Friday, 19 de July de 2019

GERAL


Especial

Como saber aproveitar bem o 13º salário

16 Dec 2009

Um planejamento adequado para o uso do 13º salário pode definir um Ano-Novo mais tranquilo para o trabalhador e sua família. Saldar dívidas é a opção mais recomendada pelos economistas, que também aconselham poupar para o pagamento de impostos nos primeiros meses do ano. Nesta edição, dicas que podem ajudar quem busca equilibrar os gastos domésticos. (com informações do Jornal do Senado)

É comum para quem está com o orçamento apertado esperar pelo 13º para ter um alívio nas contas. De acordo com estudo feito pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), 64% dos brasileiros têm a intenção de usar o 13º salário para pagar dívidas já contraídas, sobretudo as de cheque especial e de cartão de crédito, cujas taxas de juros são as mais altas do mercado.

"O prudente é realmente quitar dívidas, principalmente aquelas que embutem juros escorchantes, e evitar cair em outras", reforça Renan Studart Quintas, consultor de investimento da Mercor Bonae.

Outro destino a ser dado ao dinheiro extra é separar uma parte para ajudar no pagamento das contas que vencem no início do ano, como matrícula e material escolar, o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Com esse planejamento, é possível aproveitar alguns descontos oferecidos para quem faz pagamento antecipado desses compromissos. Renan Quintas afirma que destinar o dinheiro para a quitação desses débitos depende do grau de endividamento da pessoa.

"Se as dívidas foram pagas e o orçamento familiar for restrito, é recomendável que o dinheiro seja guardado para o pagamento de contas que vencerão no próximo ano, mesmo que seja  para daqui a dois meses", aconselha.
Após pagar dívidas e reservar um pouco de dinheiro para saldar outras que virão, o sinal está livre para as compras de Natal, incluindo presentes e a ceia, e os gastos com viagens.

"Nessa hora, cada um tem sua prioridade, depende dos gostos pessoais e das possibilidades financeiras. Alguns priorizam viagens, outros, festas e presentes", afirma.

Mas a cautela não pode ser totalmente abandonada, por isso é recomendável pensar em um limite para que essas despesas não consumam todo o dinheiro ou, pior, virem dívidas para o ano que se aproxima.
O senador Adelmir Santana (DEM-DF), que é presidente do Sistema Fecomércio-DF e vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), lembra a importância do 13º para a economia do país, revertendo atualmente o cenário desfavorável do último trimestre de 2008, quando a população sentiu os efeitos da crise financeira mundial.  Ele observa que, mesmo sendo usada prioritariamente na quitação de débitos, para "limpar o nome" das pessoas, a gratificação natalina é tão representativa que é responsável por uma forte injeção de recursos na economia.

"Como já é esperado pelo comércio, o mês de Natal é o mais importante para o aquecimento da economia. E neste ano esperamos um período sensacional, com muitas contratações temporárias de trabalhadores", afirma o senador.


 

13º salário injeta mais de R$100 milhões  na capital

Montante pode ser bem maior, pois levantamento  não leva em conta colaboradores de empresas privadas e servidões do governo federal

O pagamento do 13º salário aos servidores públicos e aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) tem tudo para incrementar a economia de Palmas, movimentando o comércio neste final de ano. Pelo menos é isso que mostram os números levantados pelo O Lojista.

O informativo apurou, junto aos principais órgãos, a estimativa de recursos que deve entrar com o pagamento do benefício em dezembro. Contando apenas com os funcionários do governo do Estado lotados na capital, da Prefeitura de Palmas e os aposentados e pensionistas do INSS são mais de R$ 90 milhões.

Como, só nas esferas municipal e estadual, há se levar em conta os servidores da Câmara de Vereadores de Palmas, do Tribunal de Justiça (TJ), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Defensoria Pública, o valor certamente é superior a R$ 100 milhões.

No governo do Estado, que tem cerca de 21 mil servidores lotados em Palmas (entre comissionados, efetivos e contratados de forma emergencial), a folha salarial apenas dos funcionários da capital é de pouco mais de R$ 74 milhões.

O valor é elevado porque todos os secretários estaduais, diretores de autarquias e outros cargos de direção com salários altos estão lotados em Palmas. O valor da folha do 13º poderá ser um pouco maior, pois o benefício é pago sem alguns descontos. Mesmo assim, como o governo ainda não tinha fechado a folha na época desta reportagem (final de novembro), O Lojista optou por trabalhar com os R$ 74 milhões como parâmetro.

Já na Prefeitura de Palmas o 13º salário deve ficar em torno de R$ 11 milhões, conforme o secretário municipal de Planejamento e Gestão. O montante é cerca de R$ 2 milhões menor do que a folha salarial.

Essa diferença é registrada porque esse ano é o primeiro da segunda gestão do prefeito Raul Filho (PT) e, por se tratar de outro governo, algumas pessoas foram contratadas ao longo de 2009. Esses novos funcionários, que não trabalharam todo o ano na administração municipal, receberão o 13º proporcional ao tempo em que estão na prefeitura. A prefeitura tem cerca de 7.500 funcionários.

Diferentemente da Prefeitura e do governo do Estado, o INSS já pagou metade do benefício no meio do ano. Mesmo assim, os aposentados e pensionistas que estão registrados na agência do instituto da capital tema a receber um valor de pouco mais de R$ 6 milhões.

Ao todo, a agência local do instituto tem cerca de 14 mil beneficiários registrados. Contudo, é necessário considerar que alguns moram em cidades próximas que não possuem agência.


 
Dezembro e federais

Além do pagamento do 13º, os lojistas podem se beneficiar com a possibilidade dos governos do estado e do município anteciparem o pagamento da folha de dezembro, que seriam pagas ainda este ano. Caso isso ocorra, os servidores públicos de Palmas podem ter, juntos, mais de R$ 200 milhões disponíveis em um único mês.

Outro fator importante que o levantamento do O Lojista não está considerando é a quantidade de servidores federais que a cidade possui, a maioria deles com salários altos. Estas pessoas também receberão o 13º salário agora e, se convencidas, podem acabar gastando boa parte do dinheiro na capital.

Para completar, cabe ressaltar que a iniciativa privada também está pagando o 13º salário em dezembro e, embora estas pessoas não possuam salários altos, a quantidade de beneficiados faz com que o montante total a mais seja expressivo.


 
Avaliação

Para o presidente da CDL-Palmas (Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas), Sílvio Cunha, está é uma excelente oportunidade para o empresário poder aumentar as suas vendas. Segundo o presidente, os dados levantados pelo O Lojista mostram que vai haver uma grande injeção de dinheiro na economia e, desta forma, os empresários devem trabalhar bastante para convencer estes palmenses a gastarem o seu 13º na cidade.

Cunha ressalta que este é o momento ideal para promoções, aumento de estoque e investimento em publicidade com o objetivo de chamar o cliente para a sua loja.

Por fim, o presidente lembra que outro fator positivo é, conforme a CDL mostrou no mês de abril deste ano, o número de servidores públicos com empréstimos consignados em Palmas caiu significativamente e, desta forma, há uma circulação maior de dinheiro na capital.

COMPARTILHE:


Confira também:


Internet

Por eventuais abusos, Procon notifica FaceApp, Apple e Google sobre aplicativo que envelhece usuários

O app, sucesso nas redes sociais, simula faces em idades avançadas

TRE-TO

Justiça eleitoral promove debate com indígenas e fomenta inclusão dos povos no processo político

O projeto de Inclusão Sociopolítica dos Povos Indígenas é realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), por meio da Escola Judiciário Ministro Humberto Gomes de Barros.



TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef

Nesta temporada, todos os desafios do MasterChef Brasil seguem valendo prêmios. Após a conquista do avental, os vencedores das provas individuais acumularão R$ 1 mil em compras no cartão Carrefour


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019

As inscrições dos reeducandos e socioeducandos iniciaram dia 15 e finalizam dia 26. As provas acontecem dia 8 e 9 de outubro.


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019

O presidente da Adetuc destacou também o importante papel que órgãos do Governo têm tido para colaborar a realização da temporada de praias deste ano.


Investimento

Wanderlei Barbosa apresenta ações de turismo e cultura à artesãos de Taquaruçu


SSP

Com base em investigações da Polícia Civil Ministério Público denuncia servidora por peculato


Tocantins

Inscrições para o 1° Prêmio de Jornalismo da Adpeto continuam abertas


Campo

Comunidade rural se torna caso de sucesso por meio do Crédito Fundiário


Segurança

Duas crianças vítimas de acidente de trânsito no Sudeste do Tocantins são resgatadas pela aeronave da SSP


História de transformação

Dona Naninha e família são homenageadas em evento em Natividade (TO)



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira