Monday, 24 de June de 2019

GERAL


Papelarias X Atacado

Consumidores preferem as papelarias

27 Jan 2010

A chegada dos grandes grupos de supermercados e atacados gerou uma reviravolta no comércio local. Com cacique para por os preços lá embaixo, os novos empreendimentos tornaram-se os principais alvos dos consumidores palmenses, com exceção dos que estão em busca de material escolar, afirma o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sílvio Portilho. “Conversamos com alguns donos de papelarias e eles falaram que o impacto não foi tão grande. Isso porque esses grupos só têm o material básico de papelaria, como o caderno”, disse Portilho. Segundo ele, em algumas papelarias as vendas chegaram a ultrapassar os valores do último ano.

Mochilas e livros didáticos foram os itens que fizeram a diferença na hora de escolher o local das compras. “Não sentimos nenhum interferência, já que temos uma variedade maior de produtos. Quanto aos livros didáticos a nossa grande concorrente continua sendo a Internet”, explica a empresária Marina Alves da Silva, da papelaria Autêntica. Segundo ela, os valores dos livros são tabelados, porém, as promoções dos sites especializados é o grande atrativo dos consumidores.
Para o gerente de uma papelaria Milleniun, Elias Sousa, item como a mochila bateu o record de vendas e foi o que tirou a empresa do “sufoco”. “Sentimos uma queda nos itens básicos. Ano que vem teremos que usar outra margem de lucro para poder acompanhar a concorrência”, diz Sousa.

Cadernos, canetas, borrachas, pastas, resma de papel A4 e lápis de cor são os itens mais procurados. Segundo pesquisa de preço feita pelo Pronco/TO nas papelarias de Palmas, os cadernos de 10 matérias pode variar em até 134%, de R$ 3, 80 à R$ 8,90.

Outro item que esta em todas as listas de material escolar é o papel A4. Nos atacados, a resma de papel A4 pode ser até R$ 5 mais barato que nas papelarias, chegando à R$ 9,90. “Fiz uma pesquisa de preço e decidi dividir as compras nos atacados com uma amiga”, ensina a dona-de-casa Lúcia Santos Barbosa, que comprou material escolar para os três filhos. Ela explica que com a tática, consegui economizar R$ 42. “É mais cansativo, mas com certeza vale a pena”, completou Lúcia.

Os consumidores também estão à procura das empresas que oferecem os melhores parcelamentos. E nisso, o recém-inaugurado Extra saiu na frente: o grupo atrai os que fizerem a opção de só quitar a conta em 2011, dividindo o valor em até 18 vezes sem juros. A maioria das papelarias parcelam em até dez vezes sem juros.


 
 
Fique de olho nos abusos


Antes de mais nada,  reaproveite o material do ano anterior o máximo que conseguir. Além de economizar, você estará ensinando o seu filho a conservar o material e utilizá-lo de forma responsável. E atenção: é comum a escola incluir material de higiene na lista de material escolar. O Procon adverte os pais e as mães que a lista deverá conter apenas produtos individuais, de uso exclusivo do aluno. Existe uma portaria do MEC - Ministério da Educação e Cultura que proíbe a solicitação por parte das escolas de materiais de uso coletivo, material de higiene – incluindo papel higiênico, material de limpeza – ou taxas para suprir despesas com água, luz e telefone, pois todos estes custos já estão incluídos no cálculo da mensalidade.
 
Os pais podem ainda procurar a escola para que seja justificada a real necessidade de compra dos materiais. Caso algum produto não seja utilizado, ele deve ser devolvido até o fim do ano.
 
Além disso, segundo o Procon, não é preciso comprar todo o material escolar no início do ano, os pais podem combinar com a escola e adquirir apenas os produtos a serem utilizados no primeiro semestre.
Na hora de pagar, exija sempre a nota fiscal com os artigos discriminados. Recuse quando for relacionado apenas o código do produto, pois dificultará sua identificação caso você necessite trocar o produto.


 
 
Itens para exclusão da lista de material escolar

 

1- Papel Higiênico
2- Bastões de cola quente
3- Rolo de papel toalha
4- Grampo para grampeador
5- Medicamentos
6- Descartáveis (copos, pratos, talheres, lenços)
7- Percevejo
8- Fitas adesivas largas, finas e dupla face
9- Estêncil
10- Álcool
11- Látex
12- Clips
13- Pincel para quadro magnético e para retroprojetor
14- Verniz
15- Fio de Nylon
16- Fósforos
17- Tinta para tecido
18- Material de reprografia
19- Material de limpeza em geral
20- Giz branco e colorido
21- Barbante
22- Algodão

COMPARTILHE:


Confira também:


Opinião

Cenário político de Palmas: “aparentar ser ” e o “fazer de fato”

É fato que a campanha eleitoral de 2020 já começou. As pedras já estão se posicionando no tablado. Até o momento, de oficial mesmo, somente a candidatura à reeleição da prefeita Cinthia


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira