Sunday, 25 de October de 2020

GERAL


Meio Ambiente

Governo do Tocantins aposta em projeto de baixo custo para minimizar impacto da seca na zona rural

19 Mar 2015

Mesmo não estando na região semiárida do Brasil, onde a falta de chuvas castiga grande parte do nordeste brasileiro, 27 municípios tocantinenses enfrentam situações de estiagem semelhantes em determinados períodos do ano. A diminuição dos índices pluviométricos já teria inclusive obrigado pequenos criadores de gado a buscar medidas emergenciais para não perder o rebanho. Visando amenizar a situação e buscar uma solução para restabelecer corpos hídricos que permanecem secos durante grande parte do ano, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), vem implantando desde 2012, um sistema de contenção da água da chuva por meio de pequenas barragens (barraginhas).

Inicialmente nas zonas rurais de Paranã e Conceição do Tocantins, a cerca de 300 quilômetros da capital Palmas, o projeto busca estender atendimento em todos os municípios que tenham que enfrentar situações de convivência com a seca.
 
As pequenas barragens são instaladas em número de duas a três unidades em cada propriedade beneficiada. Localizadas próximas entre si em sentido decrescente, elas foram construídas com o apoio de tratores e pás mecânicas que escavam buracos no chão em forma de bacias com a missão de promover a dessedentação animal. Com um raio de sete metros de diâmetro, algumas delas atingem até dois metros de profundidade. Consideradas de baixo custo operacional em sua construção, cada barraginha está orçada em aproximadamente R$ 600,00, levando em conta os gastos com aluguel de maquinário, consumo de combustível, mão de obra e tempo aproximado de três horas/máquina na execução de cada unidade armazenadora. Para este ano, o Estado pretende ampliar as obras no município de Arraias, a 413 quilômetros de Palmas, cujos moradores também são castigados pela escassez hídrica.
 
De acordo com a técnica do Ruraltins, Simone Carvalho da Silva, no município de Paranã, já foram implantadas 360 barraginhas para atender 120 propriedades rurais que, mesmo perto de dois grandes rios na região (Palma e Paranã), boa parte das famílias sofrem com a estiagem entre os meses de junho e outubro. "As ações já estão surtindo efeito e a satisfação dos agricultores atendidos é muito grande", afirmou. Em Conceição do Tocantins, município localizado a 294 quilômetros de Palmas, o Projeto Barraginhas, desde 2012 já instalou 250 unidades na região. Para o extensionista rural Antônio Conceição Francisco de Oliveira, comunidades quilombolas também são beneficiadas. "Buscamos sempre atender o critério da necessidade e também lembrar as condições financeiras e sociais daquelas famílias que são contempladas com as barragens", afirmou.
 
Resultados
O produtor rural, José de Oliveira Pimentel, há cerca de dez anos, teve que se adaptar ao período de estiagem que castiga parte da região Sudeste do Tocantins. Com 83 anos de idade, ele afirma que por volta do ano de 2006, começou a presenciar um fenômeno até o momento atípico àquela região do cerrado tocantinense. "As chuvas começaram a faltar. Pensava que era só um período, mas no ano seguinte aconteceu de novo", ressalta. De acordo com o produtor, o pequeno rebanho bovino composto por 50 cabeças só não foi dizimado porque ele tomou uma atitude emergencial. "Tive que começar a trazer água da cidade para poder saciar a sede dos animais", afirmou. A agricultora familiar, Maria Cardoso Correia, afirma que já chegou a perder animais pela falta de água. "As chuvas que vêm caindo nos últimos anos são fraquinhas, poucas, mas depois que o Governo instalou as barraginhas, além de alimentar os animais, eu aproveito a água até para lavar roupa", afirmou.
 
Segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, além de atuar de maneira mitigadora no quadro de escassez no Sudeste do Estado, a instalação das barraginhas pode contribuir, inclusive, para o aumento do lençol freático, como também fortalecer corpos hídricos que durante a maior parte do ano permanecem secos devido à falta de chuvas. De acordo com estudos da Semarh, a previsão é que a expansão do projeto de retenção e armazenamento da água, ao longo dos anos, contribua para o afloramento do lençol freático e restabeleça a segurança hídrica para milhares de tocantinenses atingidos pelas mudanças climáticas.

COMPARTILHE:


Confira também:


COVID-19

Tocantins contabiliza 236 novos casos confirmados da Covid-19, sendo 82 das últimas 24h

Dos 236 novos casos 84 foram detectados por RT-PCR, 24 com sorologia e 128 através testes rápidos.

TRE

Cidadania: cartilhas bilíngues chegam aos povos indígenas da Ilha do Bananal

A equipe da Justiça Eleitoral segue com as entregas até esta sexta-feira (23/10) visitando as aldeias Macaúba, São João Fontoura e Santa Izabel


Eleições 2020

Cinthia diz que aumentará investimentos para a juventude com o projeto Qualifica PMW

Para impulsionar a economia pós-pandemia, Cinthia afirmou que irá criar um mecanismo legal para conceder benefício fiscal de Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) e de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)


Portaria

Tocantins fixa início da Piracema para o próximo dia 1º de novembro

A Portaria do Naturatins traz as proibições e as exceções, para a prática da pesca no Estado durante o período de defeso


Palmas

Alan Barbiero comemora aniversário de 20 anos da lei que criou a UFT


Ocorrência

Em Palmas, homem suspeito de repassar moeda falsa é detido pela Polícia Civil


Unirg

Governo do Estado integra programação da 6ª Semana de Ciência e Tecnologia de Gurupi


Eleições 2020

Cinthia publica edital de licitação para a Feira da Promessa, em Taquaralto; investimento de R$ 1,7 milhão


Covid-19

Programa de atendimento psicológico e social remoto da Segurança Pública realiza mais de 300 atendimentos


Eleições 2020

Subprefeito de Luzimangues será morador do distrito, garante Otoniel



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira