Monday, 21 de October de 2019

GERAL


Meio Ambiente

Pequenas hidrelétricas podem afetar região do Jalapão

22 Feb 2011

Está em fase de estudo a implantação de Pequenas Centrais de Hidrelétricas (PCHs) na região do Jalapão, mas especificamente no rio Sono (encontro das águas) e rio Novo (Cachoeira da Velha). Para os que conhecem a cachoeira da Registro, em Taguatinga, outra região que como Dianópolis, possuem vários empreendimentos desse tipo, terá uma idéia do que acontecerá com esses dois principais pontos turísticos do Jalapão, caso o projeto seja aprovado.

Além interditar para visitação os locais impactados, as PCHs  podem afetar unidades de conservação de proteção integral. O Parque Estadual do Jalapão foi criado em 2001 e abrange uma área de quase 150 mil hectares, considerado como o maior parque estadual do Tocantins. A vegetação é predominantemente de cerrado ralo e campo limpo com veredas.  


Licença
Como não ocupam grandes espaços nem precisam de lagos gigantescos, as PCHs podem ser construídas enfileiradas. No estado, isto já está acontecendo nos municípios de Dianópolis, que possui oito PCHs no rio Palmeiras e outras tantas em Taguatinga. Ambas cidades ficam na região da Estação Ecológica da Serra Geral, portão de entrada para o Parque Estadual do Jalapão.

Segundo o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a licença para a implementação de PCHs no Jalapão foi negada por dois anos consecutivos.  Questionado sobre este novo processo de licenciamento, o diretor de licenciamento do órgão Mauricio José, disse preferir não falar sobre o assunto, por ser, segundo ele,  uma questão interna do Naturatins. “Prefiro não mexer nisso agora. Os interessados ainda estão em fase de estudos e análise da viabilidade de implantação do empreendimento, por isso solicitaram manifestação do órgão”, disse. Ele resgatou a nota técnica da Agência Nacional de Águas (ANA), datada de 2009, que prevê plano estratégico que proíbe a instalações de hidrelétricas na Bacia do Rio do Sono até o ano de 2025. “Estamos levantando os argumentos ainda, mas acredito que com isso, esse projeto não saia”, finalizou.

Por necessitarem apenas de uma queda de água e pouca vazão, as PCHs, proliferam sem controle, engolem cavernas e destroem corredeiras. Além dos impactos ambientais, as PCHs por gerarem somente 30MW, são isentas de pagamento de royalties aos municípios, ao contrário das grandes hidrelétricas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Governador destaca mineração como fator de desenvolvimento econômico e geração de empregos

Declaração do Chefe do Executivo ocorreu durante leilão da jazida de minério de Palmeirópolis, nesta segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro. Expectativa é que dois mil empregos sejam gerados com a instalação no empreendimento

Economia

Comércio puxa recuperação na oferta de vagas de emprego no estado

Ainda sobre o Caged, setembro mostra que Araguaína foi a cidade com maior variação negativa (-139 vagas) e Porto Nacional com variação positiva (167 vagas). A capital Palmas registrou uma variação de – 42 vagas.



Cooperação Técnica

Governo assina termo de Cooperação Técnica com instituições públicas e privadas para execução de ações de pesquisa e extensão agropecuária

Termo estabelece condições para o bom andamento dos trabalhos propostos na área do Centro Agrotecnológico de Palmas


Outubro Rosa

Resolve Palmas promove palestra sobre prevenção ao câncer de mama

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no Brasil e depois do câncer de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%


Legislativo Municipal

Câmara de Palmas funcionará em novo endereço a partir de 2020

A estrutura da 104 Norte tem área total edificada de 5.065,55 metros quadrados, contra os 4.300 m² do prédio atual, localizado na Teotônio Segurado.


Saúde Animal

Seu Pet pode ser um doador de sangue


GOTE

Suspeito de cometer crime de coação é preso pela Polícia Civil no Norte do Estado


Educação superior

Universidade Estadual prorroga inscrições para Vestibular 2020/1 até 7 de novembro


Porto Cereais

Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia


AL

Presidente da ATS deve ser convidado a prestar esclarecimentos


TJTO

“Tudo funciona melhor quando nos colocamos na posição de ouvinte”, destaca o presidente do TJ ao abrir seminário



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira