Tuesday, 11 de August de 2020

JUSTIÇA


Pressão

Fechando o cerco: MPE recomenda que Estado recolha armas, munições e coletes dos policiais civis em greve

14 Mar 2015

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gecep), encaminhou recomendação aos secretários estaduais da Segurança Pública e da Defesa e Proteção Social, nesta sexta-feira, 13, para que seja informado se existem armas, munições, coletes, viaturas ou outros equipamentos de trabalho, pertencentes às secretarias, em posse de profissionais que estejam fora do exercício de suas funções. 

Segundo a recomendação do MPE, caso realmente haja equipamentos de trabalho em posse de servidores nessa situação, deve ser providenciado o recolhimento dos objetos, informando-se ao Gecep. por meio do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gecep),

De acordo com o documento encaminhando aos titulares das pastas, as secretarias devem notificar os servidores que não estão exercendo suas funções, por meio de publicação no Diário Oficial, para que entreguem armas, munições, coletes, viaturas e equipamentos que estejam em seu poder. Se houver descumprimento da notificação, o nome dos servidores deve ser informado ao Gecep, indicando-se que objetos se encontram com cada um, para que o grupo adote as providências cabíveis.

A recomendação justifica-se por ser o Ministério Público a instituição responsável por exercer o controle da atividade policial, segundo determina a Constituição Federal. (Cleber Toledo)

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 759 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 33.047 casos no total, destes, 19.845 pacientes estão recuperados, 12.728 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 474 pacientes foram a óbito.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira