Wednesday, 20 de March de 2019

GERAL


Campo

Tocantins se destaca pelo ganho de produtividade do milho na safra 2018/2019

15 Mar 2019    00:12    alterado em 15/03 às 00:12
Delfino Miranda / Governo do Tocantins Tocantins se destaca pelo ganho de produtividade do milho na safra 2018/2019

Os indicadores da safra de milho 2018/2019 apontam para uma produção de 917 mil toneladas no Tocantins. Os números constam no 6º levantamento de estimativa de produção de grãos divulgados no dia 12 de março pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que aponta ainda uma colheita de 233,3 milhões de toneladas no País, a segunda maior da série histórica do Brasil.

A exemplo das demais regiões do País, o milho é o responsável pelo bom desempenho da safra tocantinense, com um aumento de 23% de produtividade por hectare, que contrasta com uma redução da ordem de 3% da área plantada. Esse fato vem ao encontro da política do Governo do Estado de promover a redução do desmatamento, incentivar o aproveitamento das áreas degradadas, aliada à adoção de tecnologias para implementar a produtividade no campo.

De acordo com o secretário executivo da pasta da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Thiago Dourado, esses números são bastante relevantes dentro da perspectiva de valorização do milho no Estado. “De uma maneira geral, apesar da redução da área plantada consolidada até agora ter sido reduzida em torno de 3,5%, a nossa produtividade por hectare aumentou em 23%, fazendo com que a nossa safra 2018/2019 chegue à expectativa de 917 mil toneladas, um crescimento de 19,5%, um dado muito relevante na perspectiva de valorização do milho”, pontuou.

Primeira safra
Thiago explicou que a cultura do milho sofreu uma redução significativa na primeira safra, pela concorrência com outras culturas na ordem de 35% com relação à safra passada. No entanto, a produtividade aumentou e chegou a mais de 5 toneladas por hectare, 14% a mais de produtividade. Essa retração da área plantada na primeira safra resultou em uma redução de 25,9%. “Então, o dado positivo de uma maneira geral foi a segunda safra de milho, que é plantada depois da soja. No entanto, é importante lembrar a alta produtividade registrada em nosso Estado”, destacou.

Segunda safra
Já a segunda safra da cultura do milho, que ocorre após a colheita de outras culturas, a exemplo da soja, teve um acréscimo da área plantada de 7%. Saindo de 157,9 mil hectares, em 2018, para 169 mil hectares este ano, e um ganho de produtividade saltando de 3,3 toneladas por hectares para 4,3 toneladas, o equivalente a 30,3% de aumento de produtividade por hectare, alcançando uma produção estimada de 743 mil toneladas e aumentando em quase 40% a produção da segunda safra. “Esses dados consolidam o resultado geral muito positivo para o Tocantins com relação à produção de milho”, explicou Thiago Dourado.

Produção no Brasil
A safra de grãos 2018/2019 em todo o País deve alcançar a marca de 233,3 milhões de toneladas, uma redução em relação ao levantamento anterior, de 0,4%. Em relação à safra 2017/2018, a previsão indica aumento de 2,5%. Os dados constam no 6º levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados esta semana. Apesar da redução em relação ao levantamento anterior, a Conab destaca que a safra atual será a segunda maior da série histórica do país, como consta no referido boletim: “O bom desempenho é impulsionado pela melhora da produção do milho na segunda safra do grão”.

Para a segunda colheita do milho, a expectativa é de que a produção chegue a 66,6 milhões de toneladas, volume 23,6% superior ao registrado na safra passada. “Esse resultado é reflexo da maior área”, afirma o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana. “Com 80% dos grãos já plantados, os agricultores devem destinar 12 milhões de hectares para plantio em vez dos 11,5 milhões de hectares da safra passada”, concluiu.

COMPARTILHE:


Confira também:


Isenção

Mais de 530 pessoas com deficiência adquiriram veículos com isenção de impostos no Tocantins em 2018

A servidora pública Marilda Amaral disse que vale a pena solicitar a isenção, pois o desconto é bem razoável.

Imbróglio

PGR pede informações sobre dinheiro depositado em conta da Lava Jato

Em nota à imprensa, após a decisão do ministro, a força-tarefa da Lava Jato disse que pediu a suspensão do fundo antes mesmo do pedido feito por Raquel Dodge ao STF.



Balanço

ICMS Ecológico encerra prazo com adesão de 136 municípios

Devido à limitação dos prazos determinados por lei, o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Warley Rodrigues, relatou que não é possível prorrogar as inscrições ao benefício.


Energisa ouve clientes em audiência pública sobre projetos de eficiência energética

Nos últimos dois anos, programa já investiu R$ 6,5 milhões em projetos de economia de energia


Palmas

Estudantes da UFT vencem 1º Prêmio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Tocantins

A entrada é 1 quilo de alimento não perecível. Será emitido certificado de 3 horas para os participantes. O evento é uma realização do CAU/TO, com apoio do Sebrae.


18 de março

Dia da Autonomia homenageia luta de antepassados pela emancipação do norte de Goiás


Norte

Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína


Boa forma

Diva Fitness choca seguidores nas redes sociais com foto de seu antes e depois


DERFRVA

Polícia Civil recupera camionetes e motocicleta roubados em Palmas


Universidade

UFT abre processo para selecionar 18 professores efetivos; inscrições de 21 de março a 8 de abril


Brasília

Tiago Dimas assume cargo na Comissão de Desenvolvimento Econômico



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira