nova, pede para alguém verificar a lição a cada trecho terminado, mostra-se muito aborrecida e angustiada com o que pensam os colegas de escola sobre ela. Todo ou quase todo o tempo preocupa-se ora com uma coisa, ora com outra, causando tensão e irritação nas pessoas pelo absurdo da situação, sendo difícil acalmá-la. O início deste transtorno costuma ser imperceptível e depois vai se agravando até se tornar intolerável.

COMPARTILHE:


Confira também:


Capital Provisória

Governo do Tocantins cancela transferência da Capital para Miracema em virtude da Covid-19

Ações eram desenvolvidas tradicionalmente no dia 7 de dezembro


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira