Sunday, 15 de September de 2019

GERAL


Atuação

Forças de Segurança desmontam laboratório de refinamento de cocaína em Porto Nacional

03 Mar 2019    14:08
Forças de Segurança desmontam laboratório de refinamento de cocaína em Porto Nacional

Policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos – DENARC, policiais militares da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas – ROTAM, e membros do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado – GAECO do Ministério Público Estadual, desmontaram na manhã desta sexta-feira, 01, em Porto Nacional, na região Central do estado, um laboratório de produção de substância análoga à cocaína. No local, foram encontrados equipamentos industriais, aditivos e insumos químicos para a produção da droga, uma máquina de prensagem, além de uma grande quantidade do entorpecente.
 
De acordo com a Polícia Civil, o suspeito Hugo Oliveira da Cruz, 23, possuía passagem pela polícia por tráfico, é suspeito de envolvimentos em homicídios, furto de motocicletas e assaltos na Capital. Além disso, ele atuava como laboratorista na produção de cocaína e estaria ligado a uma facção criminosa de reconhecimento nacional.
 
Após evadir-se do local e entrar em confronto com os policiais, o suspeito foi alvejado, sendo encaminhado ao Hospital Regional de Porto Nacional, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer poucos minutos depois.
 
Sobre a atuação policial
A Polícia Militar destaca que a atuação neste tipo de ocorrência é de se preservar vidas e aplicar a lei. Infelizmente, nos casos em que há resistência ativa por parte dos cidadãos infratores, seguindo os limites preconizados nacional e internacionalmente sobre utilização da força e arma de fogo, não restou outra alternativa senão preservar a integridade física da equipe. Informa também que já foram adotadas as providências preliminares, conforme orienta a legislação específica e os fatos serão apurados em Inquérito Policial Militar, em fase de instauração. A PM destaca ainda que nos casos de morte por intervenção de agente do Estado, os militares são submetidos a acompanhamento psicológicos, em virtude de exposição a traumas, a fim de resguardar a saúde física e mental dos profissionais.

COMPARTILHE:


Confira também:


Alerta

Brasil tem 16 estados com surto ativo de sarampo; Tocantins está fora da lista

O último boletim aponta que são 24.011 casos suspeitos no país, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados.

Turismo

Ayres quer debater turismo e preservação do Jalapão em audiência pública

No requerimento, o parlamentar solicita a presença dos órgãos estaduais para que possam unir forças e atuações em prol do desenvolvimento sustentável e ambiental correto da atividade turística na região.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira