Thursday, 21 de March de 2019

JUSTIÇA


Palmas

MPF sediará evento em alusão ao Dia Internacional contra a corrupção em Palmas

06 Dec 2018    18:40
MPF sediará evento em alusão ao Dia Internacional contra a corrupção em Palmas

O Ministério Público Federal no Tocantins sediará evento público do Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção (FOCCO) no próximo dia 12, às 18h45, no auditório da Procuradoria da República, em Palmas, na 104 norte, Rua NE 03, Conj. 02, lote 43. O evento será realizado em comemoração ao Dia Internacional Contra a Corrupção e contará com a participação do Procurador Regional da República em Brasília, Vladimir Aras, que ministrará palestra com o tema “Corrupção, compliance e regimes globais de prevenção e repressão”.

Vladimir Aras é ex-secretário de Cooperação Jurídica Internacional da PGR, ex-membro do Grupo de Trabalho em Crime Organizado e ex-membro do Grupo de Trabalho em Lavagem de Dinheiro e Crimes Financeiros da PGR. Os integrantes do FOCCO também realizarão um painel, no qual serão sucintamente apresentados os trabalhos realizados em 2018 na área de enfrentamento à corrupção no Estado do Tocantins, bem como expostas as perspectivas para o ano de 2019.

“O evento será de fundamental importância não apenas para estimular o exercício da cidadania ativa, mas também para fortalecer a articulação entre as instituições na luta contra a corrupção e no combate às máfias de poder”, declarou o Procurador da República Paulo Marques, representante do Ministério Público Federal no FOCCO/TO.

O evento é aberto ao público e não há necessidade de inscrição. Para obter a certificação é necessário a realização do credenciamento.

FOCCO
O Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção foi criado oficialmente em 18 de novembro de 2011 com a finalidade de aprimorar a fiscalização e promover, na sociedade, o debate sobre a importância de se acompanhar os gastos públicos e denunciar irregularidades na administração pública.
O Focco faz parte da Rede de Controle Nacional e reúne várias instituições de controle como: Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, Ministério Público de Contas, Polícia Federal, Advocacia-Geral da União, Controladoria-Geral da União, Tribunal de Justiça, Receita Federal, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Controladoria Geral do Gasto Público e Transparência do Estado do Tocantins e Delegacia De Repressão a Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública – Dracma.

COMPARTILHE:


Confira também:


Redução

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

A quitação antecipada vai gerar economia de R$ 8,4 bi para consumidor

São Paulo

XI Congresso Internacional Six Sigma Brasil acontecerá em momento decisivo de recuperação do país

Evento apresentará metodologias de gestão internacionalmente aceitas, capazes de contribuir com o avanço das empresas brasileiras


Transplantes de Córneas

Estado realizou 128 transplantes de córnea por intermédio e captação do Banco de Olhos

Oftalmologista, responsável técnica do BOTO, Doutora Núbia Maia aconselha o diálogo familiar sobre a doação de órgão para sanar a dúvida da família.


Crime

Corte estético de cauda e orelha de animais é crime ambiental

Além disso, os cães de cauda comprida possuem essa estrutura anatômica como contrapeso em corridas. “O corte acaba interferindo no equilíbrio natural do animal”, afirma.


Lançamento

Campanha da Fraternidade 2019 é lançada na Câmara Municipal


Balanço

ICMS Ecológico encerra prazo com adesão de 136 municípios


Energisa ouve clientes em audiência pública sobre projetos de eficiência energética


Palmas

Estudantes da UFT vencem 1º Prêmio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Tocantins


18 de março

Dia da Autonomia homenageia luta de antepassados pela emancipação do norte de Goiás


Norte

Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira