Sunday, 20 de October de 2019

GERAL


Banco da Gente

Lições de perseverança e empreendedorismo

17 Dec 2008

Gostar do que faz, pesquisar, insistir, persistir, acreditar, fazer bem e fazer o melhor possível são atributos encontrados no modo de gerir negócios, necessários para a conjugação do verbo empreender. Foram essas qualidades e o apoio do Governo do Estado, por meio do Instituto Social Divino Espírito Santo (Prodivino)/Banco da Gente, que fizeram do salão do cabeleireiro Ademar Adão Teixeira, 30, e do ateliê da costureira Helena Resplande da Silva, 52, exemplos de negócios bem-sucedidos em Palmas.

Vindo de Trombas (GO), o cabeleireiro Ademar chegou a Palmas com 16 anos. Aqui, participou de um curso de qualificação profissional e começou a atuar no mercado. Em 1999, conseguiu um empréstimo junto ao Governo do Estado, por meio do Prodivino/Banco da Gente, no valor de R$ 1,5 mil. Recurso que usou na compra de cadeiras e equipamentos para montar um pequeno salão de cabeleireiro no Setor Santa Bárbara. Como resultado do trabalho, o empreendedor já conseguiu comprar um carro e duas casas.

"Os juros baixos e a dispensa do comprovante de renda ajudaram bastante, o que considero fundamental para quem está começando um negócio”, comenta o comerciante. Ademar adverte que gostar do que faz é apenas um dos segredos do sucesso. “A constante preocupação em atender bem os clientes ajuda a vencer os obstáculos do mundo dos negócios”, revela.

Dona Helena é outro exemplo de persistência. Ela e dois filhos vindos da zona rural de Colméia, cidade localizada no oeste do Tocantins, se instalaram na Capital há oito anos. A comerciante conta que costura há muito tempo, e que, chegando a Palmas, precisava manter-se com a família. Pesquisou o mercado e investiu na profissão, iniciando a confecção de peças íntimas.

Com financiamentos do Banco da Gente e a ajuda dos filhos, comprou seis máquinas de costura. Hoje, a empreendedora possui um pequeno ateliê instalado em sua residência, onde consolidou seu negócio vendendo peças a varejo e no atacado. “É preciso aproveitar as oportunidades oferecidas da melhor forma possível”, diz. Como diferencial para manter e atrair a clientela, a empreendedora procura fazer um produto de qualidade, com preços baixos. “Tudo em que você aposta tem que ser bem feito”, conclui.

Para o presidente do Prodivino/Banco da Gente, Acy de Carvalho Fontes, conhecer o mercado, ser inovador e persistente são qualidades necessárias para o sucesso nos negócios. “São empreendedores com esta visão que fazem com que o Prodivino alcance suas metas e cumpra sua missão de viabilizar a geração de renda e a inclusão social”, declarou.

 

Prodivino

Criado com o intuito de desenvolver ações diretas ou indiretas para a inserção social das camadas menos privilegiadas, com a viabilização financeira e geração de emprego e renda, o Prodivino é uma autarquia vinculada diretamente ao Governo Estadual. Seu carro-chefe é o Banco da Gente, que disponibiliza inúmeras linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas, com taxas inferiores aos juros do mercado e acesso menos burocrático.

 

Indicadores

Em 2008, o Governo do Estado, por meio do Prodivino/Banco da Gente, realizou, até o mês de novembro, 897 empréstimos, empregando recursos oriundos do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes), da ordem de R$ 2,968 milhões. No entanto, de 2003 até o momento, o órgão já aplicou mais de R$ 56 milhões, com aproximadamente 14 mil operações de crédito.

COMPARTILHE:


Confira também:


Criminalidade

Polícia Civil deflagra operação de combate à criminalidade no interior do Estado

No total foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em locais previamente mapeados pela Polícia Civil e que poderiam estar sendo utilizados para práticas criminosas.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira