Wednesday, 18 de September de 2019

GERAL


Unidos por um Mundo Melhor

14 Jul 2010

Por Giovanni Salera Júnior

Email: salerajunior@yahoo.com.br

     Até algumas décadas atrás só se falava em “progresso” ou “crescimento econômico” e aparentemente todo mundo entendia e concordava. Assim, em todos os países o objetivo político era basicamente o mesmo: o crescimento acelerado da economia; a construção de um número cada vez maior de rodovias, pontes, usinas, fábricas; aeroportos, a fabricação massiva de automóveis; a expansão de áreas de cultivo e o aumento dos rebanhos. A natureza não tinha nenhum espaço, pois ela era apenas uma fonte inesgotável de recursos, criada para simples serventia do ser humano.
 
     Hoje se sabe que o tão falado “progresso” não traz de fato um desenvolvimento justo, pois ele invariavelmente favorece apenas uma minoria da população.

     Assim, a atual crise ambiental planetária nos mostrou que esse caminho desregrado conduz a humanidade ao abismo, a catástrofe de nosso mundo.

     Atualmente, multiplicaram-se os ecologistas, as organizações e os movimentos ambientalistas, bem como os Partidos Verdes (PV) que defendem políticas pautadas basicamente para uma nova relação entre a sociedade e a natureza.

     Então, os adeptos do movimento ambientalista têm criticado o “capitalismo selvagem” que se preocupa apenas com o lucro, sem levar em conta o uso racional dos recursos naturais e a melhoria de vida da população que depende desses recursos para sua sobrevivência.

     O modo de vida predatório das “sociedades de consumo” tem sido contestado pela poluição exagerada que tendem a produzir. Nelas, a publicidade direcionada para o lucro desmedido das empresas convida as pessoas a consumirem cada vez mais. As embalagens de plástico, lata ou papel tornam-se mais importantes que o próprio produto. A moda segue um ritmo frenético para que novos produtos possam ser fabricados e lançados no mercado. A cada ano que passa as mercadorias são produzidas para durarem cada vez menos, para não diminuir nunca o ritmo de crescimento. Hoje tudo é praticamente descartável. Por exemplo, os automóveis têm sido fabricados para durar poucos anos; as habitações construídas atualmente têm duração muito menor que as do passado e o mesmo se pode dizer das roupas, além de vários outros produtos.

     Como infelizmente é comum em nossa época mercantilizada até o “movimento verde” foi absorvido pelo discurso capitalista. Às vezes a defesa do meio ambiente resulta em promoção pessoal e mesmo em ganhos financeiros. É o caso das empresas que visam apenas ao lucro com a venda de produtos com ingredientes naturais ou de instituições que associam conceitos de ecologia para promover sua marca. Isso em alguns casos denota o oportunismo, mas no geral o que se vê é um interesse crescente com a preocupação séria com a proteção da natureza.

    Em tudo isso, o que se observa é a renovação que a problemática ambiental ocasionou nas idéias políticas e nas ações das empresas e dos cidadãos pelo mundo todo.

     Está claro para todos que a natureza precisa ser respeitada. É necessário, portanto, repensar o modo de vida, a produção, o consumo, o lucro e a relação disso tudo com futuro da Terra. É esse o importante recado que o movimento ecológico trouxe para o nosso dia-a-dia.

     Cada um de nós deve assumir sua parcela de responsabilidade frente a esse grande desafio. A luta pela construção de um modelo de desenvolvimento sustentável para nossa sociedade é uma meta que só será alcançada se contar com o envolvimento de todos nós!!!

COMPARTILHE:


Confira também:


LRF

Deputados comemoram enquadramento do Estado na LRF

Andrade informou ainda que em 30 dias as obras da nova ponte de Porto devem começar.

Operação Peterrock

PF investiga pessoas responsáveis por disseminação internacional de pornografia infantil

O nome da operação faz alusão ao codinome utilizado pelo responsável pela disseminação do material contendo cenas pornográficas de crianças e adolescentes no Estado do Tocantins.



Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU

Anna Luisa Beserra ganhou o Jovens Campeões da Terra com solução solar para purificar a água; projeto foi desenvolvido na edição de 2018 do Academic Working Capital


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula

Presente na audiência, o procurador da República Álvaro Manzano, falou da importância de realizar a discussão em um momento, em que ele avaliou como de extrema relevância.


Economia

Endividamento atinge mais de 68% dos palmenses em agosto

O ranking das principais dívidas continua sendo: cartão de crédito, seguido de financiamento de carro e carnês.


Vestibular

Inscrições abertas para o Vestibular da Unitins


Ocorrência

Polícia Civil prende mulher suspeita de estelionato no sudeste do Estado


Proibição

Adapec apreende carga de 10 toneladas de sementes de capim irregular na TO-050 entre Palmas e Porto Nacional


Tocantins

Adetuc e consultores reúnem-se para definir implantação do Observatório do Turismo do Tocantins


Educação

Com palestras, professor da Rede Municipal de Palmas motiva alunos a enfrentarem obstáculos


Preservação

Praias de Babaçulândia recebem o mutirão de limpeza do projeto Praia Limpa, Praia Viva



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira