Monday, 21 de October de 2019

GERAL


Crítica

Boêmios, intelectuais & outros bichos

03 Jun 2008

Se considerarmos que as transformações histórico-culturais do século XX ocorrem no Brasil – mais especificamente no eixo São Paulo-Rio – quase sempre vinte anos mais tarde que nos Estados Unidos, mudanças decorrentes do processo de modernização e das circunvoluções do capitalismo tardio, e devidamente adaptadas ao nosso subcapitalismo periférico, um livro como Os Últimos Intelectuais, do historiador norte-americano Russel Jacoby, se torna bastante esclarecedor, uma vez que trata do desaparecimento do “intelectual público” – o autodidata culto sem formação acadêmica – que, ao migrar em massa para as universidades após Segunda Guerra, desaparece da cena pública norte-americana sem deixar sucessores.

Através dele é possível fazer algumas conexões e começar a entender a chamada Extinção do Pensamento, presente nos textos de Paulo Arantes, e o Silêncio dos Intelectuais, dos seminários de Adauto Novaes, fenômenos observados entre as décadas de 90 e 2000. Mas voltando a Jacoby, este ressalta que o ponto crítico não é a novidade da situação, mas sua amplitude: quando – antes de 50 – as universidades americanas ocupavam apenas um certo espaço da vida cultural, seus defeitos e virtudes significavam uma coisa, mas quando – depois de 60 – elas dominaram toda a área, suas regras se tornaram As Regras.

Os últimos intelectuais a que se refere o autor são os críticos literários, filósofos e economistas norte-americanos que surgiram nas décadas de 30-40, como Edmond Wilson, Mary MacCarthy, Munford, Galbraith, Daniel Bell, Norman Mailer, Noam Chomsky, Susan Sontag, que dirigiam seus trabalhos a um público amplo e esclarecido. Mas os intelectuais das últimas gerações – os nascidos a partir da década de 40 – emergiram numa sociedade em que a identidade entre as universidades e a vida intelectual era quase completa. Nos Estados Unidos, ser intelectual significava ser um professor.

Evidentemente, textos acadêmicos ininteligíveis não constituem novidade, mas para Jacoby a questão não é o talento, coragem ou postura política, mas o fato de não ter surgido a oportunidade para dominarem uma linguagem pública; conseqüentemente, seus escritos não tiveram impacto público.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Governador destaca mineração como fator de desenvolvimento econômico e geração de empregos

Declaração do Chefe do Executivo ocorreu durante leilão da jazida de minério de Palmeirópolis, nesta segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro. Expectativa é que dois mil empregos sejam gerados com a instalação no empreendimento

Economia

Comércio puxa recuperação na oferta de vagas de emprego no estado

Ainda sobre o Caged, setembro mostra que Araguaína foi a cidade com maior variação negativa (-139 vagas) e Porto Nacional com variação positiva (167 vagas). A capital Palmas registrou uma variação de – 42 vagas.



Legislativo Municipal

Câmara de Palmas funcionará em novo endereço a partir de 2020

A estrutura da 104 Norte tem área total edificada de 5.065,55 metros quadrados, contra os 4.300 m² do prédio atual, localizado na Teotônio Segurado.


Saúde Animal

Seu Pet pode ser um doador de sangue

Programa de Extensão do Hospital Veterinário do Ceulp/Ulbra organiza cadastro de pets doadores


GOTE

Suspeito de cometer crime de coação é preso pela Polícia Civil no Norte do Estado

O suspeito é alvo de investigações em curso na cidade de Araguanã, foi alvo de busca domiciliar através de força-tarefa realizada por agentes de várias Delegacias de Polícia e também do GOTE.


Educação superior

Universidade Estadual prorroga inscrições para Vestibular 2020/1 até 7 de novembro


Porto Cereais

Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia


AL

Presidente da ATS deve ser convidado a prestar esclarecimentos


TJTO

“Tudo funciona melhor quando nos colocamos na posição de ouvinte”, destaca o presidente do TJ ao abrir seminário


IEES

Semana de fisioterapia do HGP destaca avanços e atualiza profissionais


IFTO

Elenil apoia projeto do IFTO que vai levar cursos técnicos aos 139 municípios do Tocantins



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira