Friday, 05 de June de 2020

GERAL


Projeto Arte e Cidadania

Circo os Kaco amplia vagas para aulas de artes circense e capoeira angola

15 Mar 2020
Divulgação Circo os Kaco amplia vagas para aulas de artes circense e capoeira angola

Em 2020 o Circo os Kaco completa 7 anos do seu programa de responsabilidade social em Taquaruçu, oferecendo oportunidade de formação profissionalizante e de atividades culturais gratuitas para comunidade, descobrindo talentos, gerando renda e promovendo cidadania na capital. A partir de março a organização amplia esta linha de atuação abrindo novas vagas através do projeto Arte e Cidadania.

A iniciativa está com inscrições abertas para aulas de artes circenses e de capoeira angola. As vagas são gratuitas e as pessoas interessadas devem procurar a sede do circo, na 2a. Avenida, quadra 45, Distrito de Taquaruçu, ou pelo whatsapp (63) 98101-9711. Estão sendo oferecidas duas turmas para formação em artes circenses, com aulas a partir das 9h e das 19h, sempre às terças e quintas. Já as aulas de capoeira angola acontecem às segundas, quartas e sextas a partir das 19h. Todas as atividades estão sendo oferecidas no Circo os Kaco, são 15 vagas para cada turma.

Segundo o arte educador do circo, Kadu Olivê, “o projeto é uma oportunidade de conhecer novas profissões relacionadas `economia criativa do circo, de desenvolver vocações e, sobretudo, desenvolver-se nas artes do circo”. durante o itinerário de formação, as alunas e alunos aprenderão técnicas de malabares, acrobacias aéreas, palhaçaria, além de noções de direção artística, capatazia e produção cultural.

Para o treinel do grupo Angola Tocantins e artista do Circo os Kaco, Bruno Kalss, a oportunidade de aprender e treinar capoeira contribui para os processos de construção da identidade cultural da comunidade, com promoção da cidadania através da valorização da cultura afrobrasileira, além de estimular a prática de atividades físicas entre todas as gerações.

O projeto Arte e Cidadania acontece até 27 de junho, sempre com atividades gratuitas para a comunidade. É uma realização do Circo os Kaco em parceria com o grupo Só Angola e o da Prefeitura de Palmas, através do Edital do Fundo Municipal de Cultura, promovido pela Fundação Cultural de Palmas e o Conselho Municipal de Cultura. Ao todo estão sendo oferecidas 75 vagas. A coordenadora do projeto, a produtora e circense da organização, Marcela Putrini, destaca que “a formação de futuras gerações de artistas circense é uma das grandes vocações do Circo os Kaco. Em todos estes anos já passaram por aqui dezenas de crianças que hoje são jovens profissionais do circo e de outras  artes. Pouco a pouco vamos contribuindo também com o desenvolvimento econômico da nossa comunidade, oportunizando geração de renda para até quem nunca sonhou em ser artistas de circo”, completa.

Sobre o Circo os Kaco

O Circo Os Kaco foi criado em 2009 em Goiânia e em 2013 se estabelece no distrito ecoturístico de Taquaruçu, em Palmas, onde se consolidou também como uma organização social e um Ponto de Cultura. Desde então funciona como centro de cultura e convivência, promovendo eventos culturais e experiências formativas para as artes e para o desenvolvimento sustentável. É membro da Rede de Circo do Mundo Brasil e idealizadora do Festival de Circo de Taquaruçu, o maior evento circense do Norte do Brasil, que em 2020 realiza sua 7a. edição entre os dias 1 a 5 de julho. Juntamente com o Coletivo É Só Querê Fazê, formado por mais de 15 artistas e produtores do Estado de Goiás e Tocantins.

Serviços:

Projeto Arte e Cidadania

Aulas de artes circenses: terça e quinta, em duas turmas, às 9h e às 19h

Aulas de Capoeira Angola:  segunda, quarta e sexta, às 19h.


Inscrições gratuitas: cópia do CPF e RG do participante ou responsável e preenchimento do formulário de inscrição.

Local: Circo Os Kaco

(Aluísio Cavalcante).

COMPARTILHE:


Confira também:


Política

TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano

Partidos terão liberdade de estabelecer regras e procedimentos

Não se cale!

Campanha da DPE-TO alerta para importância das denúncias de violência

Instituição lança Campanha “Você não está só!”. Um chamado para denunciar os casos de violência em mulheres, crianças e adolescentes neste período de pandemia




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira