Thursday, 17 de October de 2019

GERAL


Quem sabe faz, quem não sabe pede ajuda

26 Nov 2010

Ivan Postigo *

 

O fundamento de uma empresa é a geração de lucros, quando isto não ocorre todo processo está em risco.

Nesse sentido, sabemos que  os problemas precisam ser resolvidos para que não se tornem dilemas e prejudiquem o empreendimento por toda a vida.
O ponto crucial é identificá-los  corretamente e encaminhá-los para soluções efetivas. Alguns métodos podem ajudar as empresas no processo de superação de obstáculos de crescimento.  
O apoio de especialistas é recomendável, pois acelera o processo, minimiza perdas e prepara a empresa para a construção do futuro.

Há algumas formas de adicionar competência, permitindo que os colaboradores aprendam enquanto fazem. O processo gera empatia, permite estruturar equipes de trabalho e cria foco.
Ao incentivar o empreendedorismo na organização os gestores também disseminam o sentimento de proprietários, que tem um alcance infinitamente maior que os conceitos de colaboradores e funcionários.

No mundo globalizado não há espaço para meio–termo, aprendemos ou perecemos.
Estamos carentes de profissionais qualificados, embora não faltem textos, livros e recomendações aos gestores para que invistam na formação de seus recursos humanos.

Bater nessa tecla não é o mesmo que pregar no deserto?
É verdade, mas o deserto é lugar de beduíno, assim como o mercado de empreendedores. Esses ouvem e agem.
Os únicos que serão encontrados no futuro em suas caravanas e empresas centenárias.

Como consultores podem contribuir nesse processo?

Há alguns modelos bastante interessantes, os quais me agradam aplicar, dos quais farei uma breve explicação:

Orientação

Neste modelo faz-se  reuniões de trabalho debatendo necessidades e apontando caminhos. Durante a semana a equipe desenvolve as tarefas. Na reunião seguinte  os avanços são avaliados e novas atribuições são estabelecidas.
As reuniões, normalmente, são realizadas uma vez por semana, no período da manhã.
É recomendável que iniciem às 7 horas e terminem às 11 horas. Restando uma hora no período matutino para os gestores efetuarem seus despachos financeiros.

Diagnóstico com recomendação

Para este trabalho os consultores se envolvem  nas atividades diárias da empresa, observando todas as necessidades.
Elaboram um relatório e preparam a lista de recomendações.
As recomendações podem ser implantadas pela equipe de colaboradores  da organização ou podem ser objeto de trabalho a ser negociado com a equipe da consultoria. A expertise nas questões será determinante para a decisão.
O trabalho de diagnóstico e recomendações normalmente é concluído em um prazo máximo 60 dias. O período depende da disponibilidade de informações na empresa.

Desenvolvimento de projeto  com recomendação

Neste modelo os consultores desenvolvem  todo o projeto , determinando tarefas e estabelecendo o cronograma de implantação. As tarefas são realizadas pela  equipe da empresa, tendo como norteador as orientações da consultoria.
Este modelo tem prazo médio de implantação de 12 meses.

Desenvolvimento de projeto com gerência compartilhada

Este processo segue o modelo acima, a diferença é que a consultoria divide o gerenciamento com os gestores da empresa.
À medida que as tarefas vão sendo implantadas e pessoas são treinadas, os consultores vão se afastando dos trabalhos operacionais.
Os projetos comercial, fabril, administrativo ou financeiro são preparados, debatidos, e uma vez acordado e o cronograma estabelecido, parte-se para a efetiva implantação.
Este modelo tem prazo médio de implantação de 12 meses.

Tendo como foco a área comercial, para facilitar a visualização, exemplifico itens que precisam estar sob as lentes em um projeto:

1)    Desenvolvimento de programa de comunicação para fortalecimento da Marca do Produto e da Empresa
2)    Pesquisa de opinião na revenda
3)    Estudo e divisão de áreas de trabalho
4)    Estruturação de equipe de venda
5)    Implantação de sistemática de prospecção e oportunidades de negócios
6)    Plano de resgate de clientes Inativos
7)    Desenvolvimento de parceiros e alianças comerciais
8)    Treinamento da equipe de vendas tendo como foco produtos e abordagens
9)    Implantação de sistema de feedback com a equipe de venda e revendedores
10)    Implantação do programa de integração das áreas comercial, financeira e produtiva
11)    Implantação do programa de apoio ao campo no processo de atendimento e prospecção de clientes e oportunidades de negócios
12)    Implantação da sistemática de acompanhamento de resultados
13)    Análise de custos e dos preços de venda alinhados com o planejamento estratégico
14)    Assessoria de imprensa para aumento de visibilidade

A abrangência dos trabalhos dependerá das barreiras a serem superadas e disposição dos gestores de investir no processo.

Pela urgência de medidas, no mundo empresarial quem quer ter sucesso precisa estar atento a seguinte regra: Quem sabe faz, quem não sabe pede ajuda.


Ivan Postigo

Diretor de Gestão Empresarial
Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira