Friday, 19 de July de 2019

GERAL


Palmas

Insatisfação com transporte público

03 Feb 2010

Finda ano, entra ano, e as reclamações da população em torno do sistema de transporte público da capital se repetem: demora nos terminais, veículos lotados, necessidade de novas linhas e o alto valor da tarifa. Insatisfação é o que não falta, mas segundo o presidente da Agência de Trânsito, Transporte e Mobilidade (ATTM), Sílvio Portilho, o poder público está “esforçando-se ao máximo para conseguir atender todas as reclamações”.

Mas além dessas já conhecidas reclamações, uma outra está chegando nos ouvidos das autoridades. A pressa dos motoristas para cumprir os horários estabelecidos pela empresa e pela prefeitura vem gerando problemas para quem utiliza o sistema: estressados, os motoristas acabam maltratando os passageiros. Os maus tratos denunciados ao jornal O GIRASSOL vão desde ao não atendimento da solicitação de parada nos pontos, a xingamentos.

“Sempre vejo coisas absurdas. Eles andam muito rápido e perdem a paciência facilmente. Não sei para que tanta pressa!”, reclama Gleyda Miranda, que utiliza o transporte público diariamente.

O motivo para tanta correria, segundo os motoristas é o BDO – Boletim Diário de Ocorrência. “Se atrasarmos três minutos somos cobrados e recebemos uma advertência. O fiscal chega a entrar no ônibus para chamar nossa atenção na frente dos passageiros”, disse um motorista da empresa Miracema que preferiu não se identificar.

Os motoristas contam que sofrem uma grande “pressão”, e que por isso, é quase impossível – nos horários de pico – não pular alguns pontos. “A gente acaba perdendo a paciência com alguns passageiros. As escalas são péssimas e o salário é ruim”, desabafa outro.

Silvio Portilho diz que o tempo estabelecido para fazer o percurso de uma estação à outra é fruto de um estudo detalhado e minucioso. “Nós não abrimos mão do motorista cumprir os horários, pois se um ônibus atrasa, os passageiros serão afetados e eles são nossa prioridade”, declara o presidente da ATTM.

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores de Transporte Rodoviário e Operadores de Máquinas do Estado do Tocantins (Sintromet), Antonio Carlos, conta que após a mudança do sistema, os motoristas tiveram que assumir várias funções, o que acabou sobrecarregando-os. “Não tem como não se estressar, depois de assumir a função de cobrador eles têm que verificar o cartão e auxiliar os deficientes físicos por apenas R$ 16,27 por mês. Muitos motoristas estão adoecendo com tanto desgaste”, indigna-se Antonio, que também reclama das péssimas condições de trabalho: “Não tem um banheiro e nem um lugar descente para se beber água”, completa. Esta previsto para este ano, a criação de um quiosque com banheiros e lanchonete na estação Javaé, que será administrado pelo sindicato.

Sobre o acumulo de funções, Sílvio diz que “nada está em experimentação”, e que esse modelo de sistema já funcionava em Curitiba (PR). “Nada foi inventado. Isso já existe e é normal que seja assim”, arremata.

 

Procon

Os desgastes sofridos pelos passageiros têm chamado a atenção do Órgão de Defesa do Consumidor – TO. Segundo o superintendente do órgão, Tenente Célio, “onde há consumidor e serviço, é área de atuação do Procon”. “Estamos verificando a melhor forma de fiscalizar as denúncias. Eu tenho visto até ônibus furar sinal”, diz o superintendente.

O diretor de atendimento do Procon, Renato Tolentino, chama a atenção dos passageiros que se sentirem lesados de alguma forma. “Geralmente as pessoas não procuram o órgão, mas é importante reclamar para que num futuro as coisas não fiquem ainda pior”, alerta Tolentino.

Outra forma para se fazer reclamações ou denúncias referentes ao transporte público (ou qualquer assunto ligado à prefeitura) é através da Ouvidoria Geral de Palmas, que funciona no número 0806464 156 e através do e-mail ouvidoria@palmas.to.gov.br.

COMPARTILHE:


Confira também:


Estacionamento Rotativo

Tribunal de Justiça reconhece competência do TCE para emitir cautelar durante julgamento sobre o Estacionamento Rotativo de Palmas

O relator do processo, desembargador Ronaldo Eurípedes, apresentou seu voto no último dia 27 de junho negando o pedido da empresa com fundamento. no posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF)

Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019

O Instituto de Terras do Tocantins vem trabalhando com responsabilidade e eficácia para contribuir a cada dia com o desenvolvimento do Estado.


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína

Após a realização das providências legais cabíveis, D.P.S foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.


Premiação

EDP, controladora da Investco e da Enerpeixe no Tocantins, está entre as 15 marcas mais valiosas no mundo

A empresa leva o prêmio na categoria empresas de utilidades públicas. Estudo aponta aumento de 38,5% no valor da marca com destaque para o investimento em novas tecnologias ao redor do mundo


Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019


Investimento

Wanderlei Barbosa apresenta ações de turismo e cultura à artesãos de Taquaruçu


SSP

Com base em investigações da Polícia Civil Ministério Público denuncia servidora por peculato



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira