Wednesday, 05 de August de 2020

GERAL


Solidariedade

Equipe do Núcleo Acolher entrega cestas básicas para assistidos em situação de vulnerabilidade socioeconômica

26 Jun 2020

O período de pandemia da Covid-19 agravou a vulnerabilidade socioeconômica de muitas famílias, incluindo assistidos do Núcleo de Atendimento ao Dependente Químico e Famílias – Acolher, da Gerência de Prevenção Contra as Drogas (GPCD) vinculada à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju). Por isso, a equipe multidisciplinar do Acolher está realizando desde a última terça-feira, 23, a entrega de cestas básicas de alimentos, em parceria com a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), para adictos, pessoa dependente de algo, e seus familiares que já finalizaram tratamento neste ano ou que ainda estão nas comunidades terapêuticas conveniadas com a Seciju.

A assistente social Adriana Bezerra explicou que a ação foi pensada porque todos os assistidos pelo Núcleo Acolher estão em vulnerabilidade socioeconômica, sendo este um dos pré-requisitos para atendimento. “Essa é uma ação emergencial e não faz parte do projeto do Núcleo, mas se fez necessária devido ao cenário atual e pensando em ajudar as famílias da forma que conseguimos articular”, explica.

O psicólogo Francisco Maior, comentou que em geral os adictos tem mais dificuldade em conseguir um emprego e nesse período há ainda menos opções de trabalho e renda. “O público que atendemos é vulnerável e sabemos que nesse período é mais difícil conseguir ou manter um emprego ou ter uma renda fixa, os cursos profissionalizantes para o qual encaminhamos os assistidos também estão parados, então percebemos que precisávamos fazer essa ação emergencial, mesmo não fazendo parte do projeto do Núcleo, como uma forma de amenizar a situação”, explicou.

As cestas serão entregues entre junho e agosto para famílias de adictos em tratamento nas comunidades terapêuticas e assistidos que já finalizaram o tratamento.

O Acolher

O Núcleo Acolher é um projeto criado para prestar serviços de acolhimento de pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de substâncias psicoativas em regime residencial, transitório e de caráter exclusivamente voluntário. Oferece apoio à família dos adictos em todo o Estado, dispondo de atendimentos nos eixos da prevenção, tratamento e reinserção social por meio de uma equipe multiprofissional de psicólogo, pedagogo, assistente social e enfermeiro.

Além de oferecer apoio social neste período de pandemia, a Pasta também promove ao egresso do Núcleo Acolher acompanhamento com equipe técnica multiprofissional por até três meses após o encerramento do cronograma terapêutico. O atendimento contempla um dos eixos de atuação, o da reinserção social, que se materializa por meio da oferta de cursos técnicos, capacitações, inclusão em escolas e no mercado de trabalho dos assistidos pelo Acolher.

Atendimento

Localizado em Palmas, na Quadra 704 Sul, Alameda 20, QI 24, Lote 22, ou pelo telefone (63) 3214-6104.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Covid-19: Brasil chega a 2,8 milhões de casos; 70,3% estão recuperados

Mais de 95 mil brasileiros morreram por causa do novo coronavírus

Covid-19

Tocantins registra 669 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 27.664 casos no total, destes, 16.562 pacientes estão recuperados, 10.694 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 408 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira