Saturday, 25 de May de 2019

GERAL


Tarifa Social

Energisa orienta clientes sobre o cadastro na Tarifa Social

16 Apr 2019    15:26

Mais de 115 mil unidades consumidoras localizadas nos 139 municípios atendidos pela Energisa Tocantins são beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Com ela, o cliente pode obter descontos entre 10% e 65% na conta de luz, dependendo da faixa de consumo. O cadastro deve ser feito pelo clientes que se enquadram no benefício pelo 0800 721 3330 ou nas Agências de Atendimento da Energisa. Somente a concessionária de energia pode fazer esse cadastramento, que é gratuito.

 

“É importante destacar que o cadastro é um procedimento simples, não precisa de intermediário, o próprio cliente pode procurar uma de nossas agências”, destaca Mauro Inácio dos Santos, gerente de Serviços Comerciais da Energisa.

 

A Tarifa Social de Energia Elétrica é concedida para quem está no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional, indígenas e quilombolas. Famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal de até três salários mínimos – que tenham portador de doença ou deficiência cujo tratamento necessite de aparelhos que demandem energia – ou ainda que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social também têm direito.

 

Quem atende a estes critérios deve procurar a Energisa e apresentar: Número de Identificação Social (NIS) ou Número do Benefício, além de documentos de identificação pessoal: RG e CPF.

 

 

Critérios

 

Podem ser beneficiados com Tarifa Social:

 

  • Família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional, cujo cadastro tenha sido atualizado dentro dos últimos 24 (vinte e quatro) meses;

 

  • Quem receba algum dos amparos vinculados ao Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC (Espécie 88 ou 89);

 

  • Família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.

COMPARTILHE:


Confira também:


MAIO AMARELO

Homens são os que mais morrem de acidentes no trânsito

Acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes externas no país. Em 82% dos casos, as vítimas fatais são do sexo masculino.

Investimentos

Semana do Governador Carlesse é marcada por encontro com investidores em São Paulo

Além da viagem a São Paulo, o Governador também foi homenageado na AL e recebeu executivos da Caixa




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira