Wednesday, 27 de May de 2020

GERAL


Educação superior

Comissão aprova relatório de Kátia Abreu que cria Universidade Federal do Norte do TO

07 Jun 2019
Comissão aprova relatório de Kátia Abreu que cria Universidade Federal do Norte do TO

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (5) relatório da senadora Kátia Abreu (PDT-TO) que cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). O projeto segue com urgência para análise do plenário. A no va instituição, que será um desmembramento da Universidade Federal de Tocantins (UFT), terá sede em Araguaína.

Kátia Abreu destacou que a nova universidade terá orçamento próprio e independência. O projeto prevê que cursos, alunos, e cargos dos campi da UFT de Araguaína e de Tocantinópolis sejam automaticamente transferidos para a UFNT. Além disso, cria os c ampi de Xambioá e de Guaraí.

“A UFNT terá autonomia em ações, gastos e investimentos e poderá receber emendas parlamentares de toda a bancada federal”, afirmou. “Araguaína fica num ponto estratégico de confluência com Pará, Maranhão e Piauí. Por isso, não atenderá apenas aos tocantinenses que sonham em cursar uma universidade pública, mas a todos os estudantes dos estados vizinhos e do Brasil”, completou.

A Universidade Federal do Tocantins manterá sua sede na capital - sob comando do reitor Luís Eduardo Bovolato – além dos campi de Gurupi, Arraias, Miracema e Porto Nacional. Já a UFNT terá um novo reitor.

O próximo passo, afirmou Kátia Abreu, é reunir apoio dos três senadores e dos oito deputados federais do Tocantins em torno da criação do campus da UFNT de Araguatins.

A senadora agradeceu ao trabalho desenvolvido pelo reitor da UFT, professor Bovolato, e pelo ex-reitor Márcio da Silveira. Destacou que, à época da criação, em maio de 2016, era ministra da Agricultura. “Trabalhei junto ao Executivo para que esse sonho saísse do papel quando era ministra e é uma alegria vê-lo se tornando realidade. Temos que continuar trabalhando para fazer do Tocantins o estado do conhecimento e da oportunidade”, afirmou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação "Cara Dura"

Polícia Federal desarticula grupo criminoso suspeito de cometer furtos contra instituições financeiras

O nome da operação se refere a forma como a organização criminosa praticava os ilícitos, ou seja, sem muita cautela e se aproveitando de pequenas oportunidades, no interior das instituições financeiras.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira