Friday, 23 de August de 2019

GERAL


Segurança

Energisa: compartilhamento de postes deve seguir regras de segurança

12 Jun 2019    09:16
Divulgação Energisa: compartilhamento de postes deve  seguir regras de segurança

Os postes que fazem parte da infraestrutura da rede de energia da Energisa também são utilizados para a instalação de iluminação pública e por empresas de telecomunicações. Estes ficam na parte inferior das estruturas e fornecem telefonia e internet para a população. No caso do compartilhamento dos postes entre a Energisa e as empresas de telecomunicações, há uma Resolução Conjunta da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica e ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações que estabelece as responsabilidades desse uso mútuo dos postes. 

 

“Quem faz a gestão deste tipo de compartilhamento é a Energisa, por isso, a instalação de redes de telecomunicação deve ser realizada junto à distribuidora, com a obrigatoriedade de apresentação e aprovação de projeto”, explica Pedro Petri, engenheiro de distribuição da Energisa, completando que a distribuidora realiza um trabalho junto às empresas de telecomunicação para garantir que o compartilhamento das estruturas seja realizado com total segurança e adequado às normas do setor elétrico.

 

Pedro explica que a Energisa cede o espaço para os cabos de telefonia e internet, no entanto, é responsabilidade das empresas de telecomunicação fazer a instalação e manutenção deste cabeamento. “Ou seja, essas empresas devem manter os cabos de Telecom alinhados, seguindo as normas técnicas e de segurança, evitando cabos soltos ou muito baixos, e qualquer situação que coloque em risco a comunidade”, afirma.

 

Nos últimos quatro anos, a procura pelo compartilhamento dos postes da distribuidora aumentou mais de 1000%. “Nós estamos intensificando as ações junto às empresas de Telecom para garantir que esse crescimento seja ordenado, evitar instalações de redes de telecomunicações clandestinas ou inadequadas, pois os cabos só podem ser instalados após aprovação de projeto junto à Energisa”, pontua Pedro. 

 

Entre as ações desenvolvidas pela Energisa está o Workshop de Uso Mútuo com as empresas de telecomunicações, reforçar a importância da segurança na execução dos serviços, bem como levar informações sobre o compartilhamento. Além disso, a distribuidora informou que instalações clandestinas e à revelia serão notificadas, podendo sofrer multa e até a remoção dos cabos. “A ideia é regularizar esse compartilhamento, trazendo benefícios para toda a população, seja para os clientes da rede de energia ou de telecomunicações”, finaliza Pedro.

 

Trinta e duas empresas que prestam serviço de internet e telefonia no Tocantins estiveram na Energisa para participar do II Workshop de Uso Mútuo. Aureliano Arantes, diretor-geral da Zap Telecom, que faz o uso de postes da distribuidora, destacou que o evento traz mais conhecimento sobre a atividade, principalmente com relação aos aspectos de segurança. “A Energisa prioriza a segurança, recebemos orientações importantes sobre a apresentação de projetos e percebemos que a empresa está aberta para nos ouvir também e isso é muito importante.”  

 

Para utilizar a infraestrutura da Energisa para cabeamento, a empresa interessada deve entrar em contato com a distribuidora, na área de contratos, e apresentar a documentação necessária para regularização da empesa de Telecom que ainda não possui contrato com a Energisa. Para contato, denúncias, reclamações e dúvidas o canal éprojetousomutuo@energisa.com.br.

COMPARTILHE:


Confira também:


Fogo na Amazônia

Presidente autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios na Amazônia

O governo não informou o número de militares que poderão ser empregados nas ações de combate aos incêndios.

Criação de Tilápias

Governador participa de lançamento do projeto de criação de tilápias em tanques rede

No local, serão instalados 25 tanques rede (tamanho 4x4x4) com material de alumínio e telhas de aço inox. Serão colocados entre 2.500 e 3.000 alevinos (designação dada aos peixes recém-saídos do ovo e que já reabsorveram o saco vitelino) em cada tanque.



Saúde

Hospital Geral de Palmas opera com menor índice de ocupação da história

O novo fluxo e o planejamento estratégico na realização das cirurgias ortopédicas são resultado do comprometimento da atual gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que está regularizando e aumentando os estoques de medicamentos, materiais e insumos


Gurupi

Em Gurupi, governador Mauro Carlesse prestigia inauguração de Centro Cultural e exposição sobre ex-governador Siqueira Campos

Além do ex-governador Siqueira Campos, o evento contou com a presença de políticos e autoridades de Gurupi e região.


Campo

Secretaria da Agricultura e parceiros realizam o 3° Tecnifruti no Projeto Manuel Alves

São aguardadas para o evento cerca de 700 pessoas, entre produtores, técnicos, alunos de escolas agrícolas do Tocantins e estados vizinhos.


Projeto Orelhinha

Tocantins recebe, pela segunda vez, projeto que resgata autoestima de jovens


Operação Forâneo

Polícia Civil realiza “Operação Forâneo” em Lagoa da Confusão e desarticula associação criminosa por tráfico interestadual de drogas


Audiência

Delegados de Polícia Civil do Tocantins tem audiência Pública com o Ministro Sérgio Moro


Saúde

Cirurgia bariátrica: mudanças do físico ao emocional


Operação Medusa

Polícia Civil prende 15º suspeito da Operação Medusa


Saúde

Pacientes do Tocantins correm o risco de ficar sem diálise



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira