Wednesday, 18 de September de 2019

GERAL


Atlas toponímico

Nomes indígenas do Tocantins

15 Jun 2010

‘Utilizando-se do léxico, o ser humano sempre atribui nome a tudo que o cerca: às coisas , aos animais, às pessoas, ao espaço físico em que vive. Nomear é, para o homem, uma necessidade de organização e de orientação”. Escreveu Karylleila dos Santos Andrade, no livro Atlas Toponímico de Origem Indígena do Estado do Tocantins – ATITO, lançado na última semana.

Graduada em Letras pela então Universidade do Tocantins - UNITINS, foi através do doutorado em Lingüística pela Universidade de São Paulo, que a professora dos cursos de Artes e Filosofia da Universidade Federal do Tocantins iniciou os estudos que daria origem ao primeiro atlas toponímico indígena do Estado. “Foram quatro anos de muita pesquisa. Finalizei este estudo pioneiro em 2006”, conta Karylleila.

“A toponímia faz parte da onomostática, que estuda a origem dos nomes próprios. Ela estuda a motivação para a criação destes nomes. Todo signo toponímico é motivado, sobretudo, pelas características físicas do local ou pelas impressões, crenças e sentimentos do denominador”, explica a autora. “Todo trabalho toponímico constitui um caminho possível para o conhecimento do modus vivendi e da cosmovisão das comunidades lingüísticas que ocupam ou ocuparam um deteminado espaço. Nesse momento, são exteriorizados e evidenciados aspectos sociais, religiosos, antropoculturais, organização política e lingüística de um determinado grupo”, completa.

São os nomes de rios, córregos, ribeirões, serras e vilas, por exemplo. “Quem deu esses nomes tinha um sentimento, uma intenção. Existe um significado oculto atrás de todos os nomes”, detalha.

Babaçulandia, Buritirana e Muricilância, são nomes derivados do babaçu, buriti e murici, vegetais abundantes no Estado. “Todos os nomes estudados neste livro são de origem Tupi. Muitos se inspiraram na fauna e na flora tocantinense”, diz.

Karylleila conta que a intenção do livro é provocar no interlocutor um diálogo capaz de atiçar o desejo de conhecer a etimologia dos nomes de origem indígena. Segundo ela, os resultados, obtidos durante a análise dos dados do ATITO poderão servir de subsídios para a produção do Atlas Toponímico do Brasil – ATB, objeto maior do estudo toponímico no país.

O livro, que trata exclusivamente de nomes indígenas, faz uma releitura científica que torna acessível o conhecimento acadêmico para um número maior de pessoas. “As escolas, professores e alunos, poderão usufruir desse material e conhecer com mais profundidade esses nomes”, anima-se a autora.  

Conheça alguns nomes:

Tocantins – Tucan-tim, nariz de tucano. Nome de um gentio que deu apelido ao rio.  

Araguaia – Ara s O dia, o tempo; a idade, vez; o que está no alto, em cima, e cima, na eminência; o mundo. Entre os índios da Amazonas, designa a parte do dia, do meio-dia às cinco horas. O fruto; o que nasce; o que se colhe; a espiga.

Pium – o que pica ou morde derreado, agachado. É o mosquito miúdo de mordedura mui acre.  

Araguanã – Ara-guá, o vale ou baixada dos papagaios.

Guaraí – rio dos guarás, ou aves rubras; no rio das garças. 

COMPARTILHE:


Confira também:


LRF

Deputados comemoram enquadramento do Estado na LRF

Andrade informou ainda que em 30 dias as obras da nova ponte de Porto devem começar.

Operação Peterrock

PF investiga pessoas responsáveis por disseminação internacional de pornografia infantil

O nome da operação faz alusão ao codinome utilizado pelo responsável pela disseminação do material contendo cenas pornográficas de crianças e adolescentes no Estado do Tocantins.



Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU

Anna Luisa Beserra ganhou o Jovens Campeões da Terra com solução solar para purificar a água; projeto foi desenvolvido na edição de 2018 do Academic Working Capital


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula

Presente na audiência, o procurador da República Álvaro Manzano, falou da importância de realizar a discussão em um momento, em que ele avaliou como de extrema relevância.


Economia

Endividamento atinge mais de 68% dos palmenses em agosto

O ranking das principais dívidas continua sendo: cartão de crédito, seguido de financiamento de carro e carnês.


Vestibular

Inscrições abertas para o Vestibular da Unitins


Ocorrência

Polícia Civil prende mulher suspeita de estelionato no sudeste do Estado


Proibição

Adapec apreende carga de 10 toneladas de sementes de capim irregular na TO-050 entre Palmas e Porto Nacional


Tocantins

Adetuc e consultores reúnem-se para definir implantação do Observatório do Turismo do Tocantins


Educação

Com palestras, professor da Rede Municipal de Palmas motiva alunos a enfrentarem obstáculos


Preservação

Praias de Babaçulândia recebem o mutirão de limpeza do projeto Praia Limpa, Praia Viva



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira