Friday, 05 de June de 2020

GERAL


Meio Ambiente

Tocantins apresenta dados do CAR e anuncia parceria com o Serviço Florestal Brasileiro

16 Mar 2020
Thuanny Vieira/Governo do Tocantins Tocantins apresenta dados do CAR e anuncia parceria com o Serviço Florestal Brasileiro

Os delegados da Força Tarefa dos Governadores para Clima e Florestas (GCF Task Force), se reuniram, nesta sexta-feira, 13, em Belém durante o 20º Fórum de Governadores da Amazônia Legal para tratar de diversas demandas comuns aos estados da Amazônia, dentre elas o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Cada estado apresentou suas práticas de implantação do CAR tanto para o cadastro como para a validação, sendo este último um gargalo comum entre os estados membros. O estado do Mato Grosso, Maranhão, Acre e Tocantins apresentaram suas estratégias adotadas e os resultados alcançados.

O Tocantins apresentou os dados mais recentes do CAR, atualmente são 99,3% da área cadastrada, o que equivale a 83.812 cadastros, sendo destes até 11% de sobreposição. Dentre as principais dificuldades relatadas estão, o baixo número de analistas, qualidade da infraestrutura para análise do CAR, qualidade dos equipamentos de Tecnologia da Informação (TI) e falta de apoio jurídico especializado.

Todavia o estado tem tido avanços para buscar soluções para esses gargalos. O gerente de recursos energéticos e mudanças climáticas, da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Francis Frigeri Rinaldi apresentou a parceria que o Governo do Tocantins por meio da Semarh está buscando com o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), que é Projeto Regularização Ambiental de Imóveis Rurais no Cerrado. O plano foi instituído como um instrumento de adesão ao Programa de Investimento Florestal (Forest Investment Program - FIP), administrado pelo Banco Mundial para apoiar países em desenvolvimento. Segundo o gerente, a minuta do Acordo de Cooperação Técnica já está sendo elaborado e prevê recursos humanos e equipamentos técnicos para a validação, em contrapartida o Governo do Tocantins terá que assegurar estrutura física e Internet de qualidade e estável.

CIMAM
Durante o dia de atividades, os delegados do GCF conheceram o Centro Integrado de Monitoramento Ambiental (CIMAM) do Pará. A diretora de Fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Andrea Coelho, apresentou as atribuições, atividades e sistemas utilizados no monitoramento e fiscalização de áreas do Estado, entre eles, o de Gestão de Demandas, Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam), de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora), vistorias em Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), Dashboard de Alertas e monitoramentos de empreendimento em tempo real por câmeras.

COMPARTILHE:


Confira também:


Política

TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano

Partidos terão liberdade de estabelecer regras e procedimentos

Não se cale!

Campanha da DPE-TO alerta para importância das denúncias de violência

Instituição lança Campanha “Você não está só!”. Um chamado para denunciar os casos de violência em mulheres, crianças e adolescentes neste período de pandemia




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira