Monday, 20 de January de 2020

JUSTIÇA


Destaque

Governo do Estado recebe prêmio por regularidade com obrigações judiciais

29 Jun 2015

Por estar em dias com suas obrigações judiciais, o Governo do Estado recebeu nesta segunda-feira, 29, o "Selo de Responsabilidade Judiciária no Pagamento de Precatórios". Um reconhecimento do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO), que entregou o certificado ao governador Marcelo Miranda durante solenidade do auditório do órgão. Na ocasião, 11 prefeitos tocantinenses também foram homenageados.
 
Parabenizando a iniciativa do Tribunal de Justiça, o governador reforçou aos desembargadores que sua gestão será baseada nos princípios básicos da administração. "Pretendemos receber outros selos e, para isso, respaldaremos nossa administração tomando por base os cinco princípios básicos da administração: legalidade, impessoalidade, moralidade, eficiência e publicidade", enfatizou o governador.
 
Conforme o presidente do TJ-TO, Ronaldo Eurípedes, a premiação é a materialização do estado democrático de direito no cumprimento das sentenças judiciais. "O programa foi idealizado para certificar e premiar a boa conduta administrativa na quitação do crédito advindo de sentença judicial. Ao final, o destinatário é um só: o cidadão que em nós depositou as esperanças", destacou.
 
Para o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, que falou em nome dos outros gestores municipais premiados, ter o reconhecimento do Tribunal de Justiça os motiva a continuar trabalhando com regularidade. "É fundamental permanecermos regulares, senão os recursos não aparecem.  Já estão poucos, e se não tiver regularidade as dificuldades serão imensas para que possamos realizar o trabalho que é esperado por todos os munícipes. Esse reconhecimento, hoje, só nos incentiva mais ainda a seguir no caminho correto da gestão séria, regular", enfatizou Ronaldo Dimas.
 
Acompanharam a solenidade, a vice-governadora do Tocantins, Claudia Lelis, secretários de Estado, além da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargadora Jacqueline Adorno, a desembargadora Ângela Prudente, e prefeitos tocantinenses.

COMPARTILHE:


Confira também:


Nacional

Polícias mudam rotina para se adequarem à Lei de Abuso de Autoridade

Corporações estão deixando de divulgar fotos de pessoas sem condenação


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira