Thursday, 26 de November de 2020

GERAL


Vamos trocar copo descartável por canecas duráveis

26 Mar 2009

Venho, por meio do presente, SUGERIR ao Governo do Estado do Tocantins, prefeituras, demais órgãos e entidades públicas que seja feito um estudo sobre a quantidade de copos descartáveis que são usados diariamente nas repartições públicas, quanto se gasta mensalmente comprando esses copos e qual o direcionamento desse lixo, que pode ser totalmente reciclado.

A utilização dos copos descartáveis deveria ser restrita ao público que freqüenta as repartições. Observo que muitos servidores não têm a mínima dó de arrancar dois ou três copos de uma vez para beber um gole de água e depois jogá-los no lixo. Tenho certeza de que cada copinho daquele vale alguma coisa, são centavos que são utilizados em segundos, e depois jogados fora. Essa problemática do desperdício já foi bem discutida com relação ao uso de papéis nas repartições, e, hoje, grande parte dos órgãos faz doação para entidades que vendem, reaproveitam ou reciclam os mesmos.

A médio e longo prazo, a despesa com canecas duráveis é muito menor do que o que é gasto com a aquisição contínua de copos descartáveis. Tomemos por exemplo o campus Universitário de Ribeirão Preto-SP, que, após a adoção das canecas duráveis, teve uma economia anual de mais de 100 mil reais, deixando de consumir em torno de 1 milhão de copos descartáveis, que seriam jogados no lixo ou até mesmo reciclados.

Devemos, ainda, levar em consideração a análise do ciclo de vida de materiais plásticos descartáveis, em comparação com similares duráveis. É importante lembrar que se gasta muito mais água e outros insumos para produzir e descartar embalagens plásticas (por exemplo, copos) do que água e sabão que se gasta para lavar sua própria caneca.    

Sugiro também que tal iniciativa parta de cada órgão, para adotar o uso de uma caneca para cada servidor, preocupando-se, é claro, com a parte de higienização dessas no decorrer do dia. Tal medida serviria de exemplo para sociedade e principalmente para as gerações futuras.

Gostaria que os meios de comunicação em geral, Câmaras de Vereadores e Assembléia Legislativa do estado pudessem tomar conhecimento dessa ideia no intuito de promover aqui, nesse novíssimo e moderno estado, um projeto também inovador, no que se refere à viabilidade econômico-ambiental dentro das repartições públicas.      

COMPARTILHE:


Confira também:


Retorno

Governador Carlesse reassume Palácio Araguaia e agradece Antonio Andrade pelo trabalho realizado à frente do Executivo

Presidente da AL agradece por oportunidade e faz balanço dos dias como governador



Saúde

Hemocentro de Palmas promove homenagem aos doadores de sangue

Ação foi realizada nesta quarta-feira, 25, Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue


IML

Corpo de um homem jovem não identificado e não reclamado permanece no IML de Palmas

Trata-se de pessoa do sexo masculino, com idade entre 18 e 25 anos, aproximadamente.


Naturatins

Governo apresenta Cartas Climáticas que vão auxiliar gestão ambiental no Tocantins

Naturatins acompanhou a apresentação do levantamento que aponta tendências climáticas do Tocantins com base nos registros das últimas três décadas servirão como referências para gestão de ações ambientais em diferentes regiões do Estado em cada período do


Amazônia

Tocantinenses são destaque no 2º Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus


Arraiá da Capital

Estrutura do Arraiá da Capital Online está sendo finalizada


Moradia

Recanto das Araras II: data para assinatura de contratos dos imóveis é adiada


Agenda

Governador em exercício, Antonio Andrade, vistoria obras da Ponte de Porto Nacional


Denuncia de Estupro

Jovem de 20 anos acusa senador Irajá Abreu de cometer estupro em São Paulo


Segurança

Polícia Civil do Tocantins deflagra segunda fase da operação Rosetta contra membros de organização criminosa



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira