Saturday, 04 de April de 2020

GERAL


Economia

Wanderlei Barbosa participa de assinatura de contrato para exploração de minério em Palmeirópolis

20 Feb 2020
Divulgação Wanderlei Barbosa participa de assinatura de contrato para exploração de minério em Palmeirópolis

O vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, representando o Governo do Estado, participou, nessa quarta-feira, 19, da assinatura do primeiro contrato de mineração licitado pelo Programa de Parceria de Investimento (PPI). A primeira concessão de exploração mineral por meio do programa teve o contrato assinado no Ministério de Minas e Energia, em Brasília.

A empresa de origem australiana Perth Recursos Minerais explorará o complexo polimetálico de Palmeirópolis, cujos direitos foram cedidos pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM) em licitação realizada em outubro de 2019.

O contrato assinado entre o CPRM e a Perth Recursos Minerais gerará investimentos de cerca de R$ 255 milhões, além da expectativa de geração de 2,5 mil empregos no estado do Tocantins. Com 6.050 hectares, o complexo tem seis minerais, que contêm elementos como zinco, cobre, chumbo e ouro. Os relatórios de pesquisa foram aprovados pela Agência Nacional de Mineração (ANM).

O Vice-governador destacou a alegria e entusiasmo durante o ato de assinatura do contrato com todos os envolvidos. “É um investimento muito grande na área de pesquisa, o primeiro no país na área de mineração que representa um investimento de mais de R$ 250 milhões onde irá gerar milhares de empregos diretos e indiretos e isso vai melhorar a economia não só de Palmeirópolis, mas do Brasil. É com muito entusiasmo que recebemos essa notícia de desenvolvimento econômico para nosso Estado. Tanto eu, quanto o Prefeito de Palmeirópolis, que representa os prefeitos, o deputado federal Carlos Gaguim, vereadores e o governador Mauro Carlesse estamos muito felizes com essa grande conquista e expectativa de emprego e renda para o Tocantins”, reforçou o Vice-governador.

“Nunca foi realizado nos país um leilão de uma área mineral nas condições e qualificações do que foi leiloado”, frisou o diretor presidente do SGB-CPRM, Esteves Pedro Colnago. 

Para vencer a licitação, a Perth Recursos Minerais ofereceu 1,71% em royalties sobre a receita bruta, na fase de produção, além de R$ 15 milhões em bônus a ser pago em três parcelas: R$ 1,5 milhão na assinatura do contrato, R$ 6 milhões durante o período de pesquisa e R$ 7,5 milhões na concessão de lavra.

Atualmente, a CPRM tem cerca de 330 direitos minerários, divididos em 30 blocos, que serão ofertados à iniciativa privada. Além do Complexo de Palmeirópolis, quatro empreendimentos entraram no PPI: Carvão Candiota (RS), Fosfato de Miriri (PE e PB), Cobre de Bom Jardim (GO) e Caulim do Rio Capim (PA).

Participaram da solenidade a secretária adjunta SGM-MME, Lília Mascarenhas, no ato representando o ministro de Minas e Energia, Bento Abuquerque; o diretor presidente do SGB-CPRM, Esteves Pedro Colnago; o prefeito de Palmeirópolis, Fábio Vaz; o deputado estadual Ricardo Ayres, o deputado federal Carlos Gaguim, entre outros.

Agricultura

Ainda em Brasília, o vice-governador Wanderlei Barbosa participou de audiência com a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, acompanhado do secretário da Agricultura do Estado, César Hallum; do deputado estadual Ricardo Ayres e do deputado Federal Carlos Gaguim, sendo apresentado relatório para manutenção de produção de sementes no município de Lagoa da Confusão.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Home Care Renascer oferece atendimento em saúde personalizado em Palmas

Composta por profissionais qualificados, o trabalho é voltado para preservar a saúde e segurança dos pacientes em suas residências, com os mesmos cuidados e critérios da internação hospitalar.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira