Wednesday, 12 de August de 2020

GERAL


Lago do Sul

Unidades Habitacionais resgatam autoestima de famílias palmenses

24 Apr 2015

Ela é uma das 224 famílias que serão contempladas no Residencial Lago Sul II, no Setor Lago Sul, em maio próximo.
Amparada pela muleta e a esperança de dias melhores, Gracilene está há três anos na fila de espera por uma cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O processo está em andamento com acompanhamento de assistentes sociais, nutricionistas e psicólogos. De acordo com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), conforme o protocolo de cirurgia bariátrica após todos os laudos favoráveis, a paciente estará apta a realizar o procedimento.  

Em Palmas desde 2009, ela, o esposo e os três filhos vivem em um barraco de madeira numa Área Pública Municipal (APM) da 407 Norte num local insalubre, sem condições de abrigar após uma cirurgia dessa complexidade. "Quando soube que iria ganhar minha casa nem acreditei, pois já estava sem dormir imaginando como seria meu fim, aqui nesse barraco sem condições de dar uma vida melhor aos meus filhos e a mim mesma", disse.
"Receber a notícia de que ganharei minha casa foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida depois dos meus filhos", completou afirmando que agora só falta à cirurgia para sua vida mudar radicalmente. "Só de pensar em ter minha casa, já me sinto melhor".

Residencial Lago Sul I

O mesmo entusiasmo é evidente na funcionária pública, Ana Amélia Sousa, de 52 anos, beneficiada em dezembro de 2014 no Residencial Lago Sul I, também no setor Lago Sul. Neste, 300 famílias foram contempladas.
Ana Amélia era moradora da Região do Córrego Machado, pagava R$ 200,00 de aluguel e atualmente paga R$ 53,00 de prestação do apartamento mais R$ 60,00 de condomínio. "Moro em Palmas há 16 anos, sempre pagando aluguel. Agora, pago um valor menor do que o aluguel em um imóvel meu. Até hoje não acredito que tenho minha casa", disse emocionada a senhora que mora com dois filhos e uma neta de sete anos.

Minha Casa Minha Vida

Desde a implantação do Programa, em junho de 2009, somente pelo Minha Casa Minha Vida, já foram contempladas com casas e apartamentos, 1.629 famílias. As obras do Programa são executadas com recursos do Governo Federal e a contratação da construtora é direta com o ente financeiro.
À Prefeitura de Palmas cabe a pré-seleção das famílias inscritas no Cadastro Habitacional do Município. A análise e seleção final das famílias beneficiárias são realizadas pela Caixa Econômica Federal. Até o final de 2015 está prevista a entrega de mais 490 unidades habitacionais, incluindo o Residencial Lago Sul II.
Ainda está em análise no Ministério das Cidades a contratação de mais 5.832 unidades habitacionais vinculadas ao projeto do Bus Rapid Transit (BRT). Segundo o secretário executivo de Habitação, Fábio Frantz, as novas unidades atenderão aos critérios do MCMV3. "O Ministério das Cidades está aguardando o lançamento da nova etapa do Minha Casa Minha Vida para liberar a contratação dessas unidades", pontua.

Dignidade

Sempre primando pelo melhor para as famílias, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, é enfático ao dizer: "Não entrego uma casa nesta cidade na qual eu não moraria. Este é um apartamento que eu moraria com muita felicidade".
"Buscamos sempre ir além da casa. Não basta apenas a estrutura de concreto, queremos que as famílias tenham um lar digno", reforçou Amastha enaltecendo o trabalho da equipe da Secretaria de Infraestrutura que tem realizado um trabalho paisagístico em todos os empreendimentos entregues.
O prefeito chamou atenção também para a importância de cada novo morador cuidar da própria casa e do compromisso da gestão em valorizar e trabalhar pela qualidade de vida da população palmense.
 
Qualidade de Vida

Pensando no bem estar da população, a Prefeitura de Palmas tem conferido humanização nos empreendimentos habitacionais entregues. É o caso do Residencial Lago Sul que além do playground e salão de festas do próprio condomínio, já conta, antes mesmo de sua entrega, com um amplo espaço de lazer e convivência.
Trata-se da Praça do Lago Sul II, localizada no Jardim Aureny III, em frente ao condomínio sentido Jardim Taquari. Construída por meio da parceria entre a Prefeitura de Palmas e a Odebrecht Ambiental | Saneatins, a praça conta com calçamento intertravado, área de convivência com parquinho, academia ao ar livre, iluminação e calçadas com acesso para a Avenida Teotônio Segurado.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 759 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 33.047 casos no total, destes, 19.845 pacientes estão recuperados, 12.728 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 474 pacientes foram a óbito.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira