Friday, 10 de April de 2020

GERAL


Solidariedade

Patrocinado pelo Fundo Municipal de Cultura, projeto Músicos da Alegria conclui etapa inicial levando música aos pacientes do HGP

07 Feb 2020
Divulgação Patrocinado pelo Fundo Municipal de Cultura, projeto Músicos da Alegria conclui etapa inicial levando música aos pacientes do HGP

Nos últimos dois meses, aos fins de semana, a música ecoou pelos corredores do Hospital Geral de Palmas (HGP), através do projeto ‘Músicos da Alegria’, contemplado pelo edital do Conselho Municipal de Políticas Culturais para distribuição de recursos do Fundo Municipal de Cultura. O projeto, que leva leveza e arte aos pacientes, retornará ao HGP neste sábado, 08, para mais uma apresentação.


O ‘Músicos da Alegria’ é uma realização da Associação Viva Música, em parceria com a Proex/UFT e a Secretaria Estadual de Saúde. O objetivo é levar musicalidade aos pacientes que passam por tratamento de doenças graves e de alta complexidade no Hospital.


A ideia do projeto é fazer com que a alegria da música se espalhe pelos ambientes do hospital público mais lotado do Estado. Assim, além de uma importante ação cultural de incentivo à formação de plateias, a atividade traz benefícios terapêuticos, contribuindo para o bem-estar físico e emocional dos pacientes em tratamento e, também, dos profissionais ali presentes.


A professora do curso de Enfermagem e responsável pelo treinamento dos musicistas para atuarem em ambiente hospitalar, Julliany Lopes, afirma que a música tem a força de levar energias positivas, sobretudo, para pessoas que passam por esse momento de dificuldade. “A música ajuda na recuperação de uma pessoa que está doente e, essa constatação, já foi comprovada cientificamente. Não apenas com atividades de musicoterapia, mas com essas ações de ir aos hospitais e levar mais alegria aos pacientes. A música tem um cunho social e emocional, que é uma esperança para aqueles que estão adoecidos”, disse a professora.


A paciente Lucilene da Silva está internada há um mês, mas faz tratamento há um ano, com frequentes idas e voltas ao hospital. Ela conta que passou a valorizar ainda mais a música nos últimos meses, desde quando o grupo foi tocar no último Natal. Ela disse que fez questão de sair de seu quarto e assisti-los. “A gente fica aqui, não sai lá fora, não ver as luzes e as únicas pessoas que vemos aqui são os médicos e enfermeiras e é muito gratificante receber a alegria desses meninos... Alegra, relaxa e faz a gente esquecer das dores. É renovador”, conclui.


Além de se apresentar na área central do HGP, parte do grupo musical passa por ambulatórios e áreas de internação. O objetivo é atrair os pacientes e fazê-los sair dos quartos.


Segundo o idealizador do projeto e diretor de Extensão e Cultura da Proex/UFT, Bruno Barreto, há o propósito de tornar a iniciativa permanente e normalizar esse tipo de ação nos hospitais. “Queremos que isso se torne frequente e que faça parte de outros hospitais do estado, não somente no Dia da Criança, Natal e em outras datas comemorativas”, conclui o diretor.


Barreto explica também que será produzido um minidocumentário, em processo de finalização, sobre as ações desenvolvidas “com a finalidade de ter um produto físico que demonstre o resultado do projeto. Essa parceria com a FCP foi muito importante, rendeu muitos frutos”, conclui. 

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Grau de fiscalização dos decretos Municipais é determinante para evitar possíveis contágios no Tocantins, diz ATM

Prefeituras devem promover forças-tarefa de fiscalização para orientar população sobre isolamento social e monitorar atendimentos no comércio


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira