Tuesday, 22 de October de 2019

GERAL


Saúde

Defensoria participa de nova plenária do CRM-TO sobre a saúde pública tocantinense

11 Mar 2019    14:51
Divulgação Defensoria participa de nova plenária do CRM-TO sobre a saúde pública tocantinense

Coordenador do Núcleo Especializado em Defesa da Saúde (Nusa) da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), o defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, participou de uma nova sessão plenária realizada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado do Tocantins (CRM-TO) com o objetivo de discutir a atual conjuntura da saúde pública tocantinense. A atividade aconteceu nesta sexta-feira, 8, na sede do Conselho, em Palmas, reunindo médicos especialistas que atuam em diferentes unidades hospitalares públicas de várias regiões tocantinenses.

Durante a reunião, regida pelo presidente do CRM-TO, Jorge Pereira Guardiola, os médicos presentes apresentaram alguns pontos críticos que têm levado o sistema público de saúde tocantinense a um funcionamento inadequado, o que reflete, diretamente, na má qualidade de atendimento que chega à população que necessita do Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de doenças ou acidentes. Dentre algumas problemáticas expostas, se destacam o sucateamento das unidades hospitalares, a falta de equipamentos e medicamentos e a necessidade de ampliação do quadro de médicos especialistas.

De acordo com o Arthur Pádua, este diálogo aberto entre a Defensoria Pública e o CRM-TO é muito importante para a otimização das ações em prol da população, afinal, segundo, o defensor público, a relação da Defensoria com os médicos tem o mesmo objetivo: garantir a oferta de serviços de saúde de forma efetiva e continua.

“A Defensoria e os médicos não estão e nunca estiveram em lados opostos. Muito pelo contrário, a parceria com cada profissional médico é fundamental nesse processo. Nós reconhecemos que estes profissionais trabalham em uma estrutura caótica, pois vivemos nos hospitais realizando vistorias e os próprios médicos nos passam muitas informações importantes sobre carências da saúde no Estado, o que torna o nosso relacionamento positivo na promoção de ações pontuais, que visam garantir o direito à saúde pública de qualidade para os usuários do SUS. A partir desta parceria, a Defensoria é constantemente municiada de dados que podem ser usados para fundamentar ações judiciais favoráveis aos cidadãos tocantinenses”, destacou o coordenador do Nusa, reforçando que a Defensoria se encontra aberta a novas parcerias com outros conselhos profissionais relacionados à saúde.

Ainda segundo Arthur Pádua, a DPE-TO, por meio do Nusa, tem sido bastante atuante na busca pela regularização da saúde pública em todas as regiões do Tocantins.

“Atualmente, nós temos 37 Ações Civis Públicas em andamento que buscam garantir as adequadas prestações de atendimentos médico-hospitalares aos usuários do SUS. Só nas últimas semanas, por meio de ações que contaram com a participação ativa da Defensoria, a Justiça bloqueou R$ 3,5 milhões do Governo do Estado para o fornecimento de medicamentos oncológicos e para regularizar o abastecimento de medicamentos, materiais e insumos de 17 hospitais públicos da rede estadual. É preciso deixar claro que nós, da Defensoria, do Nusa, não temos paixão por cobrar ou punir o Estado; nossa motivação é, sim, diariamente, lutar para cuidar da vida daqueles que precisam da nossa assistência”, enfatizou o Defensor Público. (Ascom).

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Governador destaca mineração como fator de desenvolvimento econômico e geração de empregos

Declaração do Chefe do Executivo ocorreu durante leilão da jazida de minério de Palmeirópolis, nesta segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro. Expectativa é que dois mil empregos sejam gerados com a instalação no empreendimento

Economia

Comércio puxa recuperação na oferta de vagas de emprego no estado

Ainda sobre o Caged, setembro mostra que Araguaína foi a cidade com maior variação negativa (-139 vagas) e Porto Nacional com variação positiva (167 vagas). A capital Palmas registrou uma variação de – 42 vagas.



Cooperação Técnica

Governo assina termo de Cooperação Técnica com instituições públicas e privadas para execução de ações de pesquisa e extensão agropecuária

Termo estabelece condições para o bom andamento dos trabalhos propostos na área do Centro Agrotecnológico de Palmas


Outubro Rosa

Resolve Palmas promove palestra sobre prevenção ao câncer de mama

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no Brasil e depois do câncer de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%


Legislativo Municipal

Câmara de Palmas funcionará em novo endereço a partir de 2020

A estrutura da 104 Norte tem área total edificada de 5.065,55 metros quadrados, contra os 4.300 m² do prédio atual, localizado na Teotônio Segurado.


Saúde Animal

Seu Pet pode ser um doador de sangue


GOTE

Suspeito de cometer crime de coação é preso pela Polícia Civil no Norte do Estado


Educação superior

Universidade Estadual prorroga inscrições para Vestibular 2020/1 até 7 de novembro


Porto Cereais

Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia


AL

Presidente da ATS deve ser convidado a prestar esclarecimentos


TJTO

“Tudo funciona melhor quando nos colocamos na posição de ouvinte”, destaca o presidente do TJ ao abrir seminário



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira