Thursday, 02 de April de 2020

GERAL


Petrobras Ambiental

Empresa destinará R$ 500 milhões a ações até 2012

21 Aug 2008

A Petrobras lançou a nova etapa do Programa Petrobras Ambiental, na última sexta-feira (15/08), em solenidade com a presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc; do presidente da Companhia, José Sergio Gabrielli de Azevedo; da secretária do Ambiente do Estado do Rio de Janeiro, Marilene Ramos, e da diretora-presidente da Fundação Museu do Homem Americano, Niéde Guidon, entre outros. O evento lançou o Programa para o período 2008–2012, com a destinação de R$ 500 milhões a ações estratégicas, que incluem patrocínios, fortalecimento das organizações ambientais e suas redes e disseminação de informações sobre o desenvolvimento sustentável.

O Programa Petrobras Ambiental tem como tema “Água e clima: Contribuições para o desenvolvimento sustentável”, o que representa uma ampliação em relação à fase anterior, cuja temática abrangia a água e sua biodiversidade. A mudança teve como objetivo adequar o programa ao cenário ambiental atual e previsto para os próximos anos. A seleção pública 2008, que contemplará os projetos a serem patrocinados até 2010, já está com inscrições abertas pela internet (www.petrobras.com.br) e destinará R$ 60 milhões às iniciativas, para serem desenvolvidas no prazo de dois anos.

“O Programa Petrobras Ambiental representa contribuição da Companhia para a construção de uma agenda ambiental brasileira, reafirmando seu compromisso estratégico de proteção aos ecossistemas em todos os locais onde atua”, explica o gerente Executivo de Comunicação Institucional da Petrobras, Wilson Santarosa.

“O alinhamento aos novos desafios de gestão da Companhia, no que se refere à responsabilidade social e mudanças climáticas, confirma o empenho da Petrobras em contribuir para a implementação do desenvolvimento sustentável, a partir do enfoque integrado dos processos produtivos e do meio ambiente”, acrescenta Santarosa.

 

Ações estratégicas

As ações estratégicas previstas pelo Programa Petrobras Ambiental até 2012 incluem o investimento em patrocínios a projetos ambientais, que serão contemplados a partir de seleções públicas para períodos de dois anos, sendo que a primeira já está com inscrições abertas. Além disso, a Petrobras está investindo no fortalecimento das organizações ambientais e suas redes, a partir da criação de um espaço de aprendizagem e conhecimento que permita socializar os saberes. Por fim, a Companhia destina esforços à disseminação de informações para o desenvolvimento sustentável, promovendo ações de comunicação voltadas para a discussão do modelo de desenvolvimento sustentável.

 

Caravanas ambientais

Entre 20 de agosto e 15 de setembro, serão realizadas caravanas ambientais em diversas cidades de todo o país, para esclarecimentos sobre o Programa Petrobras Ambiental 2008-2012. Nesses eventos, técnicos da Companhia explicarão as regras do Programa, quais são as linhas de atuação e como devem ser elaborados os projetos, a partir de um roteiro básico desenvolvido pelos técnicos da área de Programas Ambientais da Petrobras. A idéia é orientar os interessados na formatação das propostas. (Com informações da Agência Petrobras de Notícias)


(*) Sonielson Sousa viajou ao Rio de Janeiro a convite da Petrobras

 

 

Inscrições podem ser feitas pela internet até 24 de setembro

Podem participar da seleção pública do Programa Petrobras Ambiental projetos novos ou já em andamento, sob a responsabilidade de pessoas jurídicas, sem fins lucrativos, com atuação no Terceiro Setor, tais como associações, fundações, organizações não-governamentais ou organizações sociais. O projeto, a ser executado em tempo mínimo de 12 meses e máximo de 24 meses, poderá receber até R$ 3,6 milhões – se o valor do projeto for superior, o excedente deve ser provido por outras fontes, sendo obrigatório comprovar a captação.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pela internet (www.petrobras.com.br), sendo que os formulários estarão disponíveis até 21h do dia 24 de setembro de 2008. Cada entidade poderá inscrever até três projetos, mas somente um poderá ser contemplado. A divulgação dos resultados está prevista para dezembro de 2008. (Com informações da Agência Petrobras de Notícias)


Para se inscrever, é preciso que o projeto tenha foco em uma das seguintes linhas de atuação:


1- Gestão de corpos hídricos superficiais e subterrâneos:

• Reversão de processos de degradação dos recursos hídricos;

• Promoção e práticas de uso racional de recursos hídricos.

2- Recuperação ou conservação de espécies e ambientes costeiros, marinhos e de água doce.

3- Fixação de carbono e emissões evitadas com base na:

• Reconversão produtiva de áreas;

• Recuperação de áreas degradadas;

• Conservação de florestas e áreas naturais.


Todas as linhas de atuação devem contemplar como tema transversal a educação ambiental, com foco em eficiência energética, conservação dos recursos naturais e consumo consciente. Os projetos deverão apresentar planejamento para alcançar sustentação econômica e organizacional e a sustentabilidade socioambiental, processo para registro das experiências e resultados, planejamento de comunicação, adoção de iniciativas ecoeficientes em suas práticas de gestão e de instrumentos de acompanhamento e avaliação das ações.

COMPARTILHE:


Confira também:


Justiça

STF pede manifestação do presidente sobre medidas contra covid-19

Ação foi movida pela OAB; Bolsonaro não é obrigado a se manifestar


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira