Monday, 24 de June de 2019

GERAL


#MulheresRurais

Campanha em defesa da visibilidade do trabalho da mulher rural é lançada na Agrotins 2019

10 May 2019    23:59
Antonio Gonçalves Campanha em defesa da visibilidade do trabalho da mulher rural é lançada na Agrotins 2019

Com a participação de produtoras rurais de todo o Estado, o Governo do Tocantins por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) lançou a campanha #MulheresRurais, Mulheres com Direitos, na tarde desta quinta-feira, 9, no auditório Jaburu, na 19ª Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2019), com a presença da embaixadora da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Norte do país, Simone de Brito Barreto.

Segundo a embaixadora da FAO, Simone de Brito Barreto, o Tocantins é o primeiro estado do país a lançar a campanha oficialmente devido ao apoio e iniciativa da Seagro. “Isso é importante porque possibilita dar reconhecimento ao árduo trabalho das mulheres rurais e, além disso, dá embasamento para o Governo formular políticas públicas mais adequadas”, afirmou.

“Esperamos que o objetivo da campanha que é visibilizar e dar reconhecimento ao trabalho da mulher rural, porque sabemos que é muito mais fácil fazer essa ação estando aqui. Devido essa proximidade com os servidores que trabalham na Seagro podemos fazer uma campanha com resultados bem mais positivos”, completou a embaixadora da FAO.

Em seu pronunciamento, a embaixadora da FAO, Simone Barreto, apresentou dados da FAO mostrando que as mulheres trabalham 28 horas por dia, devido às múltiplas tarefas realizadas ao mesmo tempo. Outro dado importante é que a remuneração do trabalho doméstico eleva o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 13%.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum destacou a importância da campanha e declarou total apoio. “A questão aqui não é apenas registrar o lançamento da campanha, mas reconhecer o trabalho que as mulheres realizam. O nosso estado é rural, a população feminina rural nossa é muito grande. Vocês são nosso maior apoio para fortalecer a campanha”, afirmou o secretário.

A agricultora Maria da Guia, do município de Cólmeia, destacou que em sua casa existe igualdade entre ela e seu marido. “Essa campanha chegou na hora certa para as mulheres. Porque vai incentivá-las em seu trabalho e mostrar a produção que eles desenvolvem. Nós também somos trabalhadoras capazes de assumir um lar, uma família, com responsabilidade, de ter condições de trabalhar na roça para colocar comida na nossa mesa e na do brasileiro”, enfatizou.

Campanha

A campanha é dividida em quatro datas comemorativas e marcos. Todos os anos, ela é lançada no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Após isso, as mobilizações acontecem no Dia Internacional das Mulheres Indígenas (05/09), Dia Internacional das Mulheres Rurais (15/10), e no Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres (25/11).

A campanha #MulheresRurais, Mulheres com Direitos foi lançada regionalmente em 2016, como um esforço colaborativo para fazer conquistas visíveis para os desafios pela igualdade de gênero em áreas rurais.

A campanha é uma iniciativa da FAO, da ONU Mulheres, da Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar do Mercosul (REAF), da Diretoria Geral de Desenvolvimento Rural do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (DGDR-MGAP) – Uruguai, e da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) – Brasil.

COMPARTILHE:


Confira também:


Opinião

Cenário político de Palmas: “aparentar ser ” e o “fazer de fato”

É fato que a campanha eleitoral de 2020 já começou. As pedras já estão se posicionando no tablado. Até o momento, de oficial mesmo, somente a candidatura à reeleição da prefeita Cinthia


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira