Thursday, 18 de July de 2019

GERAL


Bicicleta

Mobilidade ecológica conquista adeptos

20 Jul 2010

Ecológica, econômica e saudável. A bicicleta é um item indispensável para quem está em busca de uma vida baseada no respeito à natureza e interligada a ações sustentáveis. Ela não emite carbono e não degrada o meio ambiente.

A redescoberta dessa antiga forma de se locomover está transformando o trânsito e os arcaicos conceitos de transporte, ainda que a pequenas pedaladas. As pessoas sensibilizadas com as transformações negativas do planeta não suportam mais a exploração exacerbada dos recursos naturais.

Os benefícios trazidos pela bike são muitos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), se as pessoas usassem mais a bicicleta poderia reduzir em até 50% o risco de doenças cardiovasculares, que são as que mais matam em todo o mundo. O uso também reduz o estresse, aumenta a concentração no trabalho e reduz as faltas por doença.

Em Palmas, existe há  um tempo uma turma firme no objetivo de difundir e incentivar o uso da bicicleta. Duas associações, Eco Bike e Calungas do Cerrado, reúnem pelo menos uma vez na semana os “bicicleteiros” interessados em fazer percursos pela Capital e em seu entorno, como a subida da serra e a volta ao lago.“Todas as terças fazemos uma pedalada na cidade e quinta vamos a Taquaruçu. É um condicionamento físico que você faz de graça”, brinca Jair Jr. Parriul, 46 anos, assessor de planejamento e professor universitário, da Eco Bike.

Depois da ida ao Jalapão no início do ano, as duas associações se unem aos Trilheiros do Cerrado, de Gurupi, e ao Estrondo Bike, de Paraíso, para empreitarem o projeto “1ª Travessia da Ilha do Bananal de Bike”. Além de maior ilha fluvial do mundo, o local escolhido pelos ciclistas é considerado um dos mais importantes santuários ecológicos do Brasil pela sua fauna e flora características tanto do cerrado quanto do pantanal.

“Este é um projeto que mostra que a bicicleta não é apenas um esporte, é uma prática sustentável de locomoção. Através desse ato é possível a igualdade social, pois todos os níveis podem utilizar esse veículo. Fazemos também uma divulgação da ecologia”, conta Jair. Segundo ele, na ilha, serão realizadas ações sociais com a comunidade, como palestras sobre saúde bucal, entre outras atividades assistencialistas.

A travessia da ilha durará  dois dias, e a trilha terá início no Rio Javaé. Serão percorridos 184 km, sendo 92 km em cada dia (ida e volta). Com paradas pré-definidas, os trilheiros passarão por aldeias e rios e dormirão uma noite na ilha. De acordo com os organizadores do evento, apenas 40 inscritos poderão fazer a trilha. Informações: (63) 8405-4800, com Jair.

Preparação
O músico Diego Brito pedala três vezes por semana e está se preparando para a travessia da Ilha do Bananal. Ele conta que já pedalou 230 km em um dia. “Foi uma viajem de 12 horas com destino a Natividade. Pedalar não exige muito, por isso cabe a todos”, incentiva. Porém, ele lembra que uma boa sessão de alongamento e equipamentos de segurança como luvas e capacete, carmanhola com água e refletores para pedaladas noturnas são essenciais.

A técnica em prótese dentária Jackeline Aparecida Xavier, 36 anos, aderiu à prática há seis meses e também fará a travessia. “Estou me preparando fisicamente”, conta Jackeline. “Hoje vejo o quanto pedalar me faz bem. Fico mais próxima da natureza e minha resistência física melhorou muito”, diz. Mas segundo ela, “o Tocantins é muito quente” para abrir mão de outros meios de transporte, como o carro. “Pela manhã é possível fazer algum percurso, mas à tarde não dá”, finaliza.  

Em companhia da praticidade
O estudante de Comunicação Social da Universidade Federal do Tocantins Rayllei Bandeira, 24 anos, investiu numa bicicleta “dobrável” para conciliar o sol quente com a vantagem de ter um transporte que lhe proporciona mais “independência” . “Não preciso pagar imposto e nem gastar com gasolina. Isso colabora com o meio ambiente, com a minha saúde e sem contar que a manutenção é barata”, explica Rayllei.

Ele diz que utiliza a bicicleta em horários “favoráveis”, e a guarda quando necessita de alguma carona ou pegar um ônibus. “Ela tem uma capa que a deixa parecida com um violão. Deixo-a guardada comigo no meu local de trabalho”, diz.

Além do modelo de alumínio ideal para pequenos percursos, o estudante também possui uma bicicleta apropriada para longas viagens. Com ela, ele já foi até Araguaína, e rodou o Estado visitando diversas aldeias. “Com a bicicleta tudo é mais fácil. Você pode passar por trilhas inusitadas e melhora muito o trânsito. Eu realmente não esperava tanta facilidade”, diverte-se. “Está é uma pequena tentativa de se ver livre da gasolina. Foi o que me incentivou”.  

Ciclovias
De acordo com a Agência de Trânsito, Transportes e Mobilidade (ATTM), Palmas possui hoje 12,5 quilômetros de ciclovias bidirecionais, com 2,5 metros de largura. “Os dados estatísticos de acidentes de trânsito com o envolvimento de ciclistas apontam trechos onde os riscos são maiores em função da demanda de ciclistas e do excesso de velocidade dos veículos. Ambos dividem perigosamente o mesmo espaço”, explica a arquiteta e urbanista, Joseísa Furtado, assessora de planejamento da ATTM.

Segundo ela, diante desses dados, o primeiro trecho contemplado pela ciclovia foi o da Avenida Teotônio Segurado, entre a ULBRA e a Avenida Araguaia, Aureny III (entrada do Aeroporto). “Nesse trecho (sentido Norte/Sul), foram construídos 3 quilômetros de ciclovia bidirecional, com 2,5 metros de largura”, detalha.

Conforme informações da ATTM, as obras, orçadas em R$ 1.750.000,00, cujo recurso foi captado do Ministério das Cidades, através dos programas: Pró-Mob e Pró-Município, em Convênio com a Caixa Econômica Federal, fazem parte do projeto Mobilidade Urbana Sustentável. “Temos um estudo que define uma malha viária de ciclovias e calçadas acessíveis para a cidade. Todos os trechos serão gradativamente interligados. É válido ressaltar que um novo trecho, também em obras (3ª etapa), em breve estará beneficiando outro público. Assim como vários trabalhadores utilizam a bicicleta como meio de transporte, os estudantes também. É o trecho da Avenida JK, entre as avenidas NS-01 e a NS-15 (acesso à UFT), sentido Leste/Oeste”, diz Joseísa. “É válido ressaltar que para todas as ciclovias está prevista a devida arborização ao longo dos trechos, de forma a proporcionar sombra e conforto aos ciclistas e pedestres de Palmas.

Para o ciclista Diego Brito, a infraestrutura nas ruas de Palmas ainda é precária. “Fizeram algumas faixas de concreto que disseram ser ciclovias, porém não tem sinalização alguma, dificultando bastante o trajeto. Não basta apenas fazer uma calçada e dizer que é ciclovia”, disse.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação ROUND II

PF deflagra operação ROUND II e prende casal de traficantes de drogas sintéticas

Durante a deflagração foram apreendidas novas porções de drogas na residência do casal, inclusive ecstasy, o que motivou a prisão em flagrante do casal.

Operação Walking Dead

Nova fase da Operação Walking Dead cumpre mandados no Tocantins, Pará e Maranhão

Simultaneamente, PC-TO apoia operação da Polícia Civil do Maranhão deflagrada a partir de provas da Walking Dead e Falsario. Ao todo, 65 mandados são cumpridos em cinco Estados.



Investimento

Wanderlei Barbosa apresenta ações de turismo e cultura à artesãos de Taquaruçu

Wanderlei Barbosa destacou que os turistas vão a Taquaruçu para conhecer as cachoeiras, pousadas e cultura local. “Temos que criar ambientes e capacitar os moradores para fomentar o turismo do distrito.


SSP

Com base em investigações da Polícia Civil Ministério Público denuncia servidora por peculato

Denúncia foi aceita nesta terça-feira (16) pelo juiz Francisco Vieira Filho. Ex-mandatário e ex-gestores públicos estaduais também viraram réu no processo por peculato e falsidade ideológica.


Tocantins

Inscrições para o 1° Prêmio de Jornalismo da Adpeto continuam abertas

O 1° Prêmio Adpeto de Jornalismo contará com as categorias Telejornalismo, Radiojornalismo, Webjornalismo e Acadêmica.


Campo

Comunidade rural se torna caso de sucesso por meio do Crédito Fundiário


Segurança

Duas crianças vítimas de acidente de trânsito no Sudeste do Tocantins são resgatadas pela aeronave da SSP


História de transformação

Dona Naninha e família são homenageadas em evento em Natividade (TO)


IML

Em apenas 5h, peritos do IML do Tocantins identificam cadáver carbonizado pela arcada dentária


TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira