Tuesday, 17 de July de 2018

Tuesday, 17 de July de 2018

JUSTIÇA


Saúde

Conselho Estadual da Saúde pede que Justiça autorize desbloqueio dos recursos

13 Apr 2018    10:42
Governo do Estado Conselho Estadual da Saúde pede que Justiça autorize desbloqueio dos recursos A Secretaria de Estado da Saúde afirma que diversos municípios do Estado têm enfrentado problemas nas unidades hospitalares em razão do bloqueio judicial dos recursos

O presidente do Conselho Estadual da Saúde, Mário Benício dos Santos, solicitou ao Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ/TO) que inclua a área da Saúde como uma das prioridades elencadas pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) para liberação de recursos a serem executados pelo Governo do Tocantins. “Tal exigência se faz por toda a responsabilidade sanitária prevista na Constituição Federal dos Gestores, Controladores e Fiscalizadores, como esse Conselho Estadual de Saúde na área, para resguardar a vida da população tocantinense”, disse trecho do pedido protocolado.

Com o veto do Tribunal de Justiça, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), em razão da decisão da Justiça Eleitoral, o Governo do Tocantins tem tido dificuldades em cumprir os compromissos firmados para que as diversas áreas do Estado possam atender suas demandas.

“Tal exigência objetiva evitar o risco eminente do desmonte das ações e serviços de saúde por suas características de continuidade ininterrupta, ao risco de desabastecimento e ao comprometimento severo a assistência a saúde da população tocantinense”, diz outro trecho do recurso encaminhado pelo Conselho de Saúde ao Tribunal de Justiça.

O recurso finaliza com o pedido para que a Saúde Pública seja incluída nas prioridades emanadas pela cautelar do MPE. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), diversos municípios do Estado têm enfrentado problemas nas unidades hospitalares em razão desse bloqueio judicial dos recursos.

“Está sendo muito difícil gerenciar uma área que precisa de muitos recursos e de recursos que sejam liberados com urgência, em razão da urgência e peculiaridades que muitas demandas de pacientes apresentam. Estamos na torcida para que a Justiça reveja e acate essa decisão”, disse o titular da SES, Marcos Musafir.

Entenda

Em razão da decisão da Justiça Eleitoral, o MPE ingressou no TJ/TO com uma medida cautelar no final do mês de março para suspender diversos atos, por parte da administração pública estadual.  Entre estes atos estavam os pagamentos que não detivessem "a característica de prioritários" e a continuidade do concurso público da Polícia Militar.

Nessa quarta-feira, 11, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) já havia ingressado na Justiça com um recurso pedindo a revisão da decisão que "inviabiliza" o bom andamento da administração pública.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

0

PARABÉNS!
PARABÉNS!

0

BOM
BOM

0

AMEI!
AMEI!

0

KKKK
KKKK

0

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

0

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

0

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

SES MPE PGJ

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Emprego

Semana começa bem com a oferta de 84 vagas pelo Sine Palmas

Quem tiver interesse em concorrer a uma das vagas é preciso estar atento

Capital

Prefeitura substitui lâmpadas tradicionais por luminárias de LED

além da economia de quase 30% de energia, as luminárias de LED têm vida útil de dez anos e manutenção quase zero



Educação

Estudantes que participaram do Enem a partir da edição 2010 podem concorrer a vagas em cursos superiores pelo Fies e P-fies

Para se inscrever nas modalidades Fies e P-Fies, é necessário que o candidato possua renda familiar mensal bruta, por pessoa, até 3 (três) salários mínimos.


Política

Vereador Folha coloca seu nome à disposição do PSD e afirma que é pré-candidato

Presidente da Câmara de Palmas e vereador pelo terceiro mandato consecutivo, Folha esteve em sua cidade, Tocantinópolis, nos últimos dias, de onde voltou com a certeza de que disputará a vaga na Assembleia Legislativa.


Viver

Cine-Teatro do CEU oferece programação especial na temporada de férias inclusive com filme em Libras

Os filmes para a temporada de férias atendem em especial as crianças e jovens e, mesmo sem restrição de idade, recomenda-se que os menores de idade sejam acompanhados dos pais ou responsáveis.


ESTADO

Brigadistas municipais já estão aptos para combater queimadas nesta estiagem


ESTADO

Operação reúne entidades e promove fiscalização em bares de Dianópolis


ESTADO

Tocantins terá investimento de R$ 6,25 milhões para o segundo ciclo do Progestão


Viver

Colônia de Férias do SESI recebe mais de 230 crianças participantes na edição 2018 em Araguaína


ESTADO

Prefeita Cinthia dá posse a novo secretário da Casa Civil de Palmas


ESTADO

Balada Segura intensifica ações durante o Palmas Férias



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira