Monday, 06 de April de 2020

GERAL


Economia

FGTS vai reduzir descontos no financiamento da casa própria em 2021

19 Feb 2020
Fernando Frazão/Agência Brasil FGTS vai reduzir descontos no financiamento da casa própria em 2021

Os descontos concedidos a pessoas físicas nos financiamentos à casa própria, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), vão cair a partir do próximo ano. A decisão foi tomada pelo Conselho Curador do FGTS, que reuniu-se hoje (19), em Brasília, para revisar o orçamento do fundo.

Os subsídios foram definidos em R$ 9 bilhões para este ano, R$ 8,5 bilhões, em 2021, R$ 8 bilhões, em 2022, e R$ 7,5 bilhões, em 2023. O presidente do Conselho Curador do FGTS, Júlio César Costa Pinto, afirmou que a ideia é reduzir os descontos em uma “transição suave”.

Costa Pinto afirmou que já há uma discussão sobre a possibilidade de redução das taxas de juros dos empréstimos “de forma que no final não tenha mudanças em termos de custos para o consumidor”. A redução de juros depende de normativos do Conselho Curador. O presidente do conselho ponderou que, além de incentivar a habitação popular, é preciso priorizar também a remuneração paga aos trabalhadores. “Temos que pensar em reembolsar o cotista e também em habitação”, disse.

Orçamento

O Conselho aprovou o orçamento para 2020, com o total de R$ 77,9 bilhões. Segundo Costa Pinto, houve uma “adequação de receitas e despesas”. Na revisão do Orçamento que já tinha sido aprovado em dezembro, houve aumento no orçamento para habitação popular de R$ 62 bilhões para R$ 62,5 bilhões. O orçamento para saneamento básico foi mantido em R$ 4 bilhões, para infraestrutura urbana, segue em R$ 5 bilhões e para o FGTS-Saúde, que financia entidades hospitalares filantrópicas, permaneceu em R$ 3,4 bilhões.

Taxa de administração

O conselho também aprovou o valor nominal que será pago à Caixa Econômica Federal por administrar o FGTS. Esse valor ficou em R$ 2,643 bilhões, dividido em 12 parcelas, neste ano.

A medida provisória que liberou os saques do FGTS reduziu a taxa de administração 1% e 0,5%. A MP foi aprovada pelo Congresso Nacional e convertida em lei no final do ano passado. O conselho converteu o percentual em valor nominal. (Agência Brasil). 

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

MEC autoriza antecipar formatura de alunos da área de saúde

Medida vale para instituições federais de ensino

Vistoria

Governador vistoria obra do Hospital Geral de Gurupi e afirma que Estado busca manter ações prioritárias

Neste ano, esta é a segunda vez que o Governador vai ao local


Tocantins

Tocantins tem 17 casos confirmados de Covid-19

Palmas concentra o maior número de casos confirmados com 12 pacientes diagnosticados. A cidade de Araguaína tem quatro casos confirmados e Dianópolis uma confirmação do Covid-19.


Palmas

Projeto Sextou na Sacada: inovação e solidariedade em condomínio de Palmas

Bares e casas noturnas fechadas, festas, comemorações e encontros cancelados, shows proibidos, distâncias e recolhimento são inevitáveis. O caos vira ingrediente para traçar planos, reinventar um (re)começo


Norte do TO

Governo do Tocantins apresenta medidas de contenção ao novo coronavírus em Araguaína


Meio Ambiente

Naturatins participa de conservação de nascentes em aldeia Xerente


Pandemia

Sedem prorroga prazo de validade de alvarás de localização e funcionamento


Economia

Grande indústria química se instala em Gurupi atraída pelos incentivos fiscais do Governo


Covid-19

Mulher de 31 anos é o décimo caso confirmado de Covid-19 na Capital


Campo

Condições climáticas favorecem a produção de grãos no Tocantins na safra 2019/2020



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira