Friday, 20 de September de 2019

GERAL


Papelarias X Atacado

Consumidores preferem as papelarias

27 Jan 2010

A chegada dos grandes grupos de supermercados e atacados gerou uma reviravolta no comércio local. Com cacique para por os preços lá embaixo, os novos empreendimentos tornaram-se os principais alvos dos consumidores palmenses, com exceção dos que estão em busca de material escolar, afirma o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sílvio Portilho. “Conversamos com alguns donos de papelarias e eles falaram que o impacto não foi tão grande. Isso porque esses grupos só têm o material básico de papelaria, como o caderno”, disse Portilho. Segundo ele, em algumas papelarias as vendas chegaram a ultrapassar os valores do último ano.

Mochilas e livros didáticos foram os itens que fizeram a diferença na hora de escolher o local das compras. “Não sentimos nenhum interferência, já que temos uma variedade maior de produtos. Quanto aos livros didáticos a nossa grande concorrente continua sendo a Internet”, explica a empresária Marina Alves da Silva, da papelaria Autêntica. Segundo ela, os valores dos livros são tabelados, porém, as promoções dos sites especializados é o grande atrativo dos consumidores.
Para o gerente de uma papelaria Milleniun, Elias Sousa, item como a mochila bateu o record de vendas e foi o que tirou a empresa do “sufoco”. “Sentimos uma queda nos itens básicos. Ano que vem teremos que usar outra margem de lucro para poder acompanhar a concorrência”, diz Sousa.

Cadernos, canetas, borrachas, pastas, resma de papel A4 e lápis de cor são os itens mais procurados. Segundo pesquisa de preço feita pelo Pronco/TO nas papelarias de Palmas, os cadernos de 10 matérias pode variar em até 134%, de R$ 3, 80 à R$ 8,90.

Outro item que esta em todas as listas de material escolar é o papel A4. Nos atacados, a resma de papel A4 pode ser até R$ 5 mais barato que nas papelarias, chegando à R$ 9,90. “Fiz uma pesquisa de preço e decidi dividir as compras nos atacados com uma amiga”, ensina a dona-de-casa Lúcia Santos Barbosa, que comprou material escolar para os três filhos. Ela explica que com a tática, consegui economizar R$ 42. “É mais cansativo, mas com certeza vale a pena”, completou Lúcia.

Os consumidores também estão à procura das empresas que oferecem os melhores parcelamentos. E nisso, o recém-inaugurado Extra saiu na frente: o grupo atrai os que fizerem a opção de só quitar a conta em 2011, dividindo o valor em até 18 vezes sem juros. A maioria das papelarias parcelam em até dez vezes sem juros.


 
 
Fique de olho nos abusos


Antes de mais nada,  reaproveite o material do ano anterior o máximo que conseguir. Além de economizar, você estará ensinando o seu filho a conservar o material e utilizá-lo de forma responsável. E atenção: é comum a escola incluir material de higiene na lista de material escolar. O Procon adverte os pais e as mães que a lista deverá conter apenas produtos individuais, de uso exclusivo do aluno. Existe uma portaria do MEC - Ministério da Educação e Cultura que proíbe a solicitação por parte das escolas de materiais de uso coletivo, material de higiene – incluindo papel higiênico, material de limpeza – ou taxas para suprir despesas com água, luz e telefone, pois todos estes custos já estão incluídos no cálculo da mensalidade.
 
Os pais podem ainda procurar a escola para que seja justificada a real necessidade de compra dos materiais. Caso algum produto não seja utilizado, ele deve ser devolvido até o fim do ano.
 
Além disso, segundo o Procon, não é preciso comprar todo o material escolar no início do ano, os pais podem combinar com a escola e adquirir apenas os produtos a serem utilizados no primeiro semestre.
Na hora de pagar, exija sempre a nota fiscal com os artigos discriminados. Recuse quando for relacionado apenas o código do produto, pois dificultará sua identificação caso você necessite trocar o produto.


 
 
Itens para exclusão da lista de material escolar

 

1- Papel Higiênico
2- Bastões de cola quente
3- Rolo de papel toalha
4- Grampo para grampeador
5- Medicamentos
6- Descartáveis (copos, pratos, talheres, lenços)
7- Percevejo
8- Fitas adesivas largas, finas e dupla face
9- Estêncil
10- Álcool
11- Látex
12- Clips
13- Pincel para quadro magnético e para retroprojetor
14- Verniz
15- Fio de Nylon
16- Fósforos
17- Tinta para tecido
18- Material de reprografia
19- Material de limpeza em geral
20- Giz branco e colorido
21- Barbante
22- Algodão

COMPARTILHE:


Confira também:


Municípios

ATM fará três eventos técnicos com CNM, FNDE e SUDAM

O presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, convoca os gestores municipais das referidas áreas a participarem dos encontros.

Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras

Para o Delegado Rérisson as reuniões foram bastante positivas.


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas

Clientes terão condições especiais para negociar débitos


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21

O programa Nota Quente Palmense realiza sorteios mensais de R$ 10 mil e dois sorteios semestrais de R$ 50 mil, sendo um no mês de maio e outro no mês de outubro, além do grande sorteio anual, de R$ 200 mil, realizado em dezembro.


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital


Drogas

Polícia Civil prende quatro traficantes e apreende mais de 30kg de maconha em Gurupi


Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula


Economia

Endividamento atinge mais de 68% dos palmenses em agosto


Vestibular

Inscrições abertas para o Vestibular da Unitins



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira