Thursday, 20 de February de 2020

JUSTIÇA


TJMS

Desembargadoras Ângela e Jacqueline conhecem o “Cartório do Futuro” e outras inovações de Central de Processo Eletrônico

06 Feb 2020
Desembargadoras Ângela e Jacqueline conhecem o “Cartório do Futuro” e outras inovações de Central de Processo Eletrônico

“Uma experiência de vanguarda que poderá servir como boa prática para outros Tribunais, inclusive do Tocantins”, frisou a desembargadora Ângela Prudente após visita técnica e institucional, nesta terça-feira (4/2), ao lado da desembargadora Jacqueline Adorno, para conhecer e colher informações sobre a Central de Processamento Eletrônico (CPE) do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS).

“Trata-se de uma inovação, sendo a extensão dos Cartórios Judiciais visando o cumprimento de despachos e decisões de processos em tramitação nas Varas e Juizados, através   de equipes de servidores lotados em departamentos especializados”, revelou a desembargadora. Vice-presidente do Tribunal do Tocantins (TJTO), Ângela Prudente lembrou que a inovação foca na padronização e uniformização de procedimentos , com rotinas e metas definidas e que, consequentemente, proporcionam uma maior celeridade nos cumprimentos dos atos.

“Aqui tem uma estrutura e funcionamento interessante. Acho que podemos aprender muito com a experiência. Novas rotinas podem contribuir para maior eficiência em nossos trabalhos. São questões que serão levadas à Presidência para análise e deliberação”, reforçou a desembargadora Jacqueline Adorno, que é presidente da Comissão Auxiliar do Eproc Nacional.

As desembargadoras tocantinenses foram ao Centro Integrado de Justiça (Cijus), que abriga o pioneiro sistema criado pelo TJMS, onde foram recepcionadas pelo juiz diretor da CPE, Wilson Leite Correa, e pela diretora da Secretaria Judiciária de Primeiro Grau, Conceição Pedrini Pereira. Eles detalharam o trabalho que vem sendo desenvolvido pela CPE, conhecido como o Cartório do Futuro, pois descentralizou e sistematizou fluxos e filas dos processos, de modo a automatizá-los, melhorando a prestação jurisdicional, segundo o site do TJMS.

“Com a organização das tarefas do processo eletrônico, conseguimos montar um fluxo de trabalho para melhorar os trâmites processuais. Essa inovação melhorou muito a vida do servidor”, ressaltou Conceição Pedrini Pereira também ao site do TJMS.

As desembargadoras Ângela e Jacqueline, que foram recebidas pelo presidente do TJMS, Paschoal Carmello Leandro, na segunda-feira, no início da visita, estavam acompanhadas das suas respectivas chefes de gabinetes, Milena Torres Coelho e Rosana Aparecida Finotti de Siqueira.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Feriados de 2020 podem causar prejuízo de mais de R$150 milhões no comércio do Tocantins

Em 2019, os prejuízos oriundos dos feriados nacionais ficaram em R$ 134,7 milhões no Tocantins.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira