Monday, 27 de May de 2019

GERAL


Seagro

Secretário César Halum defende trabalho integrado para aumentar produção dos projetos Manuel Alves e São João

18 Mar 2019    09:42    alterado em 18/03 às 09:42
Secretário César Halum defende trabalho integrado para aumentar produção dos projetos Manuel Alves e São João

“É preciso um trabalho integrado para que a gente possa colocar o projeto Manuel Alves e também o projeto São João em condição de produção na sua capacidade total”, defendeu o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins (Seagro), César Halum, durante visita ao Manuel Alves, instalado em Dianópolis, Sudeste do Estado, no último sábado, 16 de março.

O secretário ressaltou que a viabilidade da Central de Abastecimentos de Hortifrutigranjeiros (Ceasa) está ligada diretamente aos dois projetos de irrigação, Manuel Alves e São João. “Com a produção desses dois projetos podemos iniciar o abastecimento do Ceasa e cumprir o sonho de que vamos consumir o que produzimos no Tocantins”, disse.

Durante a visita, César Halum se reuniu com produtores identificou as demandas do projeto e apontou as possíveis soluções para o Distrito de Irrigação Manuel Alves (DIMA)
 
Produção
Atualmente, segundo o gerente do DIMA, Patrik Diogo Antunes, 101 pequenos produtores, em uma área de aproximadamente 950 hectares produzem cerca de 800 toneladas de frutas por mês. Dentre as principais espécies está a banana, abacaxi, manga, coco, mamão, limão e tangerina. Parte da produção é comercializada no Tocantins, mas a maior parte vai para os Estados do Pará, Maranhão, São Paulo, Bahia, Goiás, Paraná, além do Distrito Federal, perfazendo uma movimentação financeira de R$ 1 milhão, por mês. O projeto gera cerca de 250 empregos diretos, com possibilidade de chegar a 1.250 empregos diretos e 2.000 mil indiretos, após a ocupação de sua área total, que é de 3.792 hectares, incluído lotes para pequenos produtores e área empresarial.

Manuel Alves
Iniciado em 2007, o Projeto de Irrigação Manuel Alves, localizado no município de Dianópolis, desponta como um dos maiores polos de produção de frutas do Tocantins. A tecnologia de irrigação utilizada é a de aspersão convencional. A área do projeto possui bastante água, além de solo e clima adequados para o cultivo de frutas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Senado

Avança relatório de Kátia Abreu que facilita regularização de dívidas de crédito rural

Famílias com financiamento no Banco da Terra e na Cédula da Terra poderão ter contratos individualizados

Política

Atos em apoio ao governo ocorrem em diversas cidades do país

Na rede social Twitter, o presidente postou cenas de atos que ocorrem em outras cidades do país.



Campo

Agricultura e Fundação divulgam projetos de pesquisa selecionados para cadeia produtiva do mel no Tocantins

Foram aprovados cinco projetos de pesquisa para concessão de materiais e equipamentos de insumos para projetos de pesquisa com apicultura e meliponiculutura no Tocantins.


AL

Deputado propõe que o governo do Estado monte Casa de Apoio em Barretos

A proposta foi apresentada na sessão matutina desta quarta-feira, 22


IPVA

Inadimplência do IPVA chega a 36% da frota no Tocantins

Inadimplência gera déficit de mais de R$ 48,9 milhões aos cofres públicos do Estado e dos municípios


Pavimentação

Wanderlei Barbosa pede a ministro que priorize pavimentação da BR-010, eixo de integração da Amazônia


Paulo Ziulkoski, é homenageado pela ATM durante evento técni

Paulo Ziulkoski é homenageado pela ATM durante evento técnico em Palmas


Prof. Júnior Geo apresenta Projetos que visam garantir o bem-estar e a dignidade dos idosos


Sisu

Estudantes podem consultar vagas do Sisu


CPI do PreviPalmas

Max Fleury é ouvido na CPI do PreviPalmas


Fenelon Barbosa

Primeiro prefeito acredita que Palmas será uma das maiores e melhores cidades do Brasil



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira