Tuesday, 16 de July de 2019

GERAL


Saúde

Estado do Tocantins atende 492 pacientes com insuficiência renal

14 Mar 2019    10:10
Divulgação Estado do Tocantins atende 492 pacientes com insuficiência renal

Todo ano, a segunda quinta-feira do mês de março, trás um alerta importante á população com o intuito de estimular cuidados com a saúde dos rins. Nessa data é comemorado o dia Mundial do Rim, que neste ano é celebrado no dia 14 de março.

A doença renal na maioria das vezes é silenciosa e decorrente de outras patologias, principalmente de hipertensão e diabetes. No Tocantins, existem atualmente 492 pacientes com insuficiência renal utilizando o serviço de hemodiálise através do Sistema Único de Saúde (SUS). No ano de 2018, o Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o Governo Federal, investiu mais de 18,5 milhões de reais em terapias para pacientes renais crônicos e agudos. Os atendimentos acontecem em três localidades, nas unidades da Pró Rim em Palmas e em Gurupi e na unidade do Instituto de doenças renais em Araguaína.

Em Palmas, 218 pacientes recebem o tratamento de hemodiálise ou de diálise peritoneal. De acordo com o médico nefrologista da Fundação Pró Rim, Antônio Amadeu Parisotto Giannese, estima-se que uma em cada 10 pessoas tem doença renal em algum estágio. “No Tocantins estima-se que 10% da população tocantinense, 150 mil pessoas, tem alguma doença renal. Dessas estima-se que um em cada 100 habitantes chega a necessitar do tratamento de hemodiálise”, explicou.

A hemodiálise é única opção de tratamento para os pacientes que têm a perda da função renal e aguardam pelo transplante, ela permite remover as toxinas e o excesso de água do seu organismo. “Os pacientes precisam de 12 horas semanais na máquina para realização da terapia. O tratamento é dividido em três dias, com sessões de quatro horas de duração”, pontuou o médico.

O senhor Antônio Carneiro faz hemodiálise há mais de 16 anos e disse ter se habituado a rotina. “No começo a gente estranha um pouco, ter que vir três vezes por semana, mas depois a gente entra no ritmo. Faz parte da minha vida estar aqui”, disse.

A dona de casa, Marineis Batista, descobriu aos 29 anos que tinha hipertensão, na época morava no interior do Estado do Mato Grosso e acabou negligenciando os sintomas da doença. “O local que eu morava era muito afastado, não tinha muito acesso a médicos e remédios, acabei não me tratando como precisava, depois que me mudei aqui pra Palmas, há oito anos, que procurei tratamento, mas já tinha desenvolvido um problema no coração e afetado o rim”, contou.

 

Sobre a Doença Renal Crônica

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a doença renal crônica (DRC) se caracteriza por lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, com diversas consequências, pois os rins têm muitas funções, dentre elas: regular a pressão, filtrar o sangue, eliminar as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água do organismo, produzir hormônios que evitam a anemia e as doenças ósseas, entre outras. Em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas ou eles são poucos e inespecíficos. Por este motivo, pode haver demora no diagnóstico e ele só acontecer quando o funcionamento dos rins está comprometido, necessitando tratamento por meio da diálise ou transplante renal. Assim, são fundamentais a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, que tem tratamento e pode ser observada com a realização de exames de baixo custo, como o exame de urina e a dosagem de creatinina no sangue.

 

Programação

 As unidades da Fundação Pró-Rim estão organizando ações para divulgar a campanha. Neste ano, o tema da campanha é “Saúde dos Rins Para Todos”, que tem como objetivo promover a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças renais.  Como já ocorreu nas demais edições, a Fundação Pró-Rim vai promover ações de orientação de saúde, prevenção às doenças renais e serviços de saúde, como aferição de pressão arterial.

Em Palmas será realizada uma Palestra nesta quinta-feira, 14, sobre Prevenção a Doença Renal às 13h30 na Escola Estadual Elizangela Gloria Cardoso. Em Gurupi no dia 15/03 será realizado no Parque Mutuca, das 17h às 18h uma ação de Prevenção com orientações de saúde, prevenção as doenças renais, aferição de pressão arterial e distribuição de material informativo da campanha.

COMPARTILHE:


Confira também:


Siqueira no Senado

Governador Wanderlei Barbosa prestigia posse de Siqueira Campos no Senado

Durante discurso, Wanderlei Barbosa ressaltou a importância história de Siqueira Campos, como líder fundamental na criação do Tocantins.

TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos

Irmã da também Audiora Fiscal, Ana Maria Leda Barros e tia do vereador Rogério Freitas, Dra Beth no início da implantação do Estado do Tocantins exerceu o cargo de Coordenadora de Recursos Humanos do Estado


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira